Gastronomia

O livro de receitas das Dominiques

Você já está participando do nosso Grupo das Dominiques? Está super movimentado, todo dia tem uma novidade por lá. Foi no nosso grupo que surgiu a ideia de criarmos O Livro de Receitas das Dominiques. As únicas regras para enviar os cardápios foram: ser light e ser para servir no jantar. 

Muitas Dominiques aderiram ao nosso projeto em grupo e enviaram as suas sugestões de pratos com baixa caloria. Outras apoiaram a iniciativa e já querem guardar as receitinhas. Eu também adicionei algumas ideias de comidinhas que eu gosto muito. A partir de agora vamos transformar esse post no nosso livro de receitas. O que você acha? 

A opção pelos alimentos leves no jantar tem uma explicação. E se você é Dominique pode se identificar com os motivos. O primeiro deles refere-se às mudanças físicas e nutricionais que passamos após os 50 anos. Além disso, precisamos ingerir quantidades ideais de alimentos e redobrar a atenção para a qualidade nutricional.

Acho que 10 entre 10 Dominiques vão concordar. O acúmulo maior de gordura abdominal preocupa algumas mulheres e o ganho de peso geral tira muitas outras do sério. Mas não precisa perder a cabeça, o sono e nem viver só de alface! O caminho é selecionar um cardápio balanceado e muito saboroso. 

Cardápio para as Dominiques

A seguir você verá algumas receitas minhas e outras compartilhadas pelas Dominiques no nosso grupo. Tem algumas super originais, nunca tinha experimentado. Deu água na boca!!!

Omelete de Berinjela

Salada de Atum com Abacate

Frango com molho Teriyaki

Torrada de batata doce

Espaguete de Abobrinha

Salmão Mediterrâneo

Crepioca Light

Mais posts com receitas

Cardápio de praia

Receitas com bacalhau

1 Comentário

Comentar

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

8 itens inovadores de cozinha sem os quais já não sei viver

É claro que podemos passar bem sem algumas bugigangas. Eu, por exemplo, passei muito tempo vivendo maravilhosamente sem alguns itens de cozinha.  Mais por falta de conhecê-los do que por desmerecer sua utilidade. E confesso que depois de experimentar já não posso mais viver sem eles.

Hoje existem coisas que a gente nem sonhava no passado e eu simplesmente adoro ter acesso a elas. Com isso também descobri opções de presentes que são incríveis! E quem não gosta de presentear quem se ama com mimos inusitados?

Não estou falando de panelas. Embora eu tenha investido em algumas que são incríveis. Isso porque hoje existe design moderno, cores e materiais extremamente avançados, que não demandam nem um fio de óleo. E fazem toda diferença no sabor do alimento.

Mas não foi apenas o ato de cozinhar que deixou de ser só uma necessidade para ser realizado com prazer. Quando se organiza uma casa, encontrar objetos bonitos e inovadores faz os olhos de qualquer Dominique brilharem.

Seja para combinar todos os itens, cozinhar com maior facilidade, inventar receitas novas ou decorar o ambiente, ter as coisas certas faz toda a diferença.

Quer ver?  Vou te mostrar 8 objetivos que não vão sair nunca mais da minha casa.

1.Growleer

Que tal tomar seu chope favorito no conforto do seu sofá, no churrasco do fim de semana, na casa de um amigo, na praia ou em qualquer lugar que você esteja? É pra isso que o Growleer foi inventado.

Pode até parecer inútil, mas é uma experiência e tanto pra quem aprecia uma boa degustação. O recipiente pode ser de vidro, de cerâmica ou de alumínio. Ele possui tampa de rosca ou pressão com presilha. Esse modelo de tampa evita a perda de gás carbônico, conservando assim, por alguns dias, todo o frescor e sabor da bebida com a mesma qualidade.

2.Colher com balança digital de precisão

Porque sim ué! Eu acho que faz toda a diferença medir precisamente os ingredientes. Eu, por exemplo, vivo errando a mão no sal. E detesto comida salgada demais, que não nos deixa apreciar o sabor do alimento. Além de economizar tempo.

