Tag: Ginecologista

Dominiques, abaixo a infelicidade e que venha a Maspassa…a temida menopausa

Dominique - Menopausa
A maturidade traz um monte de coisa boa, concorda? Ganhamos mais tranquilidade, paz de espírito, aprendemos a apertar o botão F sem traumas, sem falar na segurança que adquirimos. Infelizmente junto desta etapa chegam outras coisas não tão legais, como a Maspassa (nós, Dominques, acreditamos que este nome é melhor que Menopausa) que vem acompanhada de um turbilhão de sintomas, calores infernais, depressão, aumento de peso, falta de libido, insônia.

Há muita informação na internet, mas o que acontece realmente? O que é mito e o que é verdade? A verdade é que todas as Dominiques vão passar por isso, mas nem todas vão sofrer.

Tem gente que sente mais, tem gente que sente menos. Há mulheres que sofrem à beça com os sintomas, outras, no entanto, passam tranquilamente por esta fase.

Muitas de nós carregamos o estigma de que com a Maspassa vem o envelhecimento, uma sensação de perda, que o tempo bom acabou e que agora é uma contagem regressiva ladeira abaixo.

Trazemos em nossas memórias o que nossas mães, avós, tias passaram neste período, mas tudo mudou muito de lá pra cá. Não só em termos dos avanços da medicina, como nós somos diferentes. Somos mais ativas, teremos uma longevidade maior.

E quem compartilha desta visão é a ginecologista Dra. Solange Sasaki que me deu a oportunidade de um bate papo esclarecedor e animador, acima de tudo.

Dominique - Menopausa

Para a Dra. Solange a Maspassa é um período evolutivo da mulher. Isso mesmo, preste atençao na expressão que ela usa, EVOLUTIVO.

Primeiro de tudo é preciso definir corretamente quando começa a menopausa. É é a última menstruação depois de um ano sem menstruar. Se você menstrua irregularmente, mas não teve um ano de pausa, você não está na menopausa.

Para definir a menopausa é preciso um diagnóstico retrógrado. Desenhando para loiras. Se você menstruou dia 16 de abril de 2018, 12 meses depois, ou seja, em 16 de abril de 2019, se você não teve NENHUMA menstruaçao neste período, pode considerar que está na menopausa.

Se nestes doze meses, você menstruar apenas 2 vezes, não é considerado menopausa, mas perimenopausa, que começa com 35 anos e vai até o início da menopausa. E neste longo período pode haver irregularidade menstrual, aquelas mulheres que menstruam duas ou três vezes num único mês ou aquelas que menstruam a cada dois ou três meses.

O climatério acontece depois da menopausa, depois da última menstruação e é uma fase muito mais mistificada do que qualquer outra coisa. Trata-se de um processo de envelhecimento gradual da mulher que deveria ser encarado como uma coisa normal.

Por que algumas mulheres tem mais sintomas? Depois da menopausa há um período de aproximadamente 10 anos com uma certa produçao de hormônio. Algumas produzem mais e outras menos. De qualquer forma, não é uma produção suficiente para menstruar. Algumas tem dores na mama, outras sofrem menos com os calores, outras dormem menos, outras não tem a textura da pele prejudicada. Isso é em função do que cada mulher está produzindo de hormônio.

Depois desses 10 anos, há uma perda mais significativa, e todas nós, Dominiques, ganhamos mais sintomas.

Todo mundo fala um monte de coisa, mas não existe uma regra generalizada. Cada mulher precisa ser acompanhada pelo seu ginecologista, porque diagnóstico e o tratamento são únicos.

Não é todo mundo que se dá bem com reposição hormonal, assim como não são todas as mulheres que vão se beneficiar da tintura de amora ou isoflavona ou cimicifuga. Depende do que cada uma precisa.

Tem mulheres que precisam tomar hormônio feminino e outras que precisamos intensificar o hormônio masculino. Há casos em que se mesclam ambos os hormônios.

Há pacientes que passam superbem com os fitoterápicos – amora, isoflavona, cimicifuga, trifolium. Depende do metabolismo de cada uma.

Curiosamente, as mulheres que tem menos sintomas são aquelas que trabalham muito, são superocupadas, não estão vivendo intensamente a Síndrome do Ninho Vazio e que tenham um parceiro ou uma parceira. Resumo da ópera: São aquelas que estão mais equilibradas profissionalmente e pessoalmente.

O número de mulheres com mais sintomas é muito maior no grupo que não tem muita atividade, que tem mais tempo, que estão sozinhas.

