Tag: dicas

Drinks deliciosos e frescos para beber na praia

Dominique - Drinks

Adoro praia. Adoro uns bons drinks na praia.

Estou falando de beber na areia mesmo.  Tomando sol. Antes e depois de um mergulho. Sabe como é?
Cerveja, caipirinha. Ah! Isso todo mundo conhece e bebe, mas vou dar sugestão de drinks diferentes. Frescos e deliciosos.

Você pode fazê-los em casa também, mas eu, como amoooo uma farofinha, levo na garrafa.

Você conhece o Hpnotiq?

Esta bebida a base de vodka, cognac e suco de frutas não é barata. Mas é deliciosamente fresca. Tome com pedras de gelo e cuidado!! Parece mas não é suquinho!!

Menina, veja só a cor dele! Olha esse turquesa!

Dominique - Drinks

Clericot

Amo Clericot. Dizem que é uma versão francesa da sangria. Dizem, mas não concordo.
Como você vai picar um monte de frutas, prepare seu Clericot no último dia de praia e aproveite para fazer um rapa na geladeira!
Depois de picar as frutas, congele em pequenos bocados. Elas aguentarão bem na praia até serem servidas e substituirão as pedras de gelo no drink, caso o espumante não esteja tão gelado.

Veja minhas sugestões de frutas, mas use as que você gostar e tiver na geladeira.

1 maçã picada com casca

1 kiwi

2 ameixas frescas

2 rodelas de abacaxi

Uvas a gosto

½ laranja cortada em rodelas com a casca

2 colheres (de sopa) de açúcar

1 garrafa de espumante

1 lata de club soda

1 cálice de licor de laranja ou Grand Marnier (dá umas 3 colheres de sopa, mas use só se tiver como levar)

Modo de fazer

Coloque as frutas em uma jarra, acrescente o espumante, o Club Soda e o licor (se você usar). Coloque o açúcar, mexa muito bem.

Dominique - Drinks

Picolé com espumante

Você gosta de bebida docinha? Olha só esta ideia.
Passou o sorveteiro! Corre lá, compre seu picolé de frutas predileto. O meu é de limão.
Coloque-o dentro de um copo, sirva o espumante gelado por cima dele e vá “temperando”.

Dominique - Drinks

Mimosa e Bellini

Adooooro. E gosto mais ainda das histórias.
Ambos são feitos com sucos de frutas mais espumante.
Muito fácil.

Mimosa

1 dose de suco de laranja
3 doses de espumante

O nome “Mimosa” apareceu em 1925 e vem das flores da planta mimosa de mesmo nome de cor amarela brilhante.

Dominique - Drinks

Bellini

1 dose de suco de pêssego
2 doses de espumante

O Bellini foi inventado em 1948 por Giuseppe Cipriani. A sua cor rosada lembrou à Cipriani a cor da toga de um santo em uma pintura de Giovanni Bellini. A bebida tornou-se uma especialidade do seu bar em Veneza. Lá você poderia encontrar, na década de 50,  Ernest Hemingway quase todos os dias, tomando seu Bellini e comendo carpaccio.

Rum & Grapefruit

Grapefruit e Rum formam uma ótima dupla, especialmente quando você adiciona Angostura Bitters – o melhor amigo do rum e Club Soda.

Em casa: Misture 2 xícaras de rum, 3 xícaras de suco de toranja (grapefruit), quanto mais fresca melhor, Angostura a gosto. Mantenha refrigerado em um recipiente vedado até a hora de usar. Lembre-se de levar latinhas de Club Soda para praia.

Na praia: Divida em 6 copos com gelo e adicione cerca de 30ml de Clube Soda em cima de cada um. (30ml é mais ou menos um glug da latinha. Sim, estou usando “glug” em uma receita, kkkk).

Dominique - Drinks

Gostou? Delicioso!

Tenho uma pasta no Pinterest cheia de dicas para praia, comidinhas, petiscos, decoração e coisas legais. Dá uma olhada aqui.

Mas você sabe, né? Muita água e algum petisco leve. Não vá beber sem comer e dar showzinho na praia. Ou não! Mas faça o que fizer, não se arrependa! Apenas faça e corra pro abraço!