3.Termocirculador sous-vide

Se você é um amante da gastronomia, já ouviu pelo menos falar do sous-vide ou sob vácuo, em português. Mas para a maioria das pessoas, essa técnica de cozinhar alimentos ainda é completamente estranha.

Trata-se de um método em que o alimento é cozido em embalagens plásticas e herméticas, seladas a vácuo e imersas em uma vasilha de água com controle preciso tanto de temperatura (mais baixa que a tradicional), como de tempo.

Para tal controle, é necessário um aparelho chamado termocirculador como o da foto abaixo:

4.Mini fogão de parede

Eu sei. Você vai achar desnecessário, mas é igual ao forno elétrico. Não ocupa espaço e é muito prático para quem como eu detesta micro-ondas. Também é ideal para as Dominiques que moram sozinha e não tem o hábito de cozinhar com frequência. Eu presentei uma amiga minha que se mudou para um apartamento pequeno em Portugal e ela amou!

5.Concha de dinossauro

Ain!!! Mas por que não posso viver sem uma concha de dinossauro? Porque além de linda e criativa, ela é super prática também. E transforma a cozinha num dos ambientes  mais animados do lar, em que se quer sempre estar.

6.Colher que mexe sozinha

Já pensou que sonho? Cozinhar e não precisar ficar mexendo aquela receita sem parar para não desandar. É isso mesmo! Essa colher não requer nenhum esforço. É só ligar e deixá-la misturando na panela enquanto você faz o que quiser. Definitivamente, não vivo sem.

7.Resfriador de bebida instantâneo

É chato quando convidamos alguém para beber um vinho e a bebida não está em temperatura ideal, não é? Seus problemas acabaram! Veja esse bico feito com o mesmo aço inoxidável dos tanques de conservação.

Refresca a sua bebida em até 15° C deixando muito mais agradável para ser saboreada, dispensando a utilização de baldes de gelo e uso de refrigerador.

8.Escorredor de massa ajustável

Eu amo macarrão, mas detesto lavar o escorredor. Me parece algo tão inútil sujar muita louça para uma comidinha que deveria ser prática… Então olha só o que eu achei? Esse utensílio é regulável e serve para qualquer panela. Não é bárbaro?

E, então! Confessa se não ficou com desejo de alguns desses itens?

Leia também Cozinha e Copa – Os lugares mais badalados e gostosos da casa.

Seja a primeira a comentar

Comentar

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Receitas de bacalhau para inovar a tradição da Páscoa

Nem só de chocolate é feita a Páscoa. A tradição também pede à mesa o peixe, principalmente o bacalhau. É um clássico da época, tal qual o ovo de Páscoa! E não importa a sua preferência. Há sempre uma receitinha que casa super bem com a ocasião, capaz de agradar toda a família. Eu separei as minhas preferidas para te ajudar a planejar um cardápio tudo de bom!

Não sei se você sabe, mas o bacalhau é uma denominação para diversas espécies de peixes encontrados nos mares frios da Escandinávia. Dinamarca e Noruega são os mais famosos produtores!

De sabor incomparável, é um peixe que vai bem com todos os tipos de acompanhamentos. Seja em posta, desfiado, em lascas, assado, cozido ou frito.

Viu?

O que não faltam são opções para você preparar.

Mesmo para quem como eu não tem muito jeito na cozinha, há receitas simples que são irresistíveis.

Confira algumas delas e escolha a sua preferida!

#Escondidinho de bacalhau

INGREDIENTES

1 kg de bacalhau dessalgado e desfiado

1 kg de mandioca cozida e amassada

1 creme de leite

1 requeijão

1 cebola grande picada

1/2 vidro de leite de coco

1/2 xícara de azeitonas picadas verde ou preta

200 g de mussarela em fatias ou ralada

Azeite para fritar a cebola

Cheiro verde a gosto

MODO DE PREPARO

Bacalhau

Em uma panela coloque o azeite e frite a cebola.

