Tag: Currículo

Acredite: vale a pena investir o seu tempo no LinkedIn

Imagine abrir o arquivo do Word e começar a digitar o seu curriculum vitae. Bom, apenas imagine, porque fazer isso já é coisa do passado.

É que o LinkedIn tornou-se a principal rede social profissional e você pode construir o seu currículo lá. Depois, basta fazer um download das informações em pdf e pronto! Você tem em mãos um arquivo para ser enviado ou impresso.

Ok! Se você quiser fazer um arquivo e ter o LinkedIn ao mesmo tempo tudo bem. Mas lembre-se: o trabalho para manter os dois arquivos atualizados será dobrado. Tem tempo sobrando? Se é pra investir seu tempo nisso, use pra construir um currículo completo e eficiente direto no LinkedIn.

Agora que você já sabe onde, vamos para o como criar o currículo. Não se aflija! Não é complicado. Agora será uma questão de como escrever. É sempre bom lembrar que hoje em dia as pessoas não prestam muita atenção. E textão, então, quase ninguém lê.

Vamos às dicas?

  • criar o perfil é muito simples. Basta acessar www.linkedin.com, digitar seu nome completo, e-mail e uma senha. Pseudônimo não é permitido, ok! Pronto, perfil criado.
  • imagem vale muito, sim, principalmente no universo corporativo. Escolha uma foto que represente você como profissional. Nada de fotos de festas ou férias.
  • preencha todas as informações de contato, inclusive telefone e e-mail. Também podem entrar em contato por esses meios.
  • dedique parte do seu tempo para escrever um ótimo resumo. Alguns recrutadores podem parar aí e nem continuar a ler o seu currículo.
  • evite as buzzwords, que são as palavras de efeito só pra impressionar. Sério, não impressionam mais ninguém!
  • mostre o que você já realizou e, se for possível mensurar, os resultados obtidos. Por exemplo: aumentei em X% o número de clientes ou a rentabilidade da área cresceu de X para X.
  • se não for possível mensurar tudo bem. Dê exemplos do que você fez e como fez tanto no trabalho com em atividades complementares.
  • evite falar sobre o que você é, foque no que você faz. Lembra das buzzwords? Palavras como eficiente, motivado ou organizado não adicionam nenhum valor. Que empresa procura uma pessoa diferente disso?
  • existe uma área no perfil do LinkedIn chamada Competências. Adicione seus pontos fortes lá. Há itens como Conhecimento do Setor ou Competências Interpessoais. Capriche e aproveite para pedir recomendações de amigos!
  • a seção Experiência organiza as informações sobre onde e quando você trabalhou nas empresas. Você pode adicionar uma pequena descrição. Novamente, foque no que você realizou durante seu tempo na empresa. Se tem documentos para compartilhar, pode incluir!
  • complete o seu currículo com informações sobre a sua Formação Acadêmica e Conquistas, que incluem idiomas, prêmios, certificados, entre outros.
  • a seção Experiência de Voluntariado é bastante valorizada em empresas estrangeiras.
  • por fim, peça aos amigos e antigos colegas por Recomendações pelo seu desempenho e habilidades. Faça também recomendações e ajude outros. Você aprova os conteúdos antes da postagem, então pode ficar tranquila.
  • não divulgue o seu currículo antes de estar completo.

Depois de tudo pronto, você precisa manter o seu perfil atualizado. Sim, é mais uma rede social para você entrar sempre e postar conteúdo. Mas no LinkedIn você pode criar uma estratégia e se organizar.

Mais dicas?

  • o seu perfil será seu branding pessoal. Algumas vezes será o primeiro contato de uma empresa com você. Por isso, evite compartilhar informações pessoais.
  • relacione-se com a sua rede por meio de postagens regulares. Você não precisa escrever postagens longas e nem super produzidas. Bastar fazer um comentário ou compartilhar informações sobre assuntos pertinentes ao seu universo de trabalho.
  • participe de grupos de temas importantes para o seu meio de trabalho. Entre uma ou duas vezes por semana nos grupos e comente postagens de terceiros. Você pode se aproximar de pessoas interessantes.
  • o LinkedIn oferece uma plataforma de conteúdo para a publicação de artigos. Se você tiver material relevante, aproveite para postar e compartilhar com a sua rede!

Esse é um roteiro básico para você começar uma recolocação profissional no mercado. Claro que há várias outras dicas, que vamos compartilhar outro dia. Boa sorte!

Seja a primeira a comentar

Comentar

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Os desafios da recolocação no mercado de trabalho para Dominiques

Dominique - Trabalho

É fundamental que uma Dominique esteja preparada emocionalmente para todas as barreiras que irá encontrar para se recolocar no mercado de trabalho.

Assim como há organizações que optam por profissionais mais jovens, há também aquelas que buscam profissionais mais maduros para compor seu quadro de funcionários. Essas empresas compreendem que a maturidade traz ganhos que refletem no trabalho em equipe. Como a ponderação, o senso de responsabilidade, a empatia, comportamentos que podem vir com a maturidade e são buscados e admirados nas empresas.

É imprescindível manter o otimismo e ser persistente. Não se deixar levar pelo pessimismo e comentários alheios que só atrapalham nessas horas. Como “na sua idade”, “desista”, “melhor pensar em outra coisa”, “se eu fosse você me conformaria”.

