Família

Marron-Glacê – A Receita da minha avó

Tenho pensado muito na vovó. Lembrado de nossas histórias. Outro dia estava escrevendo sobre a lenda de São Martinho e sua relação com castanhas portuguesas, e adivinha? Lembrei de quando minha avó fazia em casa Marron-glacê para o ano todo na época de natal.

Marron-Glace
Receita de Marron-Glacê de minha avó. Escrita por ela em seu sagrado e organizado caderninho.

Minhas amigas Dominiques gostaram do texto e das receitas. Mas algumas, para minha surpresa, pediram a receita da vovó.

Fui procurar e achei. Com a letrinha dela, com as observações, e até o desenho de como amarrar as castanhas na gaze. 

Colega, essa época já é punk. Imagina esse reencontro com o caderno da vovó? Nossa, como me lembro dele. Na verdade deles. Ficavam todos em uma gaveta, embaixo da bancada de trabalho na cozinha. Os de capa azul eram os para receitas salgadas. Os verdes para doces. Ou vice-versa. 

Acho que já contei que quando era pequena, dormia todos ou quase todos os finais de semana com ela. E domingo de manhã, preparávamos o almoço da família. Quer dizer, eu com 4,5,6,7,8 anos era sua “auxiliar”. Tinha um banquinho de madeira em que subia para alcançar a bancada. E lá, do alto do meu banquinho, recebia minhas tarefas. E a primeira delas sempre era pegar o caderno.  

  • Ayouni, pega o caderno azul.  Hoje vamos fazer Salpicão que seu tio adora.    E lá ia a vovó fazer a maionese em casa!!! Sério!! 
Que delícia está sendo lembrar desses momentos. Mas bem, vamos ao Marrom Glacé.

Menina.. Jura que você quer fazer em casa??? Você tem ideia do trabalho? Quando achei a receita, comecei a ler. Reli porque achei que não tinha entendido. Mas não. É isso mesmo. São diaaaaaassssss….

Há 50 anos até entendo ela fazer. Hoje só pode ser em amor a castanha ou ao fogão né?

Mas você pediu e aqui está. 

Receita de Marron-Glacê da vovó Helena

Ingredientes:

  • 6 Kg de castanhas (yesssss…ela fazia para dar de presente e para ter de estoque em casa durante o ano)
  • 6 kg de açúcar (quem disse que era light?)
  • Lascas de erva doce
  • 2 Limões cortados em 4 – um para cada caldeirão – (isso, você leu certo. caldeirão)
  • Duas favas de baunilha
  • Rolos de gaze e barbante

Modo de fazer:

Descascam-se as castanhas que devem ser grandes e frescas.

Num caldeirão colocar água para ferver com um pedaço de limão. Mergulhar as castanhas na agua fervente de 6 em 6 para não deixar a agua esfriar e conseguir controlar esse rápido cozimento. (é minha linda, O trabalho só começou. De 6 em seis!!!!

Em seguida, ainda quentes, tirar com delicadeza a pele das castanhas.

Depois de todas já sem pele, embrulhamos em gaze duas a duas. 

Colocar os pacotinhos nos caldeirões e cobrir com água já fervendo. Deixar cozinhando no fogo baixo por 2 horas. 

  • Dia 1. Assim que completar o tempo indicado acrescentar o açúcar, e cozinhar por mais 90 minutos. Nos primeiros 20 minutos  fogo forte e depois fogo baixo. Sempre fervendo. Neste momento juntar as favas e lascas de baunilha que também deverão estar num saquinho de gaze. Completados os 90 minutos desligar o fogo, tampar a panela e deixar descansar por 12 horas.
  • Dia 2. Após 12 horas de descanso, cozinhar por mais 90 minutos. No começo fogo alto e depois baixo, mas sempre fervendo. Completados os 90 minutos desligar o fogo, tampar a panela e deixar descansar por 12 horas.
  • Dia 3. Gataaaaa….Vai repetir o procedimento de novo. Sério. Após 12 horas de descanso, cozinhar por mais 90 minutos. No começo fogo alto e depois baixo, mas sempre fervendo. Completados os 90 minutos desligar o fogo. 
Deixe esfriar. Tire a gaze com muiiiito cuidado para não quebrar as castanhas. Essa é uma operação realmente delicada.