Coloque o bacalhau, já dessalgado e desfiado e refogue.

Acrescente as azeitonas e por último o cheiro verde.

Reserve.

Massa da Mandioca

Em uma tigela coloque a mandioca já amassada.

Acrescente o requeijão cremoso, o creme de leite e 1/2 xícara de leite de coco.

Misture bem e reserve.

Em um refratário coloque metade da massa da mandioca, todo o bacalhau refogado e por cima o restante da massa da mandioca.

Cubra com a mussarela com papel alumínio e leve para gratinar por 20 minutos. Sirva.

# Risoto de Arroz Negro com Bacalhau e Castanhas Portuguesas

INGREDIENTES

200 grama(s) de arroz negro

100 grama(s) de castanhas portuguesas congeladas pré-cozidas

1 colher(es) de sopa de manteiga

1/2 cebola

1/2 xícara(s) de chá de vinho branco seco

1 litro(s) de caldo de legumes

50 grama(s) de queijo parmesão ralado

200 grama(s) de bacalhau dessalgado desfiado

pimenta-do-reino a gosto

sal a gosto

colher(es) de sopa Azeite a gosto

1 ramo(s) de cerefólio, para decorar

MODO DE PREPARO

Passe as castanhas na frigideira com azeite deixando dourar levemente. Reserve.

Em uma wok ou frigideira larga, refogue a cebola na manteiga. Junte o arroz negro e vá cozinhando, acrescentando os temperos, o vinho e o caldo de legumes.

Quando o arroz estiver “al dente” e com sabor, adicione as lascas do bacalhau, misturando sempre. Esmague algumas castanhas e adicione à frigideira. Em seguida, adicione o queijo e depois o azeite.

Sirva em um prato decorando com algumas castanhas inteiras e um raminho de cerefólio por cima.

#Bacalhau ao forno

INGREDIENTES

1kg de lombo de bacalhau

2kg de batatas em rodelas

5 cebolas fatiadas

2 pimentões amarelos fatiados

4 pimentões vermelhos fatiados

150g de azeitonas pretas

alho fatiado a gosto

500ml de azeite de oliva

MODO DE PREPARO

Deixe o bacalhau de molho na água, dentro da geladeira.

Troque a água a cada 6 horas durante 3 dias consecutivos.

Quando escorrer o bacalhau pela última vez, jogue a água em uma panela e acrescente as batatas em rodelas.

Cozinhe as batatas al dente e reserve.

Em uma panela, ferva 2 litros de água.

Desligue o fogo, acrescente o bacalhau e tampe a panela por 10 minutos (assim o bacalhau cozinha e não resseca).

Escorra o bacalhau, retire os espinhos e a pele e separe-o em lascas grandes.

Em uma frigideira grande, aqueça uma xícara de chá de azeite e frite as batatas até dourarem. Reserve.

Na mesma frigideira, refogue os pimentões, a cebola e o alho no azeite. Reserve.

Em uma travessa grande, faça camadas de batata, bacalhau, cebola, pimentões e azeitonas.

Regue com o azeite restante e feche com papel alumínio.

Leve ao forno preaquecido a 180ºC por 40 minutos.

Retire do forno e sirva em seguida.

Um bom truque para nunca mais errar nos preparos no forno: as batatas e as cebolas devem ir para a assadeira já pré-cozidas. Se forem cruas junto com o bacalhau, até atingirem o ponto certo, o peixe já estará seco e sem graça.

#Salada de grão-de-bico com bacalhau

Resultado de imagem para salada de grão de bico com bacalhau

INGREDIENTES

1/2 kg de bacalhau cozido e desfiado

1/2 kg de grão de bico cozido al dente

2 cebolas grandes cortada em pedaço pequenos

1/2 copo de azeite

Vinagre a gosto

Sal a gosto

Salsinha/cebolinha a gosto

MODO DE PREPARO

Cozinhe o bacalhau por 20 minutos, reserve.