O pessimismo pode atrapalhar porque é um processo de recolocação no mercado movido pela energia, garra e disposição. Cerque-se de pessoas e situações que a estimulem positivamente. Tenha sempre em mente que por mais desafiador que seja voltar ao mercado de trabalho nessa faixa etária é algo possível de se conquistar.

Comece pelo autoconhecimento, olhe para si e pergunte. “O que eu gosto”, “o que é importante para mim no contexto profissional”, “o que sei fazer com facilidade”, “o que eu posso oferecer ao mercado de trabalho”, “quais são meus pontos fortes”, “o que me interessa e o que não me interessa”. Refletir sobre essas questões ajuda a direcionar o foco na hora de buscar a recolocação.

Cuidado com a armadilha de pegar o primeiro trabalho que aparecer por medo de que não surja outro. Com exceção dos casos que envolvam uma necessidade financeira que não seja possível mais esperar. Do contrário, busque um trabalho que tenha a ver com você, com seu perfil.

Estude o mercado. Busque saber o que as empresas querem de seus profissionais, quais setores estão aquecidos e quais estão contratando. Esse é um momento para intensificar o networking e o marketing pessoal.

É importante participar de eventos relacionados à área que deseja atuar ou até mesmo eventos na área de RH e Recolocação. Alguns são gratuitos e pode ser uma boa estratégia estar lá. Circule, converse com as pessoas, deixe claro (sem medo) que está à disposição para uma nova oportunidade profissional.

Esteja nas redes sociais, principalmente no LinkedIn que é uma mídia social estratégica em recolocação, nela você pode buscar vagas e se candidatar. A plataforma é considerada uma “vitrine profissional”, portanto, deixe seu perfil completo para aumentar as chances de ser encontrada por recrutadores.

Por falar em falar em mídia social, vale reforçar o cuidado necessário com a escolha da foto para o perfil e o conteúdo de postagens no Facebook. Às vezes, uma foto mais “reveladora” pode comprometer sua imagem considerando o contexto profissional. Lembre-se que recrutadores tem como prática de seleção, a análise das mídias sociais dos candidatos.

Mantenha-se atualizada, busque fazer cursos práticos na sua área ou na área que pretende trabalhar. Dê preferência aos cursos presenciais para que tenha oportunidade de conhecer outras pessoas, se não for possível recorra aos virtuais. O importante é manter-se antenada.

A elaboração do currículo pede uma atenção especial. Primeiro faça uma boa correção ortográfica, currículos com erros de português e mal escritos podem facilmente tirar você da seleção.

Logo no início do currículo, deixe em destaque seus conhecimentos e atividades práticas que sejam coerentes ao cargo de interesse. Tenha claro seu objetivo e cite-o no currículo de forma bem resumida apontando o objetivo como: “analista departamento pessoal”, “atuar em contas a pagar”. Nunca use frases como “à disposição da empresa”.

Vale citar no currículo os projetos que você já se envolveu ou liderou. Se você já teve o próprio negócio, cite suas principais experiências nele. Caso você tenha morado um tempo fora do país vale dizer no currículo e no momento da entrevista. Quando questionarem sua ausência no mercado de trabalho, busque ser objetiva. Você pode dizer, por exemplo, que optou por se afastar em função de um projeto pessoal e que foi uma fase, mas que agora está num outro momento e preparada para vivenciar uma nova etapa profissional.

Dica da Dominique:

Existe um site de empregos para pessoas com mais de 50 anos chamado Maturijobs, que tal dar uma olhada? O seu futuro emprego pode estar lá.

E ai Dominique? Animada para voltar ao mercado de trabalho?

Leia Mais:

Nossos filhos, nossos sonhos? E se as escolhas deles forem diferentes das nossas?
A primeira experiência de Dominiques numa sex shop – Primeiro andar

Avatar
Simone Ayoub

Simone Ayoub é Consultora, Empreendedora, Coach, Palestrante e Docente, formada em Marketing pela Universidade Paulista e MBA em Recursos Humanos pelo Instituto Nacional de Pós-Graduação. Practitioner em Programação Neurolinguística com certificação internacional pelo Instituto de Desenvolvimento Pessoal e Profissional de São Paulo e Professional Coach pela Academia Brasileira de Coaching. Autora do livro "Marketing Pessoal para carreiras de alta performance". Idealizadora e fundadora da Sabber Consultoria & Treinamento, atua com Treinamentos in Company, Consultoria, Coaching de Carreira, Palestras e Cursos Abertos em território nacional.

Seja a primeira a comentar

Comentar

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

QUER MAIS CONTEÚDO ASSIM?
Receba nossas atualizações por email e leia quando quiser.
  Nós não fazemos spam e você pode se descadastrar quando quiser.
CADASTRO FEITO COM SUCESSO - OBRIGADO E ATÉ LOGO!
QUER MAIS CONTEÚDO ASSIM?
Receba nossas atualizações por email e leia quando quiser.
  Nós não fazemos spam e você pode se descadastrar quando quiser.
CADASTRO FEITO COM SUCESSO - OBRIGADO E ATÉ LOGO!
QUER MAIS CONTEÚDO ASSIM?
Receba nossas atualizações por email e leia quando quiser.
  Nós não fazemos spam e você pode se descadastrar quando quiser.
CADASTRO FEITO COM SUCESSO - OBRIGADO E ATÉ LOGO!
QUER MAIS CONTEÚDO ASSIM?
Receba nossas atualizações por email e leia quando quiser.
  Nós não fazemos spam e você pode se descadastrar quando quiser.