Gostou das  dicas? Conta para mim as suas receitas de drinks para praia!

Leia Mais:

Férias? Veja minhas dicas para ficar arrumadinha na praia
Cardápio simples e delicioso para 9 dias de férias na praia

Seja a primeira a comentar

Comentar

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

12 dicas para lidar com os calores da maspassa, a maledeta da menopausa

Dominique - menopausa
Antes dos calores eu nunca tinha pensado ou nunca tentaria fazer algumas destas coisas. Mas o climatério e a menopausa estão aí para mudar mais algumas coisas. Fiz uma listinha pra te ajudar, sem passar pelo sufoco que eu já vivi.

# 1
Nunca pergunte para a pessoa ao lado se ela está com calor. Ela não estará.

# 2
Farmácias ou lojas com ar-condicionado ajudam! No desespero, entre em uma loja e finja que está comprando algo. Fique até o calor passar.

# 3
Está em casa? Abra o freezer e coloque a cabeça dentro! Ajuda bastante.

# 4
Sabe aquelas compressas de gelo pra tratar torção de pé. Tenha uma… não… várias… pra colocar na cabeça, pescoço, rosto, peito…

# 5
Invente um nome… você pode precisar alertar alguém para não cair em enrascada (leia este post aqui)

# 6
Se estiver decidindo um lugar para tirar férias, se for em dezembro, no Canadá, em julho, na Patagônia. Ah, pense até em começar a esquiar.

# 7
Fique de olho nas liquidações de jogo de cama 100% algoodão. Você vai precisar de um por dia. Melhor, né!

# 8
Nunca e quando eu digo nunca, é nunca mais mesmo, saia com uma roupa que você não possa tirar. Nunca saia com um blazer sem nada em baixo. Nunca saia com um casaco para disfarçar a blusinha justa que marca os pneus.

# 9
Gola rolê, olímpica ou o nome que invetarem para isso agora, é só para europeias. Querida, você consegue imaginar aquela coisa esquentando o pescoço?

# 10
E lã? Acho que nunca mais na vida comprarei uma peça de lã. Só de pensar em uma malha em contato com a minha pele já começo a me coçar.

# 11
Existem prioridades de gastos em uma família. Todos sabemos disso. Talvez seja tarde para eu te falar isso. Mas se você tiver uns 40 anos coloque na lista, nem que seja em 10° lugar, o tal do AR-CONDICIONADO. No seu quarto. Só, no seu quarto!

# 12
Ok… Não rolou o ar-condicionado. Sabe aquele borrifador de água? Então. Antes de dormir, borrife água no lençol e no travesseiro. Mas apenas borrife, não ensope a cama e nem o lado do parceiro, né, santa? Só o seu.

Ninguém merece sofrer com os calores da menopausa não é amiga? Se tiver outra dica conta para gente!

Leia Mais:

Histórias da Praia 1 – Amigas na reunião de condomínio
Sobrevivi aos anos 80 e 90…com cabelos crespos

Eliane Cury Nahas
Eliane Cury Nahas

Economista, trabalha com tecnologia digital desde 2001. Descobriu o gosto pela escrita quando se viu Dominique. Na verdade Dominique obrigou Eliane a escrever. Hoje ela não sabe se a economista conseguirá ter minutos de sossego sem a contadora de histórias a atormentá-la.

3 Comentários
  1. É exatamente isso…e as dicas…..ah as dicas maravilhosas…. dei risada da gola rolê, nunca mais…. cachecóis de lã?? Acabei com todos, hoje só echarpes para compor o visual….rss

  2. Olá, Domininique!
    Já passei por isso e sei que é assim mesmo. A gente fica parecendo um saquinho de chá que alguém coloca e tira da água fervente na xícara.
    E não é só isso, a gente engorda, dorme mal, fica tudo ressecado (olhos, pele, vagina, etc.)
    Mas passa. E quando passa a gente emagrece, dorme o melhor dos sonos e com a alimentação certa e exercícios (de Pompoar, inclusive, tudo volta – ou fica ainda melhor!)
    Parabéns pela matéria! Amei o site. Vou recomendar para as loucas amigas, rs

    1. Amália,

      Você também tem amigas loucas???? KKKK, tenho várias. E que bom saber que a Meno….MASPASSA passa mesmo, é um bálsamo saber isso! E vamos à luta, lindas!

