Tag: presente

9 ideias de presentes para sua mãe.

Tem coisa mais difícil do que acertar o presente para sua mãe?

Não? Então pergunte para seu filho. Para seu filho homem.

Filha é outra história. Costuma acertar quando quer. Mas filho, ai meus sais…

Aí tem aquelas que falam : Ahhh, qualquer coisa tá bom. Pode ser uma flor!

Menitraaaaa!!!!

Presente para mãe é coisa séria, tá?

Nunca reclamamos, mas quem é que não gosta de ganhar um presente? Presente com P maiúsculo.

Pois saiba que presente bom é presente pensado.

Saber que o filho usou alguns minutos de seu precioso tempo pensando no que faria a mamãe feliz é a glória. Sabemos de longe quando um presente foi comprado no caminho em 2 minutos ou quando foi elaborado. E fica esperto, porque sabemos mais rapidamente ainda quando um presente é comprado pela nora!!

Vou dar aqui algumas ideias. Para quem? Sei lá. Ideias de presente para quem é mãe ou para quem tem uma. Ou ainda para quem é avó. Que tal ensinar desde cedo o netinho a dar um presente bacaninha para a mãe?

Ahhh, e se você gosta de colocar a mão na massa, vai adorar as dicas.

1.Super fácil fazer esse carimbo de coração! Mas atenção!! Isso aqui é para enfeitar o pacote que contém o presente, tá?

Carimbinho coração

2. E esse porta trecos? Lindinho, né? Fácil de fazer e super criativo. Darlingggggg, ainda estamos falando de embalagens, tá? Se fizer esses porta trecos há de se ter coisinhas legais dentro.

3. Olha só que ideia genial!! Amei essa caixa com um KIT de jardinagem. Estou numa fase da vida que gostaria de começar novos hobbies e passatempos. Não sei se pensaria sozinha em jardinagem mas ganhar uma caixa linda destas realmente faria com que eu me animasse muito!

Kit Jardinagem

4. Quem foi que falou que ganhar fotos suas é presente para mim? Eitaaaa, que mania que filho tem de se achar a última bolacha do pacote. Pensa que é Adonis quando na verdade não passa de Narciso. Em todo caso, veja que legal esse jeito de arrumar fotos?

Porta Retrato estilizado

5. Bom, sempre temos a famigerada cesta de café da manhã. No entanto se for pra dar uma cesta de presente para sua mãe, que seja mega diferente e bonita. Em resumo, nada de requeijão e salaminho no prato de isopor.

Cesta de café da manhã

6. Flor..Hummm, já falei que a gente só fala que só uma flor basta. Vou repetir. É mentira!! Entretanto se ainda assim insistir na flor, veja que delicadinho e fofo esse vaso feito da garrafa de whisky que vc matou ontem?

Vasinhos decorados

E quem disse que mãe não bebe?

7. E por falar em bebida, de onde vc tirou a ideia que sua mãe não bebe? Ou que só bebe socialmente? Apesar de vc achar que ela só bebe água e Coca Zero, ela bebe um monte de outras coisas. Surpreendentemente bebidas alcoólicas que até dão um certo pilequinho. Mas ai de vc se chegar com uma garrafa na mão pura e simplesmente. Cara, não trate sua mãe como mano. Ela é sua mãe!!

Kit Vinho Rosé, nuts, biscoitinho e outras coisinhas.

8. Que tal uma caixa de chá? Olha só que boa ideia! Só que em vez de saquinhos de chá coloque aqueles acompanhamentos lindos para fazer drinks com Gin. Não ouse dar chá para sua mãe a menos que ele venha acompanhado de um lindo inglês para servi-la.

Caixas de chá ganham nova utilidade


Kit Gin

9. Tá bom, tá bom..Você não consegue imaginar a mamãe tomando uma bebida forte!! Bebida de homem!! E uma bebidinha cor de rosa? Aí pode? Olha só esse Kit que meigo… Refri, garrafinha fofa com bebida rosa, velas perfumadas!! Assim pode né? Visto que estou aqui representando tooodas as mães de filhos que não sabem presentear, eu atesto que certamente este é o presente ideal. Com quem ela vai beber isso? Menino!! Deixa de sua mãe beber em paz!!

Caixa com tônica, velas e Pink Gin Gordon’s,

Veja Também :

Ideias para presentes – DIY

Conhecendo a namorada de meu filho

Eliane Cury Nahas
Eliane Cury Nahas

Economista, trabalha com tecnologia digital desde 2001. Descobriu o gosto pela escrita quando se viu Dominique. Na verdade Dominique obrigou Eliane a escrever. Hoje ela não sabe se a economista conseguirá ter minutos de sossego sem a contadora de histórias a atormentá-la.