Aí é só colocar em potes esterilizados. Você sabe esterilizar potes? Ahhhha vovó sabia. Tá na receita. 

Mas sabe o que eu acho? Você não precisa fazer 6 kgs . Faz um kg só. E come no dia, ou no dia seguinte. E depois se der certo, faz mais um kg. Porque fazer o próprio Marron-glacê é mesmo um luxo!!

Eu infelizmente, não tenho a habilidade necessária. E apesar de ter sido “assistente”da vovó fui uma péssima aluna. Se por acaso você experimentar a receita, me conta como ficou? Vai me fazer tão feliz….


Você conhece a história do Marron-glacê? Veja aqui

Dica da Dominique:  se você ama Marron-Glacê e não está afim de ter essa  trabalheira, a Dora, minha amiga faz o melhor Marron (para os íntimos) que já comi. Vou pedir para ela deixar o e-mail dela nos comentários. 

Marron-Glacê
Eliane Cury Nahas
Eliane Cury Nahas

Economista, trabalha com tecnologia digital desde 2001. Descobriu o gosto pela escrita quando se viu Dominique. Na verdade Dominique obrigou Eliane a escrever. Hoje ela não sabe se a economista conseguirá ter minutos de sossego sem a contadora de histórias a atormentá-la.

14 Comentários
  1. Muito obrigada por compartilhar a receita da sua avó! Vou ver se consigo fazer pelo menos 1Kg. Não sou muito boa na cozinha hahahaha.

    1. Olá,adoro marrom glacê, gostaria de comprar, é um pouco complicado pra eu fazer.
      Pode me passar o valor por Lilo?

  2. Tem que dar trabalho mesmo pra fazer, pq um marrom glacé é uma iguaria ímpar, um carinho na alma!!! Parabéns a quem se propõe a ele!!

  3. Minha tia também fazia o marrom glacê a receita dela veio da Itália,ela passou pra mim a nossa é quase igual só que leva cinco dias para ficar pronta minha tia morreu com noventa e três anos e ainda fazia é muito gostoso.

  4. Yaouni Eliane , essa é mesma receita que fazemos a 40 anos !! Sempre com a supervisão de minha mâe, que aprendeu com minha avó que era muito amiga da sua avó D Helena
    D Helena sempre me foi muito especial, mulher de fibra e de um capricho ímpar
    Deixo aqui meu contato para as Dominique’s 99185 2144 ❤️❤️❤️❤️

Comentar

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Envelhecer pode ser um barato!

Por: Cibele Hatoum

Em 19 de setembro a minha tia Margarida fez 93 anos. Fui dar um beijinho nela, como sempre, ver meus primos e a Neia (que trabalha lá tem décadas e diria que é a sua filha número três). Fui tomar aquele cafezinho, que eu nunca dispenso, como também o papo bom que ele provoca.

Olhando minha tia ali, sorridente, serena, feliz, indo e vindo em seus lapsos de memória, nos comentários que nos remetem a um passado tão gostoso ou nos fazem rir pela inocência que só o tempo devolve, eu pensei:

– Uau! Tá passando rápido demais!

Tia Margarida foi (e ainda é) uma das mulheres mais bonitas que eu já conheci. Figura imponente, classuda, vaidosa, sempre impecável com seus cabelos, unhas, maquiagem e perfume.

Ela, como minha mãe e as outras tias, era de uma geração em que o cuidado pessoal era automático, até o seu chinelinho de ficar em casa tinha um saltinho! Mas isso não a fazia frágil, tampouco fútil. De maneira alguma.

