Destaque

Areias do Seixo, um hotel em Portugal a ser conhecido.

Uma hora o turismo mundial vai normalizar e quando isso acontecer, Areias do Seixo é destino imperdível.

Em Portugal, os hotéis voltaram a funcionar bem mais cedo que no Brasil, e em junho, todos já tinham adotado medidas de segurança super rígidas e adequadas a segurança se seus hóspedes.

Já na primeira semana de julho, sem medo de ser feliz, escolhi um hotel que há tempos estava querendo conhecer, em Santa Cruz, uma praia próxima a Lisboa, bem pertinho mesmo.

Fui com a minha melhor companhia, em outras palavras, eu comigo mesma. Desculpe a falta de modéstia, porém para viajar sozinha há de se gostar da própria sombra e principalmente aguentar o barulho dos próprios pensamentos.

Santa Cruz é uma vila de pescadores do concelho de Torres Vedras. A viagem de 70 km pela autoestrada é de cerca de 1 hora. Para você que é paulista, é como se estivesse indo para o Guarujá pela Imigrantes, sem trânsito, claro.

Fazia muito tempo que estava namorando o hotel Areias do Seixo, entretanto, achava caro e romântico demais para ir desacompanhada. Depois de tudo que passei nos últimos meses (escrevi nesse texto aqui), percebi que caro mesmo é meu bem-estar e se for esperar um par romântico para ir a certos lugares é capaz de nunca conhecê-los. Não que eu seja pessimista, mas quem disse que meu futuro amor vai querer ir à Santa Cruz?

Sempre lembrando que caro é tudo aquilo que não vale, entrei no site para fazer a reserva e qual não foi minha surpresa quando vi que até uma determinada data, eles estavam com 33% de desconto? Pois é, Não está fácil para ninguém e nessa pandemia o setor hoteleiro está tendo que se reinventar.

Portugal reabriu antes de muitos lugares, e entendi porque ao chegar ao hotel. É muito impressionante o nível de exigência de segurança em relação a normas sanitárias.

Clean & Safe
O ministério do Turismo de Portugal concede selo a estabelecimentos que cumprem todas as normas e regulamentações de segurança em relação ao COVID-19. Essa é uma maneira de deixar o turista confortável.

Lá chegando, encontrei a porta do hotel fechada, sendo que só abriram mediante minha identificação.

Já na entrada fiquei encantada. Adoro esse estilo de hotel onde tudo é super descolado, transado. O luxo está no detalhe que nunca é o que você imagina. Pode até ser pretensão, mas minha cara, algo meio Boho Chic, sofisticadamente simples.

A simpática Andréa, acompanhou-me a meu quarto que é um dos 14 do hotel. Reservei o que eles chamam de quarto Jasmim, pois lá não usam números, mas nomes para identificar as habitações. Mi Ma Bo, Quarto que Voa, Oxalá, Três Desejos, Sem Hora Marcada, são outros nomes que consegui ler nas portas de meus vizinhos – interessante, não acha?

O Quarto

Andrea, mostrando-me os detalhes daquele quarto em que ficaria os próximos 3 dias perguntou se eu sabia que o hotel por ser totalmente sustentável, não tinha ar condicionado. Confesso que fui acometida de um certo pânico junto a um repentino e inexplicável calor, provavelmente, psicológico. Minha simpática anfitriã sorriu e explicou que a arquitetura era propícia para a ventilação e que provavelmente não sentiria calor e que aquela bela lareira em frente a cama talvez fizesse mais necessária. Bem, a noite iria dizer, e meus afrontamentos (fogachos) dariam o veredito.

Ela saiu, e pus-me a desarrumar minha bagagem, ao som da playlist Areias do Seixo. Fiquei encantada com a seleção que tocava, e olha que sou chata, muito chata no que se refere a música. Não foram poucas às vezes que usei meu aplicativo para reconhecer o que tocava.

Um charme os quartos do Areias do Seixo.
O banheiro é um espetáculo a parte.

Deliciei-me no duche com vista para o entardecer. Coisa de filme. Desci para um drink e para o jantar.

Muitos casais já se encontravam no bar, aliás, só casais sendo eu a única pessoa desacompanhada mas também não vi nenhuma mesa de 4 pessoas.

Se eu me incomodei se estar sozinha num hotel tão romântico? De maneira alguma, entretanto, a experiência deve ser outra para casais apaixonados, o que não invalida a minha.

