Tag: Quero fazer

DIY pra organização: desta vez vai!

Eu sempre detestei os famosos gurus da organização, com suas regras “fáceis” e que só me fazem sentir uma bagunceira sem solução. É regra pra isso, praquilo… e ainda dizem que só depende de mim. Tá… Eu gosto de ter a casa e a vida organizadas sim. Mas não me enquadro na categoria pessoas com TOC. Ao contrário, vivi muito tempo na bagunça até chegar ao meu modelo de organização.

Isso: pra dar certo eu criei um esquema meu organização e que faz sentido no meu dia-a-dia. Eu tento seguir ao máximo meu modelo, não só pela arrumação de tudo. Eu me dei conta que, deixando algumas coisas em ordem, me sobra Tempo. Tempo pra fazer o que eu gosto e não pra perder resolvendo pepinos. Com o meu esqueminha, não tenho de refazer nada, gastar tempo procurando coisas e nem ligar pedindo segunda-via.

Como eu acredito que cada um cria a sua regra, vou compartilhar aqui com vocês qual é o meu esquema de organização. Se você se sentir inspirada, pode baixar o arquivo ou fazer os projetinhos abaixo.

Calendário da arrumação

Você já parou pra contar quanto tempo você perde todos os anos dando as mesmas orientações pra sua ajudante de casa? Dia de lavar os edredons pra guardar ou pra usar, dia de arrumar dentro dos armários, dia de lavar as cortinas, dia de ver se tem produtos vencidos na despensa… e por ai vai. Claro que eu nunca me lembrava de tudo!

Resolvi isso no dia em que decidi imprimir um calendário anual e fixar na área de serviço. Todo início de ano eu combino tarefas e as datas com a Betânia, que me ajuda aqui em casa. Fazemos um plano pro ano, nada muito rígido, tanto que escrevo tudo a lápis. Depois, só checo de vez em quando. Isso está sendo bom também pra ela, que já prevê o que vai fazer e se eu preciso comprar algo.

O calendário deste ano ficou assim. Ah, indiquei também os feriados do ano. O arquivo está em pdf, para ser impresso em papel A3. Você pode levar o arquivo em qualquer gráfica de bairro. Clique aqui para fazer o download.

Dominique - DIY Organização

 Pasta TO-DO

Sabem aquelas listinhas que fazemos com as tarefas que precisam ser feitas pra nós, casa ou trabalho? Pois, é, me irritei com elas também. Claro que elas são fundamental! Mas todo dia temos tarefas incluídas e tarefas cumpridas. E reescrever a lista consome um tempão.

Depois de testar algumas opções de organização, criei uma pasta de tarefas. Na parte de cima o que eu preciso fazer e, na parte debaixo, o que é preciso fazer hoje. Anoto tudo em posts-its. Todo dia de manhã revejo e colo post-its com as tarefas do dia. Se fiz, contemplo tudo o que foi feito e depois amasso o papel e jogo no lixo. Se não fiz, o papelzinho volta para a parte do To-Do.

Dominique - DIY Organização

Fiz um tutorial de como montei a pasta. Dá um trabalhinho, mas não é difícil de fazer.

  1. O material que usei foi: papel panamá, papel craft, tecido de algodão, elástico colorido, papel contact e cantoneira de metal (em geral compro na Gana Presentes);
  2. Cortei 2 partes do papel panamá no tamanho 30cm x 25cm e 1 parte com 30cm x 2 cm;
  3. No papel craft, cortei um pouco menor 28cm x 23cm e 28cm x 1,5cm. Esta vai ser a parte interna;
  4. Juntei as três partes do papel, usando o papel craft. Vejam que não está totalmente grudado. Deixei um espacinho para dobrar. Depois, usei cola branca para colar o tecido. A dica é não economizar no tecido, pra garantir o bom acabamento;
  5. Fiz a mesma coisa no papel craft. Coloquei o elástico entre as duas partes pra grudar bem;
  6. Cortei as letras pra escrever To Do e Doing no papel craft;
  7. Coloquei uma cantoneira de metal para deixar o acabamento mais bonito;
  8. Apliquei papel contact transparente na área de colar os post-its, senão não cola no tecido!

Dominique - DIY Organização

Avatar
Ju Junqueira

Jornalista que trabalha com internet há 20 anos. Divide o tempo entre as inovações tecnológicas e os trabalhos manuais no estilo Do It Yourself. Descobriu que é melhor que fazer meditação.

Seja a primeira a comentar

Comentar

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

10 coisas que as mulheres eram proibidas de fazer ou falar!

Eu tenho uma lista enorme de coisas que ainda quero fazer.
Bom… enorme, gigante, não é.
Exagerei um pouco.
Há vários itens ali que eu sei que vou fazer de tudo pra realizar.

Vocês conseguem imaginar que até pouco tempo atrás a gente era PROIBIDA de fazer muitas coisas.
Até pouco tempo mesmo!
Vejam só:

#1
Cartão de crédito
Genteee… Fala sério!! Até a década de 70 as mulheres só podiam fazer um cartão se algum homem assinasse por elas. Precisou uma lei de igualdade de oportunidade de crédito para isso mudar!

# 2
Trabalhar durante a gravidez
Só na Constituição de 1988 as mulheres conquistaram a estabilidade no emprego e a garantia da licença na gravidez. Antes disso, havia a indicação de pagamento de licença-maternidade. Mas os empregadores não tinham a obrigação de manter a funcionária após o seu retorno! E muitas eram demitidas.

#3
Ser solteira e tomar anticoncepcional.
O anticoncepcional foi aprovado pelo FDA em 1960, mas só mulheres casadas podiam comprar. Levou mais de 10 anos para conquistarmos o direito de controlar nossa própria fertilidade independente do estado civil!!!