10 Comentários
  1. Kkkkkk muito bom!!
    Eu como mãe de 2 homens, sei bem o que é isso!!
    Difícil imaginá-los em grandes elaborações viu..
    Mas enfim, esperança é a última que morre..rsrs

  2. Amei o texto ! Mães de filhos homens sabem de tudo isso….mas, não temos competência para falar de forma tão clara e prosaica. Afinal, ser mãe permite privações inimagináveis… as vezes até de nossa inteligência.
    Parabéns Eliane. Vc foi demais!!!

  3. Quando percebo a falta de “tempo” ou ideia para me presentearam..sempre sugiro aos filhos um programinha.. ” Vale um jantar”…” Vale um almoco”…” vale um show”.. ” Vale um cineminha”… com Eles..é claro…

Comentar

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Este presente tem um valor inestimável! O cartão de Natal

Que tal retomar a tradição de enviar cartão de Natal?
Pensei muito sobre isso esta semana, até escrevi neste post aqui.
Não… não estou falando de enviar cartões pela internet ou whatsapp.
Mas escrever a mensagem num cartão de papel e envia-lo pelos correios.

Não é pela tradição, não!
Ou é…
Mas sim pela tradição de lembrar alguém importante e dar valor, independente do VALOR financeiro do presente.
É realmente um saco ter de sair por aí comprando presentes e ainda  tentando lembrar se está no mesmo “nível” do presente recebido no ano passado.
O que ela vai achar?
Será que vão reparar que é mais simples?

A Inês Godinho fez as contas aqui neste texto de quanto custaria comprar presentes pra todo mundo da lista.
O meu presente para quem eu gosto tem um valor inestimável que é o  valor do meu tempo, dedicado a fazer o cartão e escrever uma mensagem especial.
Isso mesmo. É apenas uma lembrança…

Hoje testei fazer dois cartões. Fazer tudo, do zero!
Comprei parte do material. O restante, reaproveitei.
Fiz o cartão no tamanho de envelope comercial, com 11×16 centímetros.

Cartão de Natal pop up de presentes

Testei a versão mais simples. Os presentes “saltam” pra fora. Usei folhas de papel colorido com gramatura 180. Tem em qualquer papelaria. Usei também decorados, dá até para reaproveitar papel de embalagem. Decorei com fitas coloridas.

Dominique - cartão de Natal

Dominique - cartão de Natal

Dominique - cartão de Natal

Dominique - cartão de Natal

Cartão de Natal árvore de feltro

A decoração é super fácil de fazer. Usei retalhos de feltro mais fitas e ainda alguns botões pequenos. Pra fazer a árvore cortei dois triângulos. Porém colei um e alinhavei por cima o outro  para esconder a marca da cola. Colei também os botões.

Dominique - cartão de NatalDominique - cartão de Natal

Dominique - cartão de NatalDominique - cartão de NatalDominique - cartão de Natal

Cartões prontos

Veja como ficaram os meus cartões prontos pois não foi difícil e ainda me diverti muito. Mas imagine se as crianças resolverem ajudar? Pronto, o Natal já começou.

Dominique - cartão de Natal

Se tem alguma ideia para cartão de Natal mande para mim, que eu mostro aqui mas melhor ainda, me conte o que você escreveu dentro deles!!

 

Conheça meu Pinterest, e minha pasta de presentes criativos.

Avatar
Dominique

Nasceu em 1964. Ela tem 55 anos, mas em alguns posts terá 50, 56, 48, 45. Sabe porque? Por que Dominique representa toda uma geração de mulheres. Ela existe para dar vida e voz às experiências, alegrias, dores, e desejos de quem até pouco tempo atrás era invisível. Mas NÓS estamos aqui e temos muito o que compartilhar. Acompanhe!

Seja a primeira a comentar

Comentar

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Ho! Ho! Ho… não!! Amigo Secreto

E chegou o Natal.

Período de paz, de propaganda bonita na TV, de esperança, de amor e de…. Amigo Secreto.

Pesquisei no Santo Google quem inventou o Amigo Secreto e descobri a seguinte definição: de origem nórdica, a brincadeira se popularizou no ano de 1929, em plena depressão. Como muitos não tinham dinheiro, faziam a brincadeira para que todos pudessem sair com presentes.

Ok. A intenção foi boa e a crise existe até hoje. Mas por favor, se você já vai comprar um presente só ao invés de dez, se dedica, pesquisa, faça com prazer, mesmo que o nome que tenha saído no papelzinho não seja lá a pessoa que você gostaria de presentear.

O fato de Jesus não ter nascido numa maternidade particular, e sim num cocho onde se colocava comida para os animais, não significa que a gente tem que seguir à risca essa coisa de simplicidade e dar de presente, pro seu amigo secreto, um sabonetinho embrulhado no tecidinho de filó comprado no Bazar das Senhoras Padroeiras da Santa Higiene.