Comentar

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Jeans – cool, casual ou chique – não tem erro, é a escolha certa sempre

Dominique - Jeans

Amo jeans, vai com tudo. Fica despojado, quebra a seriedade, dá um tom moderno para o visual e, dependendo do acessório, do sapato, da bolsa, pode fique superchique. Se for um jeans já usado várias vezes então fica uma delícia, parece que a calça foi feita no corpo da gente. Pode ser até um calça com um rasguinho, por que não?

Separei algumas composições aqui que particularmente adoro e talvez ajude você a compor um look bacana, principalmente quando você estiver sem inspiração.

Não sei você, mas não é fácil para mim encontrar um modelo que caia bem. Quando acho, depois de muita procura, compro dois.

Camisa jeans

Dominique - Jeans

Para mim a camisa jeans é um coringa, faz as vezes da camisa branca. Combina com calça jeans, seja qual for a lavagem, com calça branca, preta, colorida. E com saias longas então? Fica um charme. Pode ser uma saia preta lisa ou da cor que você gostar. Também uma ótima opção com saias longas estampadas, de preferência que na estampa tenha algum tom de azul.  Dá para incrementar mais o modelito ainda se você escolher um acessório mais bacanudo, tipo um max colar ou um lenço mais sofisticado.

Calça flare

Dominique - Jeans

A flare, para quem tem pernas mais longas, fica bem legal, mas já vi várias pessoas que entendem de moda falarem que as baixinhas também ficam bem. Como somos Dominiques, podemos escolher o modelo que nos sentirmos lindas, tanto faz se somos altas, baixas, magras, gordinhas.

O jeans permite combinação com camisa branca, estampada, blazer curto, malha, camiseta, tudo vale, claro que dependendo do tecido que você escolher para compor o look, pode transformar o visual num tom mais casual ou mais chique.

Gosto de usar flare com um salto, acho que fica mais bacana. Escolho um salto grosso, plataforma ou Anabela. Pode ser impressão minha, mas o salto dá um caimento melhor para a calça. Em todo o caso, procurando por imagens para ilustrar esta matéria, vi vários modelos usados com tênis e sapatilha que ficaram bem legais.

Calça jeans com spatilha

Dominique - Sapatilhas

Para uma versão mais fim de semana, um almoço, um passeio de dia, completamente à vontade, mas sem perder o estilo, a calça jeans com sapatilha também é uma ótima opção. Sempre dá para incrementar o modelo com o acessório ou até com o que você vai decidir usar em cima. Uma blusa de seda, por exemplo, confere um ar mais elegante, uma camisa ou camiseta básica dá um ar superdespojado, sem perder o charme, claro.

Calça jeans com tênis

Dominique - Jeans

Vocês já viram cada tênis superbacana que tem agora? Nada a ver com o que usamos na academia ou para caminhar. São modelos mais sociais e o mais legal de tudo, absolutamente confortáveis e ficam superfofos. Com jeans ficam perfeitos!

O look mais legal de todos os tempos

Dominique - Jeans

E o que falar de uma calça jeans lavada, aquela já gasta, que fica uma delícia de usar, com uma camisa, camiseta, túnica branca?

Para mim é o visual mais bacana de todos os tempos. Para nós Dominiques, uma camisa ou camiseta mais larguinha, soltinha, absolutamente gostosa e transada, que não mostra nenhuma gordurinha, é o ideal.

Dominique - Jeans

Se for para usar em uma ocasião como um passeio num domingo, use e abuse de um tênis, pode até ser um All Star, por que não? Ou um destes tênis mais sociais que são lindos e confortáveis.

Caso  o lugar que você vá seja mais formal, mais chique. Ah, amiga, invista num colar bacana, em pulseiras que tenham a ver com o colar, aquele sapato que é tudo de bom e finalize com uma bolsa bacanérrima.

Com essas dicas incríveis de jeans não tem como errar!

