Como foi fazer intercâmbio mais… Dominique!

Dominique - Intercâmbio

Eu sempre quis estudar fora do Brasil e aprender a falar uma outra língua. Algumas, na verdade… O sonho da minha adolescência era falar francês e morar em Paris. Eu amava a língua, a cidade… eu até tenho uma descendência lááá longe com a França… mas sem internet, minha imaginação viajava longe.

Mas como disse, eu quis, mas nunca pude. Morava numa cidade do interior, de família classe média. Fazer um intercâmbio era pra quem fazia parte do Rotary Club da cidade. Não existia por lá agências de viagens. Além disso, o investimento era alto pra uma época de hiperinflação. Eu também acho que meus pais tinham medo.

Não preciso falar que o tempo passa rápido, né.
Do colegial (sim, ensino médio é termo de agora!) eu já fui pra faculdade. No finzinho da faculdade eu fui a única que conseguiu o emprego sonhado por muitos colegas da turma. Eu fui privilegiada e este privilégio fez com que eu adiasse ainda mais o meu sonho. Como eu poderia abrir mão de uma oportunidade dessas?

E o tempo passa de novo…
Desta vez eu caso, compro casa, foco na carreira… e o meu sonho continua lá, guardadinho.
Até que o tempo passa como um vendaval… e deixa tudo de cabeça pra baixo.
Eu me separo e vendo a casa.
Como não tive filhos aquela era a hora.

Eu, com quase com 35 anos, largo o trabalho, junto todo o meu dinheiro e vou fazer um intercâmbio nos Estados Unidos. Intercâmbio mesmo, com host mother e escola o dia todo para aprender a língua. Você consegue imaginar uma sala de aula com japoneses, chineses, franceses, alemães… todos recém-saídos da adolescência e eu. Fui pra Berkeley, ao lado de São Francisco, em vez de Paris, porque meus sonhos também tinham mudado.

Foi incrível.
O que eu experimentei foi muito além de viver em um novo país e aprender uma nova língua.
Acho que ganhei muito mais, aproveitei muito mais, e tudo por causa da minha maturidade.

A minha primeira descoberta foi sobre morar. Eu pude aproveitar muito a cidade, conhecer cada cantinho e sua história. A minha host mother era uma mulher quase da minha idade. Com ela e os seus amigos professores de Berkeley eu tinha conversas muito interessantes.

Eu também aprendi muito mais rápido. Tô falando sério! Primeiro porque era o meu dinheiro que estava investido na empreitada, não iria desperdiçar. Mas acho que tive muito mais foco. Sentava e estudava pra valer. Perguntava tudo para os professores. Vergonha, eu, lá longe??

Eu viajei muito. Tinha um pouquinho mais de dinheiro e ninguém pra dar satisfação. Conheci a Califórnia inteira e um pedacinho do Oregon. Fiz um passeio chamado Grand Circle por vários parques nacionais americanos, em 5 ou 6 estados. Fui pra Nova York. Fiz uma festa de aniversário em Las Vegas…

Mais do que fazer amigos, eu aprendi sobre culturas. Eu conversei e aproveitei tudo o que pessoas do mundo todo podiam me ensinar. Uma grande amiga do Japão me mostrou muito sobre a sua cultura. Aprendi palavras em várias línguas e muitos costumes diferentes. E conheci gente de lugares que nunca tinha ouvido falar. Um amigo da Île de La Réunion, no meio do Oceano Índico, e outra amiga da Nova Caledônia, outra ilhota na Oceania.

Eu me autorizei a descansar e aproveitar. Com um passado de trabalho duro e algumas histórias pesadas, a vida tinha me engolido. Eu parei em vários momentos pra olhar, perceber tudo. Como pode ser incrível o pôr do sol no Pacífico!

Eu fiz novos cursos. Além de fazer a língua, eu descobri alguns cursos curtos e muito interessantes. Cursei algumas aulas na Universidade da Califórnia, aprendizado que me ajudou muito na recolocação profissional após o meu retorno. Descobri todo um novo mundo de especializações que não tinha ideia.

Quando eu fiz esta empreitada de um ano sabático a internet estava no comecinho. Nem redes sociais existiam… ou tinham acabado de lançar o Orkut (quem lembra?). Hoje, é bem fácil buscar todas estas informações. Mas nada se compara a ter, viver toda esta experiência. Quando eu voltei eu percebi que estava muito mais independente, disposta a fazer coisas na vida na vida.

Hoje, as empresas de intercâmbio oferecem várias opções diferentes para um intercâmbio fora. Uma amiga ficou um mês na Itália aprendendo fotografia. Outra fez um curso de gastronomia na Espanha. É só ver o seu sonho, juntar um dinheirinho, e se jogar.

Eu tenho um novo sonho. E vai ser França, sim! Eu vou aprender bordado na École Lesage de Paris. Acho lindo o bordado dos vestidos de alta costura. Não penso em fazer este curso para buscar uma nova carreira. Gostaria apenas de saber um pouco mais sobre a Maison que reinventou o bordado pra marcas como Chanel, Valentino e Dior. Quem sabe fazer algumas roupas legais para mim mesma? Um dia eu vou fazer alguns cursos pequenos lá e aproveitar um mês em Paris. Até que enfim!

Avatar
Ju Junqueira

Jornalista que trabalha com internet há 20 anos. Divide o tempo entre as inovações tecnológicas e os trabalhos manuais no estilo Do It Yourself. Descobriu que é melhor que fazer meditação.

6 Comentários
    1. Quais são os seus medos? Acho que podemos tomar vários cuidados… já somos maduras pra não fazer loucuras. Tenta realizar o seu sonho sim. É tão enriquecedor.

    1. Silvia… imagina. Acho que a gente pode realizar este sonho em qualquer idade. Não perde ele de vista, hein.

Comentar

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

QUER MAIS CONTEÚDO ASSIM?
Receba nossas atualizações por email e leia quando quiser.
  Nós não fazemos spam e você pode se descadastrar quando quiser.
CADASTRO FEITO COM SUCESSO - OBRIGADO E ATÉ LOGO!
QUER MAIS CONTEÚDO ASSIM?
Receba nossas atualizações por email e leia quando quiser.
  Nós não fazemos spam e você pode se descadastrar quando quiser.
CADASTRO FEITO COM SUCESSO - OBRIGADO E ATÉ LOGO!
QUER MAIS CONTEÚDO ASSIM?
Receba nossas atualizações por email e leia quando quiser.
  Nós não fazemos spam e você pode se descadastrar quando quiser.
CADASTRO FEITO COM SUCESSO - OBRIGADO E ATÉ LOGO!
QUER MAIS CONTEÚDO ASSIM?
Receba nossas atualizações por email e leia quando quiser.
  Nós não fazemos spam e você pode se descadastrar quando quiser.