Cozinhe o grão de bico na água do cozimento do bacalhau por 30 minutos até ficar al dente.

Coloque tudo numa travessa grande e vai acrescentando os outros ingredientes misture bem e sirva frio de preferência no outro dia.

#Bacalhau ao requeijão gratinado

INGREDIENTES

1kg de bacalhau dessalgado

1kg de batatas

1 litro de leite

3 colheres de sopa de manteiga

800 gramas de requeijão firme (tipo Catupiry)

150g de parmesão ralado grosso

2 cebolas grandes picadinhas

Azeite para refogar

Sal a gosto

Salsinha e azeitonas para decorar

MODO DE PREPARO

Cozinhe o bacalhau sem pele, já dessalgado, no leite, até que fique macio. Retire com uma escumadeira, deixe esfriar e desfie em pedaços grandes. Reserve.

Cozinhe as batatas descascadas no mesmo leite em que cozinhou o bacalhau. Passe ainda quentes pelo espremedor.

Junte a manteiga e um pouco do leite em que cozinharam, se for necessário, para formar um purê. Acerte o sal se for preciso.

No azeite, refogue as cebolas até ficarem douradas. Acerte o sal e reserve.

Num pirex com azeite no fundo coloque o bacalhau desfiado.

Por cima espalhe a cebola frita e o requeijão em temperatura ambiente (reserve cerca des 300g para colocar por cima).

Coloque o purê numa manga de confeitar com bico pitanga grande e vá cobrindo toda superfície. Faça o mesmo com o requeijão reservado.

Polvilhe parmesão ralado grosso e leve ao forno para aquecer e gratinar.

Decore com azeitonas pretas sem caroço e salsinha bem picadinha.

Aproveite a ocasião e leia também Passo a passo para montar um maravilhoso arranjo de mesa na Páscoa.

Seja a primeira a comentar

Comentar

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Como Páscoa para chocolate

Mal acabou o feriadão do Carnaval e eu já estou pensando no próximo… Calma! Eu explico. É que eu amo celebrar a Páscoa. E sou louca por chocolate, claro. Simplesmente adoro a tradição, inclusive da caça aos ovos das crianças, que costuma divertir a reunião de família no domingo. Mas gosto ainda mais de presentear a quem amo. Acho tão significativo quanto o Natal.

Pode ser um embrulho bacana, uma caixa delicada, mas o que importa mesmo é o conteúdo. Não precisa ser nada gigante não, afinal ninguém que fazer o seu próximo engordar.  Uma lembrancinha para degustar é o que basta. Mas tem de ser de um bom chocolate. Afinal, quem não gosta? Dá pra agradar (quase) todo mundo.

Estou super empolgada com uma novidade que andei vendo por aí!  

Já ouviu falar do chocolate rosa ou ruby? Ele chega como um quarto sabor,  ao lado do branco, ao leite e amargo.

O melhor de tudo é que essa maravilha é extremamente natural. Os grãos do cacau – aqueles parecidos com feijões – que dão origem ao chocolate rosa são encontrados exclusivamente na Costa do Marfim, no Brasil e no Equador.  Por causa de suas características peculiares, ele deixa o chocolate naturalmente rosa e com gosto intenso, sem adição de aromas ou corantes.

Quem assina a descoberta é a empresa belga-suíça Barry Callebaut, uma das maiores processadoras de cacau do mundo.

Exótico demais?

Então, espera aí. Tem pra todos os gostos. Que tal uma caixa caseira de brigadeiros gourmet igual a essa aqui embaixo?

Quem aí é louco(a) por Brigadeiro? Nós também! Por isso, tivemos a difícil missão de degustar e eleger as 10 melhores Brigaderias Gourmet de São Paulo.

Uma espiada na internet e você encontra vários fornecedores confiáveis. Eu gosto muito do chocolate artesanal e tenho pensado em produzir a minha própria safra. Quem sabe não me animo. O que vocês acham?