Leia Mais:

Gente sem tempero não tem graça – sai prá lá
Mangas, disfarce para os braços: O drama da regata – parte 2

2 Comentários
  1. Tenho uma calca jeans, que ate tento, mas nao troco ela por nada. Ela é parceira, mas as vezes olho pra ela e penso que ela ja esta “cansada”… mas aí ela me olha com olhos pidões e levo ela pra passear. De novo.

Comentar

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Mangas, disfarce para os braços: O drama da regata – parte 2

Dominique - Mangas
Há pouco tempo fizemos uma matéria sobre ponchos de verão, uma saída ótima para disfarçar os braços das Dominiques, que não estar supertorneados, sem perder o charme, bem ao contrário, conferindo um look bem bacana e estiloso.

Fala sério, você aguenta usar roupa justa no verão? Eu não consigo, preciso usar peças soltinhas, que me deixem transpirar à vontade, mas não quero abrir mão da elegância, pelamor, né?

Há vários modelos de mangas que podemos usar e que ajudam também a esconder as indesejáveis gordurinhas no verão. Seguem algumas dicas que tem dado excelentes resultados:

Dominique - Mangas

  • Escolha blusas que tenham detalhes nos ombros. Tipo aqueles furos e fuja dos detalhes no bícipes, eles chamam atenção para aquilo que você quer esconder.
  • Use e abuse dos maxiacessórios, decotes, bolsas e parte de baixo chamativas. Mostre o que você quer que os outros vejam.
  • Procure blusas com tecido estruturado, por ser mais firme ele não dá forma às gordurinhas.
  • Opte por tecidos leves e soltinhos, nada de roupa grudada no corpo, principalmente no verão.
  • Prefira cores que contrastem com o tom da sua pele e realce a sua beleza.
  • Compre roupas do seu tamanho. Nada de levar aquela blusinha linda que só tem dois números menores que o seu, por maior que seja a tentação, não caia nesta fria.

Manga Evasê

Dominique - Mangas

Mais solta na boca do que nos ombros, a manga evasê possui um caimento bacana. Ela disfarça as gordurinhas ou flacidez do “tchauzinho”, sem deixar de ser elegante. Uma opção fresquinha para aguentar o nosso calor tupiniquim.

Manga Morcego

Dominique - Mangas

A manga morcego pode ser considerada duas em uma, porque além de disfarçar a gordurinha do braço, também disfarça os pneuzinhos laterais. É uma opção superestilosa sem deixar de lado o conforto e a leveza que queremos e precisamos no verão….e até no inverno, concorda?

Manga 3/4 ou Meia Manga

Dominique - Mangas

A manga ¾ ou meia manga deixa à mostra somente a parte mais fina do braço, dando a ilusão que ele é mais magro do que realmente é, mas escolha uma blusa com um tecido mais fino, algo bem leve.

Manga Longa ou Manga Flare

Dominique - Mangas

Se o calor não for senegalesco, você pode até escolher uma manga longa, larga, tipo flare, sempre com tecidos mais leves e finos, principalmente se você for ficar a maior parte do tempo em ambientes com ar condicionado.

Gostou das dicas, agora para acertar no look e só apostar nas mangas certas.

Leia Mais:

Nutrição funcional – Uma excelente arma para driblar os sintomas da Maspassa…a danada da menopausa
Eu pulei as 7 ondas. Não pedi nada, mas ganhei muito!

8 Comentários
  1. tenho blusas sem mangas, lindas. Estou tentando achar alternativa para colocar sob elas, tipo segunda pele arrastão. Não sou gorda nem tenho braço gordo, mas a flacidez nos braços, é um terror. fica horrível, quando aparece.
    O que vces acham?

Comentar

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Mil dicas para não viajar na maionese e fazer a viagem dos seus sonhos!

Dominique - Viagem
Tentei escrever sobre viagem, viajando… achei que seria perfeito. Estava dentro de um trem a caminho de Santiago de Compostela na Espanha. Juro que tentei, mas me perdi nas paisagens, nas casinhas antigas, riachos, oliveiras e confesso, naquele cochilo de quem não está devendo nada a ninguém.

Ao contrário do que costumo fazer, dessa vez só me programei para os compromissos profissionais, os outros lugares foram me seduzindo ao longo da viagem.