#4
Praticar esportes “masculinos”
As mulheres não podiam praticar esportes como luta, futebol de salão, futebol de praia, pólo, pólo aquático, halterofilismo e beisebol. Eram proibidas por decreto!!! Até que 4 judocas – para participar do campeonato sul-americano – inscreveram-se com nomes de homens para participar. Foram destaque na competição e com a ousadia. O decreto só foi revogado em 1979!

# 5
Usar calças compridas na escola
Na década de 70 a gente só podia usar saia para ir à escola. Na minha escola era saia de pregas. Só nos anos 80 que o estilo de uniforme escolar começou a mudar o ambiente escolar e as meninas puderam optar também por calça e moletom.

# 6
Fazer tatuagem (ainda mais nos braços)
Ok que tatuagem até anos alguns atrás era tabu tanto para homens quanto para mulheres. Na década de 70, a tatuagem conquistou um espaço nas areias da Califórnia. Sua popularidade não parou de crescer! Mas por muito tempo as mulheres com tatuagem enfrentaram restrições no trabalho ou mesmo relacionamentos.

#7
Falar sobre sexo nas revistas
Até meados dos anos 70, as editoras eram censuradas e não podiam falar sobre os órgãos sexuais, nem mesmo usando a nomenclatura científica. Só uma simples descrição. Publicar desenhos ou esquemas nem pensar!

# 8
Vender propriedades
Não estou falando dos bens adquiridos em comunhão de bens, não! Mas as propriedades que a mulher já tinha antes do casamento ou que foram recebidas por herança. Acreditam que só com a anuência do marido as mulheres podiam vender seus bens! Não havia independência de patrimônio, e era lei!!!

# 9
Consentimento
Para fazer alguma coisa, as mulheres precisam do consentimento do homem. Podia ser do pai, do marido ou até mesmo do noivo. Imaginem que a Martha Vasconcellos, a última miss universo brasileira, precisou do consentimento do noivo para disputar a concurso? E quase que seu pai não assinou o passaporte para a viagem à cidade do evento. E ela já tinha 20 anos!

#10
Igualdade
Apenas para lembrar que só em 1988 a Constituição Federal garantiu igualdade a direitos e obrigações entre homens e mulheres. Em 1988!!!

Avatar
Dominique

Nasceu em 1964. Ela tem 55 anos, mas em alguns posts terá 50, 56, 48, 45. Sabe porque? Por que Dominique representa toda uma geração de mulheres. Ela existe para dar vida e voz às experiências, alegrias, dores, e desejos de quem até pouco tempo atrás era invisível. Mas NÓS estamos aqui e temos muito o que compartilhar. Acompanhe!

Seja a primeira a comentar

Comentar

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Vontade de experimentar algo novo!

Sabe aquela vontade de experimentar algo novo, fazer algo diferente? A gente tem vontade de muita coisa… Vejam só!

Pular de paraquedas. A Cris Patocs Alcantara pulou.
Pedir demissão de uma multinacional do cargo de CFO e trabalhar com flores. A Maria Aparecida pediu.
Montar um clube de leitura. A Inês Godinho montou.
Surfar em Fernando de Noronha. A Georgia Abdalla Hannud vai.
Desenvolver um projeto para mulheres como nós, envolvendo muiiita tecnologia. A Eliane Cury Nahas está fazendo.
Estudar francês só pelo prazer e sem pensar na importância do idioma no mundo dos negócios. A Celia Regina Dogo Pacheco estuda.
Escalar o Everest. A Luciana Zeitel Vladimirschi escalou.
Aproveitar que é engenheira e abrir um Buffet. A Sandra Vial Marchiaproveitou e abriu.
Retomar a carreira de psicóloga depois de 30 anos, a Tania Rodriguesretomou.
Realizar trabalho autoral de design textil e ser reconhecida aqui e lá fora.. A Renata Meirelles o é.
Reler toda obra de Eça de Queiroz. A Claudia Aguiar Guimarães releu.
Achar o grande amor. A Silvana Dacca Curi achou.
Virar maratonista. A Fabiana Curi Yazbek virou.

Dominique - Experimentar algo novo

E você?
O que sonha fazer e que ainda não fez?
Ou qual desejo realizou recentemente?

Avatar
Dominique

Nasceu em 1964. Ela tem 55 anos, mas em alguns posts terá 50, 56, 48, 45. Sabe porque? Por que Dominique representa toda uma geração de mulheres. Ela existe para dar vida e voz às experiências, alegrias, dores, e desejos de quem até pouco tempo atrás era invisível. Mas NÓS estamos aqui e temos muito o que compartilhar. Acompanhe!

Seja a primeira a comentar

Comentar

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

QUER MAIS CONTEÚDO ASSIM?
Receba nossas atualizações por email e leia quando quiser.
  Nós não fazemos spam e você pode se descadastrar quando quiser.
CADASTRO FEITO COM SUCESSO - OBRIGADO E ATÉ LOGO!
QUER MAIS CONTEÚDO ASSIM?
Receba nossas atualizações por email e leia quando quiser.
  Nós não fazemos spam e você pode se descadastrar quando quiser.
CADASTRO FEITO COM SUCESSO - OBRIGADO E ATÉ LOGO!
QUER MAIS CONTEÚDO ASSIM?
Receba nossas atualizações por email e leia quando quiser.
  Nós não fazemos spam e você pode se descadastrar quando quiser.
CADASTRO FEITO COM SUCESSO - OBRIGADO E ATÉ LOGO!
QUER MAIS CONTEÚDO ASSIM?
Receba nossas atualizações por email e leia quando quiser.
  Nós não fazemos spam e você pode se descadastrar quando quiser.