O Restaurante Areia do Seixo

Erro meu não saber o nome do Chef do restaurante Areias do Seixo pois comi como há tempos não o fazia. Vale a pena, um dia, uma visita, nem que seja só para lá jantar. O menu é sempre uma escolha do chefe de acordo com os produtos colhidos da horta no dia.

Uma caminhada pelo hotel depois do jantar, um chá de erva príncipe e resolvi que era hora de me recolher. Qual não é minha surpresa quando chego no quarto e ele está com velas acesas por todos os lados. Coisa mais bonitinha.

O sono

Seja lá por hábito ou apenas para ouvir barulho fui em busca do controle remoto para ligar a TV. Espera. Mas que TV? Procurei muito, pois fiquei com vergonha de ligar na recepção perguntando onde esconderam o aparelho. Depois de algum tempo entendi que o quarto não tinha TV. Nem frigobar, além do ar condicionado que já citei. Well my dear friend, em Roma como os romanos, só que no meu caso, o ditado deveria ser em Roma como O romano, já que o plural não se aplicava. Reconheço que a televi~\ao não fez a menor falta, dando-me a oportunidade de ler. Já o frigobar, para quem é viciada em água gelada e numa boa Coca Zero (pode me julgar, gosto mesmo), fez muita falta.

Segui o conselho da Andrea e deixei a janela aberta com as cortinas abaixadas e dormi muitíssimo bem, quem diria.

Acordei cedo e corri. Corri para o pequeno almoço ( café da manhã), ou julgou que ia sair correndo? Eu hein? Depois e só depois do café fui fazer o reconhecimento da área externa que levava a praia. Passei pelas suites que não são no corpo do hotel, essas sim para pombinhos mais do que apaixonados.

Na volta, peguei uma das bikes que o hotel oferece e fui até Santa Cruz propriamente dita.

Muito fofas as bikes disponibilizadas pelo hotel.

O Almoço

Fui passeando de bicicleta pela orla até chegar no Noah Beach que é um restaurante pé na areia pertencente ao Hotel Areia do Seixo. Fiz praia lá na frente e almocei uma belíssima Garoupa.

Assim segui essa vidinha besta por mais dois dias ainda usufruindo do Spa e da piscina do hotel sempre com as anteninhas ligadas de maneira a perceber cada um dos detalhes que me surpreendiam a todo instante.

Ahhh, importante contar. Uma amiga saiu de Cascais para passar o dia comigo no Hotel, entretanto não permitiram sua entrada. Quase morri de vergonha. Pedi, implorei, expliquei, mas nada convenceu a gerência do Areias do Seixo que justificou que a segurança dos hóspedes nessa época de Covid-19 está em primeiro lugar e não abririam exceção para nenhum visitante. Quer saber? No final das contas, achei super profissional.

O que fiz com minha amiga? Passamos o dia no Noah Beach e foi muito bom.

Leia Também:

Galerias em Lisboa – Um belo passeio

Barbara Godinho
Barbara Godinho

Sou uma Portuguesa meio tropicalizada. Moro em Lisboa, já fui curadora de museu e exposições. Hoje trabalho com turismo. Apaixonei-me pelo projeto Dominique e cá estou a colaborar.

1 Comentário

Comentar

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Deu certo minha experiência para fazer granola salgada

Todo mundo conhece a granola doce, um delicioso e saudável acompanhamento para frutas ou iogurte. Eu adoro e aprendi a fazer uma receita com os grãos, cereais e sementes que eu mais gosto. No entanto, como queria deixar “mais light”, usei apenas um pouco de mel. (Veja aqui!). Quando contei sobre minha experiência bem-sucedida para a Eliane Cury Nahas, ela comentou sobre a granola salgada. 

Eu nunca tinha ouvido falar! Eu já costumava usar grãos e sementes para misturar na salada, mas in natura. Até comprei um plástico para facilitar o uso no dia a dia. Olha que legal! Achei numa lojinha em São Paulo, mas não me lembro mais o endereço. Nesse potinho eu tenho sempre linhaça dourada e sementes de abóbora e girassol.

Eu já tinha comprado mais ingredientes do que o necessário para fazer a minha receita da granola doce. Foi ótimo! Nem precisei voltar a lojinha de produtos naturais. Para fazer a receita salgada, eu tirei as frutas e a aveia e adicionei a linhaça dourada. Usei muitos temperos secos e outros que tenho plantado aqui em casa. 