Viúva muito cedo, com dois filhos pequenos pra criar, a mulher que nasceu na década de 1920 e foi criada pra ser esposa foi muito mais que isso. Em um tempo que isso era bem incomum, tia Margarida e tia Minerva fizeram faculdade. Mulheres maduras, no final dos anos 70, não tinham essa pegada. Mas elas iam. Juntas! 

Orgulhosas e com um queixo tão empinado que muitos despreparados poderiam confundir com “metideza”, essa forma que encontraram de enfrentar o preconceito e a estranheza, era como encaravam a timidez em meio a tantos jovens numa cidadezinha na época com pouco mais de 20 mil habitantes… Elas “invadiam a praia” da moçada.

Estudaram, se formaram e se aposentaram como professoras de desenho. Elas eram fortes demais. Todas elas, cada uma a sua maneira. Mas hoje dedico minha lembrança a ela. A tia Margarida. A que cultivou com minha mãe a amizade mais sólida e cúmplice que já vi em uma existência inteira.
A que enfrentou suas limitações e sem se dar conta, se fortaleceu através das dificuldades, e principalmente, da sua suposta fragilidade.

Hoje, ela encanta com a doçura e a meiguice despretensiosa que a idade traz, talvez características da doença, mas isso pouco importa porque ela só quer dias assim: simples e felizes. Agradecendo o carinho. Agradecendo o amor. Ela agradece o tempo todo. Quando dá umas “fugidinhas” da realidade a gente busca ela novamente e ela canta! 

Surpreende por lembrar fielmente as musiquinhas infantis em árabe que eu já havia esquecido, canta hinos de anjos (que a Neia ensinou pra ela), e sorri, feliz da vida!

Envelhecer pode ser assim: leve!

Quando a gente abandona o peso das expectativas. Quando a gente não se cobra nada e se dá o direito de dizer o que pensa, resgatando uma liberdade que a infância levou, contando com a tolerância de todos porque, afinal de contas, a idade impõe esse respeito. É uma conquista do tempo não perdê-lo com o que não vale a pena.

Envelhecer pode ser muito bom.
E eu fico muito feliz em vê-la assim.
Que venham mais dias como esse….. e muitos aniversários tia querida. 
Para que continue cantando e encantando a todos nós.

Cibele Hatoum é jornalista.

Mais sobre Envelhecer:

Amiga para valer é tão gostoso quanto café com leite

Quando envelhecer, quero ir para um asilo topo

Seja a primeira a comentar

Comentar

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

9 ideias de presentes para sua mãe.

Tem coisa mais difícil do que acertar o presente para sua mãe?

Não? Então pergunte para seu filho. Para seu filho homem.

Filha é outra história. Costuma acertar quando quer. Mas filho, ai meus sais…

Aí tem aquelas que falam : Ahhh, qualquer coisa tá bom. Pode ser uma flor!

Menitraaaaa!!!!

Presente para mãe é coisa séria, tá?

Nunca reclamamos, mas quem é que não gosta de ganhar um presente? Presente com P maiúsculo.

Pois saiba que presente bom é presente pensado.

Saber que o filho usou alguns minutos de seu precioso tempo pensando no que faria a mamãe feliz é a glória. Sabemos de longe quando um presente foi comprado no caminho em 2 minutos ou quando foi elaborado. E fica esperto, porque sabemos mais rapidamente ainda quando um presente é comprado pela nora!!

Vou dar aqui algumas ideias. Para quem? Sei lá. Ideias de presente para quem é mãe ou para quem tem uma. Ou ainda para quem é avó. Que tal ensinar desde cedo o netinho a dar um presente bacaninha para a mãe?

Ahhh, e se você gosta de colocar a mão na massa, vai adorar as dicas.

1.Super fácil fazer esse carimbo de coração! Mas atenção!! Isso aqui é para enfeitar o pacote que contém o presente, tá?

Carimbinho coração

2. E esse porta trecos? Lindinho, né? Fácil de fazer e super criativo. Darlingggggg, ainda estamos falando de embalagens, tá? Se fizer esses porta trecos há de se ter coisinhas legais dentro.