Eu estou em dúvida. Será que vai ser tão divertido assim fabricar os ovos? E olha cada mimo eu achei. Essa panelinha com brigadeiro para comer de colher é fofa demais!

Panelinha de brigadeiro; da Cadô Presentes (www.cadopresentes.com.br), por R$ 12 (unidade). Disponibilidade e preço pesquisados em julho de 2013 e sujeito a alterações

E a ideia de colocar ovos de chocolate numa caixa de ovos de galinha é demais… Com essa sacolinha, então, fica um charme.

Pois é! Acho que esse ano vou cuidar só da embalagem…Olha esses saquinhos de pano com orelhinhas. Perfeito para rechear de doces.

E esse outro aqui! Cheio de ovinhos de chocolate fica uma graça. É simples, mas  o que conta é o carinho, né não?

Agora se é sofisticação que você quer,  que tal essa caixa de trufas? Dá água na boca só de olhar.

Tem também várias outras coisas que podem fazer a alegria de quem ganha só pela lembrança. Barras de chocolate, bombons , pão de mel ou até um bolinho de cenoura. Desde que a cobertura seja de chocolate, porquê não?


É por essas e outras que eu amo a Páscoa.  Não consigo abrir mão dessas delícias. Me resta aproveitá-las, mas sem enfiar o pé na jaca!

Leia também Passo a passo para montar um maravilhoso arranjo de mesa na Páscoa.

Seja a primeira a comentar

Comentar

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Um lanchinho pra chamar de seu

Quem passa o dia todo fora de casa sabe que é muito fácil cair nas tentações das comidas prontas que podem ser encontradas a cada esquina. Por isso, eu decidi manter aquele lanchinho saudável sempre à mão. Guloseimas para carregar dentro da bolsa mesmo, sabe? Caso das barrinhas de cereais que, além de práticas, são nutritivas e costumam me salvar em diversas ocasiões na correria do dia a dia.

Apesar de muitos alimentos se venderem como saudáveis, a gente sabe que não é bem assim quando se trata de industrializado. Estão cheios de açúcar e outros ingredientes que fazem mal camuflados, por exemplo. Esqueça as calorias e leia o rótulo. A gente encontra um monte de coisa que nem sabe o que é.

Então, para garantir que o que estou comendo é saudável messssmo eu decidi fazer as minhas próprias barrinhas. Já testei três receitas que se tornaram minhas queridinhas. Eu achei fácil de fazer até pra quem não tem grandes dotes culinários.

E, apesar de ser tudo natural, até as mais perecíveis como as de frutas podem ser guardadas por até sete dias.  As demais têm maior durabilidade e já consegui armazenar por bem mais de 15 dias. Mas cada caso é um caso e o ideal é experimentar técnicas variadas de acondicionamento que ajudam na conservação.

Mãos na massa, meninas!

# A de fruta é pop

Essa barrinha é a mais popular e é muito bacana porque a gente pode variar as frutas. Eu já testei com morango, banana e maçã.

Ingredientes

2 bananas cortadas em pedaços

½ xícara de aveia em flocos

1 xícara de granola

2 colheres de óleo de coco

3 colheres de açúcar mascavo

½ xícara de uvas-passas pretas sem caroço

½ xícara de mel

1/3 de uma xícara de agave

Modo de preparo

Primeiro, coloque em uma panela a banana e mexa até que ela comece a derreter, mas em fogo baixo. Logo, acrescente todos os ingredientes aos poucos: mel, uva-passa, açúcar mascavo, granola, aveia, óleo de coco e agave.

O agave é uma planta  com a qual se faz um xarope que tem a mesma quantidade de calorias que o açúcar comum, mas adoça quase duas vezes mais e atua na prevenção de diversas doenças.

Misture todos os ingredientes e, por fim, espalhe-os em um refratário untado com manteiga. Em seguida, leve-o ao forno de 30 a 40 minutos. Quando pronta, corte a receita em forma de barrinhas no tamanho desejado e embale. Rende até sete barrinhas.

