Mas o que o moço da alfândega vai pensar?

História enviada por Cássia Buarque

Adoro viajar com minhas amigas. A risada é sempre garantida.
No ano passado, viajamos em quatro amigas para passar um final de semana em Buenos Aires.
Ficamos em um hotel bem bacana, próximo à Rua Florida, a principal rua comercial da cidade.
Por coincidência, tinha um sex shop bem na frente do hotel.

Nenhuma de nós tinha ido a um sex shop antes.
Pensamos que poderia ser uma oportunidade para conhecer a loja sem correr o risco de sermos vistas por algum conhecido.
Enquanto tiramos esta conclusão e entramos na loja…
…. estaciona bem na porta um ônibus lotado de brasileiros!!!!

Ahhhh!
Duas das minhas amigas, no desespero de serem reconhecidas, saíram correndo e travaram a porta automática!
Pense no mico, justo para as amigas que pretendiam passar despercebidas num sex shop.
Ok! Passou!
Não era ninguém conhecido e não fomos descobertas.
Lá ficamos por mais algum tempo, perguntando para a atendente sobre os produtos, os brinquedos e esclarecendo muitas dúvidas.
Vou relevar que foi muito instrutivo.

Lembrei que há algum tempo atrás, em uma outra viagem para o exterior, uma querida amiga me pediu um vibrador com pilhas.
Na época eu fiquei meio constrangida e fingi que tinha esquecido da encomenda.
Mas naquela loja a atendente era tão simpática que eu resolvi comprar o presente para esta amiga.
Embrulhamos com laços e fitas.
Dois dias depois, peguei o avião de volta pra casa.

Quando cheguei em casa já fui logo avisando para o meu marido:
– Não abra a mala na frente das crianças porque tem presentes que não são deles.
Ele não entendeu. Foi aí que eu expliquei que tinha visitado a loja e comprado o tal vibrador de presente para aquela nossa amiga em comum.
Ele parou um pouco pra pensar, me deu um olhar meio incrédulo e perguntou:
– Você passou pela alfândega?
Eu respondi que sim.
– Mas você passou a mala pelo raio X?
De novo, eu respondi que sim.
O homem ficou incrédulo!!!
– Mas que vergonha, ele me disse.
– O que o que o moço da alfândega vai pensar ao ver isso na sua mala?????

Hoje eu posso dizer que a minha viagem com as amigas ainda rendeu muitas risadas em casa também!

Dominique

Nasceu em 1964. Ela tem 52 anos, mas em alguns posts terá 50, 56, 48, 45. Sabe porque? Por que Dominique representa toda uma geração de mulheres. Ela existe para dar vida e voz às experiências, alegrias, dores, e desejos de quem até pouco tempo atrás era invisível. Mas NÓS estamos aqui e temos muito o que compartilhar. Acompanhe!

Seja a primeira a comentar

Comentar

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

QUER MAIS CONTEÚDO ASSIM?
Receba nossas atualizações por email e leia quando quiser.
  Nós não fazemos spam e você pode se descadastrar quando quiser.
CADASTRO FEITO COM SUCESSO - OBRIGADO E ATÉ LOGO!
QUER MAIS CONTEÚDO ASSIM?
Receba nossas atualizações por email e leia quando quiser.
  Nós não fazemos spam e você pode se descadastrar quando quiser.
CADASTRO FEITO COM SUCESSO - OBRIGADO E ATÉ LOGO!
QUER MAIS CONTEÚDO ASSIM?
Receba nossas atualizações por email e leia quando quiser.
  Nós não fazemos spam e você pode se descadastrar quando quiser.
CADASTRO FEITO COM SUCESSO - OBRIGADO E ATÉ LOGO!
QUER MAIS CONTEÚDO ASSIM?
Receba nossas atualizações por email e leia quando quiser.
  Nós não fazemos spam e você pode se descadastrar quando quiser.