3. Olha só que ideia genial!! Amei essa caixa com um KIT de jardinagem. Estou numa fase da vida que gostaria de começar novos hobbies e passatempos. Não sei se pensaria sozinha em jardinagem mas ganhar uma caixa linda destas realmente faria com que eu me animasse muito!

Kit Jardinagem

4. Quem foi que falou que ganhar fotos suas é presente para mim? Eitaaaa, que mania que filho tem de se achar a última bolacha do pacote. Pensa que é Adonis quando na verdade não passa de Narciso. Em todo caso, veja que legal esse jeito de arrumar fotos?

Porta Retrato estilizado

5. Bom, sempre temos a famigerada cesta de café da manhã. No entanto se for pra dar uma cesta de presente para sua mãe, que seja mega diferente e bonita. Em resumo, nada de requeijão e salaminho no prato de isopor.

Cesta de café da manhã

6. Flor..Hummm, já falei que a gente só fala que só uma flor basta. Vou repetir. É mentira!! Entretanto se ainda assim insistir na flor, veja que delicadinho e fofo esse vaso feito da garrafa de whisky que vc matou ontem?

Vasinhos decorados

E quem disse que mãe não bebe?

7. E por falar em bebida, de onde vc tirou a ideia que sua mãe não bebe? Ou que só bebe socialmente? Apesar de vc achar que ela só bebe água e Coca Zero, ela bebe um monte de outras coisas. Surpreendentemente bebidas alcoólicas que até dão um certo pilequinho. Mas ai de vc se chegar com uma garrafa na mão pura e simplesmente. Cara, não trate sua mãe como mano. Ela é sua mãe!!

Kit Vinho Rosé, nuts, biscoitinho e outras coisinhas.

8. Que tal uma caixa de chá? Olha só que boa ideia! Só que em vez de saquinhos de chá coloque aqueles acompanhamentos lindos para fazer drinks com Gin. Não ouse dar chá para sua mãe a menos que ele venha acompanhado de um lindo inglês para servi-la.

Caixas de chá ganham nova utilidade


Kit Gin

9. Tá bom, tá bom..Você não consegue imaginar a mamãe tomando uma bebida forte!! Bebida de homem!! E uma bebidinha cor de rosa? Aí pode? Olha só esse Kit que meigo… Refri, garrafinha fofa com bebida rosa, velas perfumadas!! Assim pode né? Visto que estou aqui representando tooodas as mães de filhos que não sabem presentear, eu atesto que certamente este é o presente ideal. Com quem ela vai beber isso? Menino!! Deixa de sua mãe beber em paz!!

Caixa com tônica, velas e Pink Gin Gordon’s,

Veja Também :

Ideias para presentes – DIY

Conhecendo a namorada de meu filho

Eliane Cury Nahas
Eliane Cury Nahas

Economista, trabalha com tecnologia digital desde 2001. Descobriu o gosto pela escrita quando se viu Dominique. Na verdade Dominique obrigou Eliane a escrever. Hoje ela não sabe se a economista conseguirá ter minutos de sossego sem a contadora de histórias a atormentá-la.

10 Comentários
  1. Kkkkkk muito bom!!
    Eu como mãe de 2 homens, sei bem o que é isso!!
    Difícil imaginá-los em grandes elaborações viu..
    Mas enfim, esperança é a última que morre..rsrs

  2. Amei o texto ! Mães de filhos homens sabem de tudo isso….mas, não temos competência para falar de forma tão clara e prosaica. Afinal, ser mãe permite privações inimagináveis… as vezes até de nossa inteligência.
    Parabéns Eliane. Vc foi demais!!!