#Eu só quero chocolate

Não sei vocês, mas eu sou tarada por chocolate e só de comer um pedacinho me dá aquela felicidade incrível. Daí essa opção ser uma das minhas preferidas.

Ingredientes

4 colheres de sopa de manteiga de amendoim OU 2 bananas

3 colheres de sopa de mel OU melado

6 colheres de sopa de granola

5 colheres de aveia em flocos

1/2 barra de chocolate meio amargo picada

Modo de preparo

A quantidade de cada ingrediente pode variar de acordo com o seu gosto. Sinta-se à vontade para colocar mais ou menos de qualquer um deles ;-)!

Com um garfo, amasse as 2 bananas  Pré-aqueça o forno a 180ºC.

Em uma tigela, misture primeiro a granola, a aveia e o chocolate (mas deixe alguns pedaços desse último separados, você vai usá-los mais tarde).

Depois, acrescente o mel e misture mais uma vez. Por fim, coloque a banana amassada. Lembre-se é pra misturar bastante! Tanto a ponto de você quase não ver a banana, que estará camuflada com os outros ingredientes.

Despeje essa mistureba em uma fôrma untada (sugiro óleo de coco). Alise-a, com a ajuda de uma espátula para que fique bem lisinha e decore com alguns dos pedacinhos de chocolate que estavam separados por cima.

Com uma faca, faça uma marcação superficial do tamanho das barrinhas (mas você não precisa cortá-las ainda!)

Agora é só escolher: ou leve a tábua ao forno por 30 minutos para depois cortar as barrinhas ou corte agora, envolva-as com filme plástico e deixe no refrigerador pela mesma quantidade de tempo!

#Castanhas e sementes podem!

Algumas gorduras são melhores que as outras e as oleaginosas estão nessa classe do bem. Pra melhorar, as castanhas são energéticas e grandes aliadas da saúde e da boa forma.

Ingredientes

1 col. (sopa) de mel

1 col. (sopa) de óleo de coco

2 col. (sopa) de chia

2 col. (sopa) de gergelim

8 castanhas-do-pará picadas

3 col. (sopa) de aveia em flocos

1 col. (sopa) de semente de abóbora

3 col. (sopa) de coco natural ralado

3 col. (sopa) de amêndoas

15 ameixas pretas secas picadas

Modo de preparo

Aqueça o mel e o óleo de coco até ficarem líquidos. Acrescente os outros ingredientes e misture bem.

Despeje a mistura em uma assadeira retangular forrada com papel-manteiga e leve ao forno preaquecido a 180 °C por 15 minutos ou até dourar.

Tire do forno e corte enquanto ainda estiver quente. Desenforme depois de frio.

Viu, como é simples? Com a fome saciada, não vai ser qualquer salgado ou comida processada que acabará com a nossa dieta!

Seja a primeira a comentar

Comentar

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

QUER MAIS CONTEÚDO ASSIM?
Receba nossas atualizações por email e leia quando quiser.
  Nós não fazemos spam e você pode se descadastrar quando quiser.
CADASTRO FEITO COM SUCESSO - OBRIGADO E ATÉ LOGO!
QUER MAIS CONTEÚDO ASSIM?
Receba nossas atualizações por email e leia quando quiser.
  Nós não fazemos spam e você pode se descadastrar quando quiser.
CADASTRO FEITO COM SUCESSO - OBRIGADO E ATÉ LOGO!
QUER MAIS CONTEÚDO ASSIM?
Receba nossas atualizações por email e leia quando quiser.
  Nós não fazemos spam e você pode se descadastrar quando quiser.
CADASTRO FEITO COM SUCESSO - OBRIGADO E ATÉ LOGO!
QUER MAIS CONTEÚDO ASSIM?
Receba nossas atualizações por email e leia quando quiser.
  Nós não fazemos spam e você pode se descadastrar quando quiser.