Uma parte de mim estava de férias, a outra trabalhando. De férias, a gente dá férias também para o nosso cérebro, ficamos mais relaxados com a comida, horários e até mesmo com o dinheiro… são nossos vieses comportamentais tomando conta dos nossos atos enquanto damos uma folga à nossa racionalidade, aprendemos isso na economia comportamental. Pensar cansa mesmo. Viajando, a gente só quer cansar de ver coisas novas, diferentes, experimentar cores, sabores, cheiros e idiomas diferentes. Sabendo disso, planeje-se antes.

Me planejei financeiramente, saí do Brasil sabendo o quanto poderia gastar e que teria que fazer escolhas!

Pesquisei preços, mudei a data da viagem, transformei pontos de cartão de crédito em milhas, não gastei um real com a passagem. A ideia principal era passar uns dias na casa de uma amiga querida no sul de Portugal, visitar algumas universidades e como ela atua, assim como eu, em educação financeira, trabalharmos juntas por lá. Ah tá!

Viaje com amigos, é divertido; é gostoso ter com quem interpretar mapas, compartilhar experiências, lugares, risadas, uma comida com cara esquisita e vocês ainda dividem a hospedagem! Viajei com uma amiga brasileira, economizamos em tudo e gastamos tudo em passagem de trem. Viajamos à beça. Andamos igual a um camelo…

Se você tiver tempo para se planejar, veja com antecedência não só a passagem, mas também hospedagem, os descontos são bons, principalmente se for fora da alta temporada. Verifique a possibilidade de transformar seus pontos do cartão em milhagem, hospedagem e aluguel de carro. Dependendo da época do ano, vale a pena. OUTRAS NÃO!

Sabe aquela pergunta que sempre ouvimos na boca do caixa: crédito ou débito? Concentrar as compras no cartão de crédito já é uma forma de planejamento financeiro. É mais fácil para organizar, assim, tem-se uma data única que reúne a maioria das contas. Na fatura sabe-se onde, o que, quando e quanto custou cada coisa comprada ou serviço pago. O cartão nem sempre é o vilão, desde que não se perca de vista que a fatura chega e os juros são absurdos, caso você não pague o que deve na data de vencimento.

Se você for estudante, professor ou maior de 60 anos, identifique-se, isso pode te garantir abatimento nos preços. Em alguns países, estudantes tem limitação de idade, mas na maioria dos lugares, a carteirinha te abre portas com 50% de desconto. Transportes principalmente. Para professores, a carteirinha internacional tem peso de identidade internacional. Só soube quando retornei ao Brasil e já vou fazer a minha. Para comprovar a idade, mostre seu passaporte.

Ainda falando de documentos, tire uma cópia do seu passaporte e mantenha em lugar seguro junto com o endereço do consulado do Brasil. Caso você perca o original, a cópia vai te ajudar bastante na hora de providenciar outro documento.

Se você faz uso de medicamentos de uso contínuo, leve a receita médica com o nome genérico do medicamento. Em tempos de doenças endêmicas, verifique a necessidade de se vacinar antes de viajar.

Não importa se o seu cartão é internacional, antes de viajar, verifique na emissora se você precisa desbloquear o cartão para fazer compras em outros países. Aproveite também para perguntar se tem direito a salas VIP dos aeroportos. Em caso de conexões muito longas, pode ser uma boa pedida.

Se você tem planos de alugar um carro durante a viagem, busque informações antes de tirar a carteira internacional de motorista no Detran. Em alguns países, o turista pode usar a carta do país de origem por um prazo de até seis meses.

Para quem não viaja com frequência ao exterior ou é uma primeira vez, os aeroportos, principalmente os que tiveram reformas recentes, são enormes e os free-shops idem!

Alguns voos com conexão dão a impressão de que se vai “mofar” no aeroporto. Em alguns voos o tempo é “contadinho” para desembarcar e embarcar em outro voo.

Se você está se preparando para a viagem dos sonhos, compre uma mala com o maior número de rodinhas que couber no seu bolso. Faz uma diferença danada. Ah! Sim, compare preços, se for o caso, vá com sua mala antiga e compre outra na viagem, dependendo do destino, pode ser mais em conta comprar fora do Brasil.