  3. Quando percebo a falta de “tempo” ou ideia para me presentearam..sempre sugiro aos filhos um programinha.. ” Vale um jantar”…” Vale um almoco”…” vale um show”.. ” Vale um cineminha”… com Eles..é claro…

Comentar

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Receitas de bacalhau para inovar a tradição da Páscoa

Nem só de chocolate é feita a Páscoa. A tradição também pede à mesa o peixe, principalmente o bacalhau. É um clássico da época, tal qual o ovo de Páscoa! E não importa a sua preferência. Há sempre uma receitinha que casa super bem com a ocasião, capaz de agradar toda a família. Eu separei as minhas preferidas para te ajudar a planejar um cardápio tudo de bom!

Não sei se você sabe, mas o bacalhau é uma denominação para diversas espécies de peixes encontrados nos mares frios da Escandinávia. Dinamarca e Noruega são os mais famosos produtores!

De sabor incomparável, é um peixe que vai bem com todos os tipos de acompanhamentos. Seja em posta, desfiado, em lascas, assado, cozido ou frito.

Viu?

O que não faltam são opções para você preparar.

Mesmo para quem como eu não tem muito jeito na cozinha, há receitas simples que são irresistíveis.

Confira algumas delas e escolha a sua preferida!

#Escondidinho de bacalhau

INGREDIENTES

1 kg de bacalhau dessalgado e desfiado

1 kg de mandioca cozida e amassada

1 creme de leite

1 requeijão

1 cebola grande picada

1/2 vidro de leite de coco

1/2 xícara de azeitonas picadas verde ou preta

200 g de mussarela em fatias ou ralada

Azeite para fritar a cebola

Cheiro verde a gosto

MODO DE PREPARO

Bacalhau

Em uma panela coloque o azeite e frite a cebola.

Coloque o bacalhau, já dessalgado e desfiado e refogue.

Acrescente as azeitonas e por último o cheiro verde.

Reserve.

Massa da Mandioca

Em uma tigela coloque a mandioca já amassada.

Acrescente o requeijão cremoso, o creme de leite e 1/2 xícara de leite de coco.

Misture bem e reserve.

Em um refratário coloque metade da massa da mandioca, todo o bacalhau refogado e por cima o restante da massa da mandioca.

Cubra com a mussarela com papel alumínio e leve para gratinar por 20 minutos. Sirva.

# Risoto de Arroz Negro com Bacalhau e Castanhas Portuguesas

INGREDIENTES

200 grama(s) de arroz negro

100 grama(s) de castanhas portuguesas congeladas pré-cozidas

1 colher(es) de sopa de manteiga

1/2 cebola

1/2 xícara(s) de chá de vinho branco seco

1 litro(s) de caldo de legumes

50 grama(s) de queijo parmesão ralado

200 grama(s) de bacalhau dessalgado desfiado

pimenta-do-reino a gosto

sal a gosto

colher(es) de sopa Azeite a gosto

1 ramo(s) de cerefólio, para decorar

MODO DE PREPARO

Passe as castanhas na frigideira com azeite deixando dourar levemente. Reserve.

Em uma wok ou frigideira larga, refogue a cebola na manteiga. Junte o arroz negro e vá cozinhando, acrescentando os temperos, o vinho e o caldo de legumes.

Quando o arroz estiver “al dente” e com sabor, adicione as lascas do bacalhau, misturando sempre. Esmague algumas castanhas e adicione à frigideira. Em seguida, adicione o queijo e depois o azeite.

Sirva em um prato decorando com algumas castanhas inteiras e um raminho de cerefólio por cima.

#Bacalhau ao forno

INGREDIENTES

1kg de lombo de bacalhau

2kg de batatas em rodelas

5 cebolas fatiadas

2 pimentões amarelos fatiados

4 pimentões vermelhos fatiados

150g de azeitonas pretas

alho fatiado a gosto

500ml de azeite de oliva

MODO DE PREPARO

Deixe o bacalhau de molho na água, dentro da geladeira.

Troque a água a cada 6 horas durante 3 dias consecutivos.

Quando escorrer o bacalhau pela última vez, jogue a água em uma panela e acrescente as batatas em rodelas.