A maioria dos Amigos Secretos tem um limite de gasto, que gira em torno de 50 – 100 reais para os reles mortais. Sim, porque infelizmente, ou não, eu nunca fiz parte de um grupo cujo teto tenha sido 10.000 ou 100.000 reais.

Abaixo segue a minha listinha  com dicas do que NÃO dar de presente para amigos e parentes, a menos que você queira se vingar daquela “lembrancinha” que ganhou do amigo secreto do ano passado.

Amigo(a) de trabalho:

Espuma de banho – Fofa, a maioria das pessoas não tem mais banheira em casa. Não existe uma reforma que tenha sido feita em um apartamento, seja no Morumbi ou na COHAB, que não tenham eliminado a dita cuja da banheira.

Porta-retrato – Estamos na era digital, ninguém mais imprime foto. A gente olha no celular e já tá bom demais.

Bombons – Amiga, é Natal não é Páscoa.

Para seus pais:

Chinelos – Nunca é tarde para uma chinelada na bunda. Desce o sarrafo. Assim, já que é Natal, ele aprende um dos 10 mandamentos: Honrar pai e mãe.

Camisola/pijama – Não é porque você acha que pais não transam que você tem que vesti-los, quando eles dormem, com aquelas flanelinhas ornadas com desenhos de papel de parede dos anos 50.

Blusa – Seja ela uma camisa ou uma camiseta, é o presente mais “vai isso mesmo porque já rodei esse shopping inteiro e não aguento mais”.

Namorado/ marido/amante/caso:

Carteira – Minha amiga, se seu marido é rico ele já deve ter um exemplar Cartier. Se ele tá agarrado na dívida, vai achar que é indireta e sua noite de Natal vai virar Halloween.

Kit sex shop – Camisinhas que cantam, vibradores com WiFi, lingeries com pompons de pelos de coalas australianos, creminhos que congelam, máquina de lavar Orgasmatron, Patinho esfrega esfrega e por aí vai. Não exponha as suas taras justo na noite em que a Virgem Maria deu à luz.

Perfume – Amada, perfume a gente dá pro primo distante. Mas pro seu parceiro? Justo você, que conhece os cheiros dele melhor que ninguém?

Parentes em geral: irmãos, tios, avós, primos…

Objetos de decoração – Velas perfumadas, vasos, toalha de mesa, canecas, etc. Simplesmente porque sua avó já não liga mais pra isso, aliás ela tá é querendo distribuir pros filhos e netos sua herança de armário. Seus tios não colocam um cinzeiro na mesa de centro da sala desde que aquele netinho, uma releitura do cramunhão, nasceu. Para os primos não rola simplesmente porque você nunca foi na casa deles. Já para um dos seus irmãos, vai cair como uma luva se a relação de vocês for na base do conflito.

Creminho hidratante – Sua avó já enrugou de tal maneira que nem o creme do mar morto vai dar jeito. Sua irmã vai dizer que é mais nova que você e devolver o presente. Seu primo vai reciclar a lembrança e passar o creme pra frente, provavelmente pra recepcionista da firma que quebra uns galhos pra ele de vez em quando.
DVD do André Rieu nas ruínas do Peloponeso ou do Andrea Bocelli no subsolo do Santo Sepulcro – Se você me provar que tem um em casa, me mandando uma selfie com o DVD na mão e o vídeo na TV, pode dar de presente pra quem você quiser.

E para encerrar, independente do ser humano que caiu pra você esse ano e do presente que você comprou, nunca diga, na hora da entrega “é apenas uma lembrancinha”.

Avatar
Helena Perim

Escritora e roteirista, trabalhou como diretora de arte em canais de TV e produtoras, mas acabou trocando o desenho pela escrita. Hoje, é freelancer na criação e no desenvolvimento de projetos pra TV e Internet. Também é autora de 4 livros de humor, que falam de comportamento, turismo e moda.

Seja a primeira a comentar

Comentar

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

QUER MAIS CONTEÚDO ASSIM?
Receba nossas atualizações por email e leia quando quiser.
  Nós não fazemos spam e você pode se descadastrar quando quiser.
CADASTRO FEITO COM SUCESSO - OBRIGADO E ATÉ LOGO!
QUER MAIS CONTEÚDO ASSIM?
Receba nossas atualizações por email e leia quando quiser.
  Nós não fazemos spam e você pode se descadastrar quando quiser.
CADASTRO FEITO COM SUCESSO - OBRIGADO E ATÉ LOGO!
QUER MAIS CONTEÚDO ASSIM?
Receba nossas atualizações por email e leia quando quiser.
  Nós não fazemos spam e você pode se descadastrar quando quiser.
CADASTRO FEITO COM SUCESSO - OBRIGADO E ATÉ LOGO!
QUER MAIS CONTEÚDO ASSIM?
Receba nossas atualizações por email e leia quando quiser.
  Nós não fazemos spam e você pode se descadastrar quando quiser.