Os calores, um pouco de insônia ou até o ressecamento vaginal são fatores fisiológicos, não podem ser encarados como uma desgraça! Fora que com a reposição hormonal estes sintomas são controlados.

Na verdade, a preocupação com estes sintomas mais superficiais ganham mais alarde do que aqueles que deveríamos colocar muito mais atenção.

Por exemplo, as mulheres nesta fase engordam? E como! Tem que comer muito, mas muito menos. Tem que beber muito menos. Tem que optar por uma alimentação saudável, se você ainda não tem, chegou a hora de mudar radicalmente seus hábitos alimentares. Devemos tomar um supercuidado com alimentos com altas de taxas de gordura, sódio (que virou o inimigo mor da saúde) e açúcar (que sempre foi o inimigo mor da saúde).

No quesito alimentação tem tanta informação disponível hoje que não dá para alegar ignorância. Cada mulher tem seu metabolismo. Não é uma regra que funciona para todas. Por exemplo, se você introduz pão e leite na dieta de oriental, ele vai ter problemas. Se você tirar grãos ou azeite da dieta de um italino, ele pira. A raça de cada uma deve ser levada em consideração. Faça um investimento e consulte um nutricionista.

Esqueça a época de enfiar o pé na jaca! Essa fase sim acabou para nós, Dominiques!

Atividade física não é para ficar magra! É para manter a estrutura óssea e muscular firmes para combater a osteoporose que na verdade deveria ser tratada desde a infância. As fraturas nesta fase são sofrimento na certa, altamente patológicas, cirurgícas, graves e caras.

Nesta fase também podem aparecer as alterações metabólicas como diabetes, hipertensão, colesterol e triglicérides. A baixa do estrogênio faz a gente funcionar como um homem. O que significa isso? Se tinhamos 6 vezes menos chance de um infarto, agora estamos pau a pau com eles. Agora não tem mais desculpa para o sedentarismo. É hora de tirar o tênis do armário e começar a usar. Meia a hora por dia de caminhada, duas vezes por semana de musculação leve, Pilates. Nada muito hard!

Outra dica da Dra. Solange, é muito, mas muito pouco sol. Sabe aquelas horinhas a mais na piscina ou na praia, que não causavam estrago? Agora causam. O envelhecimento da pele bate à nossa porta. Então, a palavra de ordem é moderação sob sol.

E a ocupação é fundamental, mas algo que dê prazer. Aquelas pacientes que fazem o que gostam, não significa as que ganham bem, mas aquelas que tem prazer no que fazem, que estão acompanhadas por um parceiro ou uma parceira legal de verdade, não só para ilustrar na foto, passam bem por este período. Claro que pode estar sozinha, por opção. Quando se está sozinha por opção, normalmente, a mulher está bem.

O grande canal é ter uma cabeça boa para encarar esta fase como uma transição normal para qualquer mulher. Se você não estiver bem com você, com o que você faz, com quem você divide sua vida, esta etapa pode ser sofrida.

Agora, se você estiver bem e só depende de você, e eu sei que você tira de letra!

A ginecologista enfatiza que a infelicidade nesta fase é muito perigosa. Existem estudos que revelam que a tristeza está a associada a doenças potencialmente graves.

A recomendação da Dra. Sandra é alimentação saudável, ocupação que dê prazer, atividade física, moderação sob o sol e exames periódicos para prevenção.

Nada de ter medo da menopausa, ou como eu gosto de chamar, maspassa!

Leia mais:

Os 50 trazem de tudo, mas nada como a sensatez e a ousadia!
Meu corpo mudou, depois dos 50 meu corpo nunca mais foi o mesmo

Marot Gandolfi
Marot Gandolfi

JORNALISTA, EMPRESÁRIA, AMANTE DE GENTE DIVERTIDA E DE CACHORROS COM LEVE QUEDA PARA OS VIRALATAS.

10 Comentários
  1. Sou eu de novo . Consultei minha ginecologista sobre uma tristeza diferente e ela me indicou Angeliq , comecei a tomar e estou me sentindo muito melhor !
    Segue a Dica !!!!!

  2. Vou fazer cinqüenta e não mestruo a 3 anos, tenho alguns problemas que grana resolveria!! De resto nunca estive tão bem comigo!! O tal botão do F hoje está realmente apertado, tento ser agradável,mas o que as pessoas pensam de mim é um problema delas!!