Cozinhe as batatas al dente e reserve.

Em uma panela, ferva 2 litros de água.

Desligue o fogo, acrescente o bacalhau e tampe a panela por 10 minutos (assim o bacalhau cozinha e não resseca).

Escorra o bacalhau, retire os espinhos e a pele e separe-o em lascas grandes.

Em uma frigideira grande, aqueça uma xícara de chá de azeite e frite as batatas até dourarem. Reserve.

Na mesma frigideira, refogue os pimentões, a cebola e o alho no azeite. Reserve.

Em uma travessa grande, faça camadas de batata, bacalhau, cebola, pimentões e azeitonas.

Regue com o azeite restante e feche com papel alumínio.

Leve ao forno preaquecido a 180ºC por 40 minutos.

Retire do forno e sirva em seguida.

Um bom truque para nunca mais errar nos preparos no forno: as batatas e as cebolas devem ir para a assadeira já pré-cozidas. Se forem cruas junto com o bacalhau, até atingirem o ponto certo, o peixe já estará seco e sem graça.

#Salada de grão-de-bico com bacalhau

Resultado de imagem para salada de grão de bico com bacalhau

INGREDIENTES

1/2 kg de bacalhau cozido e desfiado

1/2 kg de grão de bico cozido al dente

2 cebolas grandes cortada em pedaço pequenos

1/2 copo de azeite

Vinagre a gosto

Sal a gosto

Salsinha/cebolinha a gosto

MODO DE PREPARO

Cozinhe o bacalhau por 20 minutos, reserve.

Cozinhe o grão de bico na água do cozimento do bacalhau por 30 minutos até ficar al dente.

Coloque tudo numa travessa grande e vai acrescentando os outros ingredientes misture bem e sirva frio de preferência no outro dia.

#Bacalhau ao requeijão gratinado

INGREDIENTES

1kg de bacalhau dessalgado

1kg de batatas

1 litro de leite

3 colheres de sopa de manteiga

800 gramas de requeijão firme (tipo Catupiry)

150g de parmesão ralado grosso

2 cebolas grandes picadinhas

Azeite para refogar

Sal a gosto

Salsinha e azeitonas para decorar

MODO DE PREPARO

Cozinhe o bacalhau sem pele, já dessalgado, no leite, até que fique macio. Retire com uma escumadeira, deixe esfriar e desfie em pedaços grandes. Reserve.

Cozinhe as batatas descascadas no mesmo leite em que cozinhou o bacalhau. Passe ainda quentes pelo espremedor.

Junte a manteiga e um pouco do leite em que cozinharam, se for necessário, para formar um purê. Acerte o sal se for preciso.

No azeite, refogue as cebolas até ficarem douradas. Acerte o sal e reserve.

Num pirex com azeite no fundo coloque o bacalhau desfiado.

Por cima espalhe a cebola frita e o requeijão em temperatura ambiente (reserve cerca des 300g para colocar por cima).

Coloque o purê numa manga de confeitar com bico pitanga grande e vá cobrindo toda superfície. Faça o mesmo com o requeijão reservado.

Polvilhe parmesão ralado grosso e leve ao forno para aquecer e gratinar.

Decore com azeitonas pretas sem caroço e salsinha bem picadinha.

Aproveite a ocasião e leia também Passo a passo para montar um maravilhoso arranjo de mesa na Páscoa.

Seja a primeira a comentar

Comentar

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Como Páscoa para chocolate

Mal acabou o feriadão do Carnaval e eu já estou pensando no próximo… Calma! Eu explico. É que eu amo celebrar a Páscoa. E sou louca por chocolate, claro. Simplesmente adoro a tradição, inclusive da caça aos ovos das crianças, que costuma divertir a reunião de família no domingo. Mas gosto ainda mais de presentear a quem amo. Acho tão significativo quanto o Natal.