O que mais? Por mais vaidade que você tenha, leve o mínimo de roupas possível e consulte a previsão de tempo. Ela é honesta! Não se preocupe: o astral muda, a pele fica boa, use o seu melhor sorriso e como diz uma amiga, “mudou de cachecol, mudou de roupa”… As fotos sairão lindas, não leve um caminhão de roupas, no fim, você usará as mais confortáveis; a dica vale para sapatos também.

Se a viagem for para o exterior e o planejamento for de longo prazo, vá comprando a moeda local ou aplicando mensalmente seus recursos em algum fundo de investimentos cambial. Ao longo do tempo, terá comprado a moeda por um preço médio. Deixar para fazer câmbio na semana da viagem pode ser um risco enorme da moeda estar cotada em um valor alto e comprometer seus planos.

Não gaste mais do que o planejado, a menos que haja uma emergência – Ah! se você comprar a passagem com cartão de crédito, verifique se está pagando também por um seguro viagem, em alguns países o comprovante do seguro é solicitado na alfândega.

Coloque antes de viajar um teto para seus gastos e mantenha-se nele. A sensação de autocontrole é boa e o bolso agradece.

Durante a viagem, hidrate-se bem! Use sapatos confortáveis, não deixe de experimentar algum prato típico, apaixone-se, tire muitas fotos e pese a mala antes de embarcar de volta.

Cuide de tudo com antecedência para não viajar na maionese!

Beijão, boa viagem! Ao retornar, conta tudo pra gente aqui!

Leia Mais:

Amiga pra valer é tão gostoso quanto café com leite
O que uma Dominique faz no Carnaval? Bom eu já fiz um monte de coisa!

Paula Sauer
Paula Sauer

Economista carioca, que trabalhou por 17 anos em uma instituição financeira, se apaixonou por psicologia econômica e não parou mais, lidar com o comportamento das pessoas em relação ao dinheiro para ela é muito mais do que falar de planilhas e juros, é falar de sonhos, medos e mudanças de hábitos. Paula que também é planejadora financeira não guarda o que estuda só para si, escreve em jornais, blogs e revistas de grande circulação no país. Com mestrado em finanças comportamentais, se realiza em sala de aula, onde aprende e se diverte muito com os alunos.

4 Comentários
  1. Depois dessa. Fiquei sem palavras. Obrigada pelos dias incríveis amiga! Muitas saudades. Mil beijos em todos aí!

  2. Boas dicas amiga Paula. Foi com enorme gosto que te recebi na minha casa, na minha família, nos meus amigos.
    Foi uma decisão inteligente viajar por todo o país de comboio. O país é pequeno, é económico e as paisagens agradecem serem conhecidas pelos sentimentos dos forasteiros.
    É bom viajar, conhecer novos ambientes e culturas diferentes. Da gastronomia ao clima tudo é uma questão de hábito mesmo. O planejamento da viagem é importante mas há sempre lugar para que os locais nos surpreendam com algo que se fossemos apenas como turistas nunca encontraríamos.
    Um obrigada gigante à forma como me recebeste em S. Paulo numas férias inesquecíveis.

Comentar

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

QUER MAIS CONTEÚDO ASSIM?
Receba nossas atualizações por email e leia quando quiser.
  Nós não fazemos spam e você pode se descadastrar quando quiser.
CADASTRO FEITO COM SUCESSO - OBRIGADO E ATÉ LOGO!
QUER MAIS CONTEÚDO ASSIM?
Receba nossas atualizações por email e leia quando quiser.
  Nós não fazemos spam e você pode se descadastrar quando quiser.
CADASTRO FEITO COM SUCESSO - OBRIGADO E ATÉ LOGO!
QUER MAIS CONTEÚDO ASSIM?
Receba nossas atualizações por email e leia quando quiser.
  Nós não fazemos spam e você pode se descadastrar quando quiser.
CADASTRO FEITO COM SUCESSO - OBRIGADO E ATÉ LOGO!
QUER MAIS CONTEÚDO ASSIM?
Receba nossas atualizações por email e leia quando quiser.
  Nós não fazemos spam e você pode se descadastrar quando quiser.