      1. O que mais me incomodou ou às vezes ainda me visita é a oscilação de humor!!! As vezes fico nervosa do nada ou bate uma tristeza!! Respiro fundo e bola para frente!!!!

        1. Claudia, nervoso e tristeza fazem parte da vida e nós, como boas Dominiques, aprendemos a lida com isso, concorda? Bola pra frente que atrás vem gente!

  3. Socorro Crispim
    Estou com 55 anos ainda menstruando,mas já com alguns sintomas da menopausa como um pouco de insônia e tb calores
    No início me senti muito mal ,tontura mal estar,vontade de vomitar
    Fui pesquisando e buscando formas de amenizar,caminho todos os dias da semana,faço yoga 3 vezes por semana
    Os calores estão amenizados , dormindo melhor.Confesso que no início da um certo receio mas com o tempo encontramos o equilíbrio .

  4. Estou passando bem , não engordei ( estou atenta a uma alimentação saudável e faço ginástica 3x semana )
    mas lendo o texto me identifiquei com uma tristeza diferente . Acho q preciso ficar de olho nisso !!

Comentar

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Por que é tão difícil encontrar um Ginecologista normal?

Dominique - Ginecologista
Preciso de um Ginecologista e agora?

Há médicos e médicos. Advogados e advogados. Arquitetos e Arquitetos. Jornalistas e Jornalistas. E assim a caravana anda.

Profissionais aos montes o que não significa exatamente que são bons. Até porque hoje ter formação universitária não é diferencial algum.

Experimente ligar por engano para uma destas faculdades que investem pesado na mídia. Outro dia digitei um número errado e a mocinha que atendeu disse:

– Sinto muito, mas a senhora já está matriculada.

Seja qual for a escolha, para ser bem sucedido, não há mágica. Estudo, dedicação, talento, atualização e boa vontade são requisitos básicos para quem quer sobreviver com o mínimo de dignidade.

Entendo que um médico bam bam bam, que investiu muito tempo e uma fortuna na faculdade, ora as extensões no exterior, trabalhou anos em plantões desumanos e, acima de tudo, sabe o que está fazendo (atualmente isso é que faz a real diferença) pratique valores mais compatíveis com sua experiência. É coerente.

Tenho ido a alguns médicos que não são conveniados. O valor da consulta não é extorsivo, nem uma pechincha. É justo. O que não é justo é eu ter que me aventurar por dezenas de consultórios de ginecologistas do convênio e não encontrar um ser que atenda decentemente sem olhar o relógio.

Na sala de espera há uma fila sem precedentes, não porque o doutor é o máximo e sim porque ele ganha na quantidade – 10 minutos para cada paciente ou cliente, já não sei mais a diferença. Mas ele não está ali obrigado, não há uma arma apontada para sua cabeça, então faça certo, seja profissional.

O que o convênio paga por uma consulta é um insulto. Ser flanelinha é mais rentável…

E assim passei por dezenas de ginecologistas nos últimos tempos. Nem tenho mais constrangimento de ficar estatelada como um frango assado.

O último olhou para minha cara e perguntou:

– O que você quer?

Quase respondi:

– Um quilo de alcatra!

Tenha dó. Expliquei que era consulta de rotina e que havia tido um sangramento extra. A resposta do infeliz foi:

– Esta fase de vocês é maluca.

Apenas isso, essa criatura falou.

Solicitei que fizesse os pedidos de exame de rotina e para incluir o ultrassom de tireoide (tenho histórico de pólipos). Ele grunhe:

-Mas não sou endócrino.

Respondi:

-Nem eu, mas você é médico e está solicitando exames. Pode incluir este, por favor.

Ainda inconformada com o descaso, indaguei sobre reposição hormonal.

– Devo fazer? Quando?

– Depende.

– Do que?

– Dos sintomas.

– Fogacho? Falta de libido?

-Por exemplo.

– Mas quando começa a tomar o hormônio?

– Sei lá!

– Engorda?

– O que engorda é a boca.

Quase quebrei a boca do ginecologista infeliz.

Passados quase 4 minutos a consulta acabou. Sai de lá com os pedidos de exame e vi que o ser não pediu nenhum de sangue para ver taxa hormonal, colesterol (o meu é alto), triglicérides e outros básicos. Esse cara não tem preparo nem para trabalhar como chapeiro na padaria.

Cansada da peregrinação, pedi indicações para amigas. Uma ginecologista em especial foi muito bem recomendada, resolveu o problema de geral e arquibancada da ala feminina, incluindo o extermínio dos inconvenientes fogachos (isso já vale tudo e mais um pouco).