Pode ser um embrulho bacana, uma caixa delicada, mas o que importa mesmo é o conteúdo. Não precisa ser nada gigante não, afinal ninguém que fazer o seu próximo engordar.  Uma lembrancinha para degustar é o que basta. Mas tem de ser de um bom chocolate. Afinal, quem não gosta? Dá pra agradar (quase) todo mundo.

Estou super empolgada com uma novidade que andei vendo por aí!  

Já ouviu falar do chocolate rosa ou ruby? Ele chega como um quarto sabor,  ao lado do branco, ao leite e amargo.

O melhor de tudo é que essa maravilha é extremamente natural. Os grãos do cacau – aqueles parecidos com feijões – que dão origem ao chocolate rosa são encontrados exclusivamente na Costa do Marfim, no Brasil e no Equador.  Por causa de suas características peculiares, ele deixa o chocolate naturalmente rosa e com gosto intenso, sem adição de aromas ou corantes.

Quem assina a descoberta é a empresa belga-suíça Barry Callebaut, uma das maiores processadoras de cacau do mundo.

Exótico demais?

Então, espera aí. Tem pra todos os gostos. Que tal uma caixa caseira de brigadeiros gourmet igual a essa aqui embaixo?

Quem aí é louco(a) por Brigadeiro? Nós também! Por isso, tivemos a difícil missão de degustar e eleger as 10 melhores Brigaderias Gourmet de São Paulo.

Uma espiada na internet e você encontra vários fornecedores confiáveis. Eu gosto muito do chocolate artesanal e tenho pensado em produzir a minha própria safra. Quem sabe não me animo. O que vocês acham?

Eu estou em dúvida. Será que vai ser tão divertido assim fabricar os ovos? E olha cada mimo eu achei. Essa panelinha com brigadeiro para comer de colher é fofa demais!

Panelinha de brigadeiro; da Cadô Presentes (www.cadopresentes.com.br), por R$ 12 (unidade). Disponibilidade e preço pesquisados em julho de 2013 e sujeito a alterações

E a ideia de colocar ovos de chocolate numa caixa de ovos de galinha é demais… Com essa sacolinha, então, fica um charme.

Pois é! Acho que esse ano vou cuidar só da embalagem…Olha esses saquinhos de pano com orelhinhas. Perfeito para rechear de doces.

E esse outro aqui! Cheio de ovinhos de chocolate fica uma graça. É simples, mas  o que conta é o carinho, né não?

Agora se é sofisticação que você quer,  que tal essa caixa de trufas? Dá água na boca só de olhar.

Tem também várias outras coisas que podem fazer a alegria de quem ganha só pela lembrança. Barras de chocolate, bombons , pão de mel ou até um bolinho de cenoura. Desde que a cobertura seja de chocolate, porquê não?


É por essas e outras que eu amo a Páscoa.  Não consigo abrir mão dessas delícias. Me resta aproveitá-las, mas sem enfiar o pé na jaca!

Leia também Passo a passo para montar um maravilhoso arranjo de mesa na Páscoa.

Seja a primeira a comentar

Comentar

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

QUER MAIS CONTEÚDO ASSIM?
Receba nossas atualizações por email e leia quando quiser.
  Nós não fazemos spam e você pode se descadastrar quando quiser.
CADASTRO FEITO COM SUCESSO - OBRIGADO E ATÉ LOGO!
QUER MAIS CONTEÚDO ASSIM?
Receba nossas atualizações por email e leia quando quiser.
  Nós não fazemos spam e você pode se descadastrar quando quiser.
CADASTRO FEITO COM SUCESSO - OBRIGADO E ATÉ LOGO!
QUER MAIS CONTEÚDO ASSIM?
Receba nossas atualizações por email e leia quando quiser.
  Nós não fazemos spam e você pode se descadastrar quando quiser.
CADASTRO FEITO COM SUCESSO - OBRIGADO E ATÉ LOGO!
QUER MAIS CONTEÚDO ASSIM?
Receba nossas atualizações por email e leia quando quiser.
  Nós não fazemos spam e você pode se descadastrar quando quiser.