Tag: sol

Desproteja-se no verão! Nem que seja só um pouquinho…

É protetor solar, protetor labial, protetor de cabelo, óculos escuro, chapéu… Para. É tanto protetor que a gente precisa se desproteger um pouco de vez em quando e simplesmente deixar o sol entrar na mente. E o essencial do verão é ser feliz!

Sabia que para conseguir repor a vitamina D, a gente precisa tomar ao menos 15 minutos de sol sem protetor solar ?  Taí um bom motivo!

Li por aí que o melhor horário pra tomar sol é quando a sombra do corpo é menor que a própria altura. Assim, a posição do sol também influencia na produção da vitamina D. Isso normalmente acontece depois das 10h da manhã e antes das 16:30h da tarde.

Agora, eu tô cansada de saber que preciso de vitamina D para garantir ossos fortes. Eu tô mesmo atrás dos raios solares que provocam bom humor, energia, alegria…

Nesta estação do ano, parece que todos ficam mais bonitos e bem-humorados, não é?

E que tal andar um pouco descalça?  É uma sensação de liberdade! E, acreditem, traz benefícios para a saúde. Descobri vários, mas só de exercitar e fortalecer os músculos do pé está de bom tamanho, porque é preciso resistência para suportar o corpo inteirinho.

É lógico que não vou sair por aí pisando em qualquer lugar e nem me expondo ao sol do meio-dia. Mas com responsabilidade é possível curtir muito mais, sem medo de ser feliz.  

Afinal, é uma época deliciosa para praticar atividades ao ar livre, aproveitando cada pedacinho da natureza e a companhia dos amigos e da família.  É época de praia, festas, férias e fugir da rotina…

Ah, o verão é tudo de bom, né?

Seja a primeira a comentar

Comentar

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Maiô… biquíni… ou burca?

Dominique - Maio, biquini ou burca
Biquíni… Usar ou não usar?
Montones de amigas minhas já não usam mais.
Optaram pelo maiô. Acham que não tem mais o que mostrar.
Well, na verdade talvez poucas mulheres no mundo tenham, se considerarmos os padrões de beleza atual.

No nosso mundo real, todo mundo tem barriguinha, marquinha, etc…
Na minha idade então, se pudesse, só tiraria a roupa a meia luz. Existe 1/4 de luz?
Tenho espelho… E sei como as coisas estão.
Mas não consigo ficar com a barriga branca.!!
Não consigo!!!

Marca de biquíni grande até aguento… Mas barrigona branca?
Me sinto como aqueles mamíferos que nadam, que tem a parte inferior branca. Soltam água por um buraquinho e são geralmente pretas na parte de cima..
Isso… acertou… você pensou naquele animal que me recuso falar o nome e me comparar a um deles.

E de mais a mais, tudo melhora com uma corzinha, né?
Um bronze as vezes é melhor que uma plástica. Sério.
Por isso, uso biquíni sim. Doa a quem doer.
Mas péra… péra… péra…
Não é sempre… na-na-ni-na-não.
Biquinão eu uso “cazamigas”.
“Tamu” tudo parecida, apesar de algumas raras não estarem e outras não acharem que estão.

Agora, tem ocasiões que o biquíni deveria ser proibido por lei como diz a Suzy.
Reunião de amigos de escola no sitio do Zezão…
Catzo… Quem deu a ideia de fazer em volta da piscina? De dia? Sol a pino? E pra levarmos a tal “roupa de banho”. Afff…
Convidada na casa de praia da família do genrinho…
Maresias em feriado de 25 de janeiro… Nãooo… Ai passa longe!!! Vai pra Campos!

Mas voltando… Nestas ocasiões… Maiô… Mas “prestenção”… Não é qualquer maiô…
Tem que ser aquele decotado, que valoriza seu colo, que ainda está bem legal.
Obviamente liso… De cor escura, porque aqui ninguém é bobinha, né?
E ai, um paninho bem fininho, jogado displicentemente para cobrir aquilo que você tem certeza que é melhor ninguém ver.
Seja lá o que for.
Ahhh… Tipão gata… Linda e poderosa…
Vai até parecer que você usou o maiô, só porque achou lindo e confortável!

Hahahahaha… se não for assim, só mesmo com a burca!!!!!

Leia mais:

Quais roupas ficam bem em uma Dominique?
Fui às compras… atacada e magra!

Eliane Cury Nahas
Eliane Cury Nahas

Economista, trabalha com tecnologia digital desde 2001. Descobriu o gosto pela escrita quando se viu Dominique. Na verdade Dominique obrigou Eliane a escrever. Hoje ela não sabe se a economista conseguirá ter minutos de sossego sem a contadora de histórias a atormentá-la.

5 Comentários
  1. aos 53 anos, depois de um casamento de 33 anos, um divórcio litigioso, eu redescobri a mim e ao meu corpo. eu decidi que mesmo que meu corpo não esteja igua aos 20 anos, ele é o meu corpo. descobri novamente meu corpo, em todos os aspectos, com um homem maravilhoso que me desejou como eu era. desta maneira, hoje, aos 57 anos, curto meu corpo. moro na praia, uso biquini, e bem pequeno. muitas vezes não uso nada. vou para a praia de naturismo e fico nua. isto sim, é um grande exercicio para olhar seu próprio corpo, e entender que a vida é muito mais do que um corpo perfeito.

  2. Amei o texto e as dicas, fico muito sem graça quando convidam para piscina dos colegas dos filhos com família agora DOMINIQUE que me tornei não terei mais problemas.

Comentar

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

QUER MAIS CONTEÚDO ASSIM?
Receba nossas atualizações por email e leia quando quiser.
  Nós não fazemos spam e você pode se descadastrar quando quiser.
CADASTRO FEITO COM SUCESSO - OBRIGADO E ATÉ LOGO!
QUER MAIS CONTEÚDO ASSIM?
Receba nossas atualizações por email e leia quando quiser.
  Nós não fazemos spam e você pode se descadastrar quando quiser.
CADASTRO FEITO COM SUCESSO - OBRIGADO E ATÉ LOGO!
QUER MAIS CONTEÚDO ASSIM?
Receba nossas atualizações por email e leia quando quiser.
  Nós não fazemos spam e você pode se descadastrar quando quiser.
CADASTRO FEITO COM SUCESSO - OBRIGADO E ATÉ LOGO!
QUER MAIS CONTEÚDO ASSIM?
Receba nossas atualizações por email e leia quando quiser.
  Nós não fazemos spam e você pode se descadastrar quando quiser.