Contente da vida liguei para marcar. Quando soube o valor da consulta, respirei, desisti e marquei hora com um cardiologista e um psiquiatra. Infartei após um ataque de pânico. Mil e cem reais. Isso mesmo, minha gente, mil e cem reais. E ela ainda faz questão que os exames sejam feitos no Fleury.

Como eu faço? É justamente agora nesta fase da vida que preciso da orientação de um ginecologista.

Por enquanto, dá-lhe chá de amora e erva cidreira para segurar a onda do calor e da sanidade.
Marot Gandolfi
Marot Gandolfi

JORNALISTA, EMPRESÁRIA, AMANTE DE GENTE DIVERTIDA E DE CACHORROS COM LEVE QUEDA PARA OS VIRALATAS.

7 Comentários
  1. Meninas, trabalho com medicina, especialmente com Ginecologia e Mastologia há anos. Não posso deixar de colocar minha opinião sobre esse assunto, tão “meu”. Meu pai , Prof Jorge Souen, é Professor na FMUSP e fundador da Clínica Souen onde hoje , além dele,atendem médicos extremamente sérios e humanos, de diversas especialidades.Fico triste em vê-las meio desamparadas num assunto tão importante. Saúde não dá pra fazer mais ou menos…aliás, nada dá né?!
    De qq forma, posso garantir pra vcs que tem muita gente boa, trabalhando com amor e estudo.
    As queixas colocadas têm tido cada vez mais tratamentos, dependendo de cada caso. Além de medicações diversas e novas, há atualmente , por ex. o laser íntimo ,feito pelos próprios ginecologistas , no caso específico da secura vaginal ou da incontinência e/ou infecção urinária frequentes. Exames para esclarecimento diagnóstico tb são varios!! Não desistam de se cuidar! Fico a disposição pra tentar tirar dúvidas que eu consiga ..faço a parte administrativa mas posso tentar ajudar!! Bjs

  2. Sabe Andrea, para mim isso é falta de comprometimento. Tudo por dinheiro! É preciso muita sorte para encontrar um médico bacana por um preço que caiba no nosso orçamento. Eu só nao me conformo de pagar a fortuna que invisto em plano de saúde e nao poder ser atendida por nenhum médico decente. Tem muita coisa que precisa ser mudada por aqui. Convênio cobra muito da gente e paga pouco para o médico. Tem algo que nao está certo.

    beijo

  3. Tenho certeza que o desinteresse do médico pela menopausante é porque nesta fase da vida ela não gera lucro algum diferente da parturiente , tive um pré câncer e não posso tomar hormônio de especie alguma, e aí sim que me vejo a pé ! Pois o desinteresse é total, conto que houve um ressecamento total cebeli pele vaginal intestino e eles abstraem e dizem que é assim mesmo ! Lamentável!

  4. Já passei por essa situação, pedi para ele explicar a necessidade de reposição hormonal (4 gineco) e sai com mais dúvidas. Agora só peço exames de rotina e comecei a usar linhaça, soja, quinta e troquei de namorado kkkkkk

  5. também estou nesse perrengue de achar um bom ginecologista. A última que fui experimentar, perguntei se não seria perigoso fazer reposição hormonal, devido ter casos de câncer na família,ela me respondeu que seria incrível se não tivesse nenhum caso e prescreveu o hormônio sem maiores explicações.

Comentar

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

QUER MAIS CONTEÚDO ASSIM?
Receba nossas atualizações por email e leia quando quiser.
  Nós não fazemos spam e você pode se descadastrar quando quiser.
CADASTRO FEITO COM SUCESSO - OBRIGADO E ATÉ LOGO!
QUER MAIS CONTEÚDO ASSIM?
Receba nossas atualizações por email e leia quando quiser.
  Nós não fazemos spam e você pode se descadastrar quando quiser.
CADASTRO FEITO COM SUCESSO - OBRIGADO E ATÉ LOGO!
QUER MAIS CONTEÚDO ASSIM?
Receba nossas atualizações por email e leia quando quiser.
  Nós não fazemos spam e você pode se descadastrar quando quiser.
CADASTRO FEITO COM SUCESSO - OBRIGADO E ATÉ LOGO!
QUER MAIS CONTEÚDO ASSIM?
Receba nossas atualizações por email e leia quando quiser.
  Nós não fazemos spam e você pode se descadastrar quando quiser.