Passo a passo para fazer a granola salgada

Como eu nunca tinha feito, optei por fazer um teste com uma quantidade pequena de ingredientes. Em pimento lugar, coloquei todos os ingredientes numa forma. Em seguida, levei ao forno por 10 minutinhos. Nessa minha primeira fornada eu usei:

  • ¼ de xícara de linhaça dourada
  • ¼ de xícara de gergelim
  • ¼ de xícara de semente de abóbora
  • ¼ de xícara de semente de girassol
  • ¼ de xícara de amêndoa laminada
  • ¼ de xícara de chia
  • azeite de oliva
  • uma colher de sopa de salsinha e cebolinha desidratados
  • uma colher de sobremesa de alho desidratado
  • uma colher de sopa de alecrim
  • uma colher de sobremesa de páprica
  • sal grosso ralado (a gosto!)

Foi a melhor decisão, porque nas próximas tentativas vou misturar outros temperos que também adoro como curry, orégano, lemon pepper, cebola, pimenta…. Sabe que a receita salgada é até mais versátil que a doce? Além do mais, dá pra variar muito nos sabores. 

No início pensei em comer com saladas. Mas sabe que tenho misturado com outros pratos também. Estes dias eu grelhei um peito de frango e, em seguida, passei na granola… como uma milanesa, só pra dar um gostinho diferente. Ficou delicioso!

Bom para a saúde e para a dieta!

Nessas minhas pesquisas sobre a granola, vi que as duas versões – doce e salgada – fazem muito bem para a nossa saúde. Então, resolvi listar os principais benefícios. 

Estimula o bom funcionamento intestinal

A granola é rica em fibras, presentes nos grãos, cereais, sementes e frutas. Esses ingredientes estimulam o trânsito intestinal, prevenindo e combatendo a prisão de ventre, e ajudam na eliminação dos resíduos tóxicos. Mas atenção: é preciso beber bastante água pra não ficar com o intestino preso!

Contribui na prevenção e no controle da diabetes 

As fibras também ajudam no controle da diabetes. É que elas reduzem a velocidade de absorção do açúcar, reduzindo o pico glicêmico, que pode causar outros problemas de saúde. 

Ajuda na perda de peso

Em primeiro lugar, vamos combinar que a granola não é um alimento de baixa caloria. Mas quando é consumida de forma moderada ajuda no processo de emagrecimento. Isso acontece porque as fibras (elas de novo!) são solúveis em água e se expandem quando estão no estômago. A sensação de saciedade dura por mais tempo. 

Mais energia para o dia a dia

Os itens que compõe a granola fornecem diversos micronutrientes para o nosso organismo. A receita pode variar, mas de modo geral consumimos uma boa variedade de carboidratos, vitaminas, gorduras e minerais. Além de fortalecer a imunidade, essas substâncias ajudam a dar mais energia e vigor no nosso dia a dia. 

É um alimento prático e fácil de carregar 

Essa praticidade incentiva o nosso consumo, ainda mais para quem trabalha fora. A versão doce você pode misturar com iogurte ou em uma salada de frutas. Já a salgada vai muito bem com uma salada.  

Mais receitas saudáveis

Uma receita saudável de granola doce

Avatar
Dominique

Nasceu em 1964. Ela tem 55 anos, mas em alguns posts terá 50, 56, 48, 45. Sabe porque? Por que Dominique representa toda uma geração de mulheres. Ela existe para dar vida e voz às experiências, alegrias, dores, e desejos de quem até pouco tempo atrás era invisível. Mas NÓS estamos aqui e temos muito o que compartilhar. Acompanhe!

Seja a primeira a comentar

Comentar

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Vestir-se bem para fazer home office faz muito bem: 10 looks para inspirar!

Há alguns anos eu divido meu tempo entre escritório e home office. Eu consigo me concentrar e o rendimento do meu trabalho é maior quando fico em casa para escrever os textos para Dominique. Eu já tinha uma rotina de acordar, fazer exercícios, tomar banho e me vestir para trabalhar em casa. Mas agora que estou apenas fazendo home office, esse ritual está mais importante do que nunca. 

Em parte porque tenho reuniões online e preciso cuidar da minha imagem pessoal. Já falamos aqui sobre a forma como nos apresentamos é nosso primeiro discurso. Mas confesso que neste momento é menos pela estética e mais pela nossa qualidade de vida (e sanidade!). Nestes tempos mais tristes, cada atitude será importante para não nos deixar abater. 

Descobri no site Vestindo Autoestima, da consultora de moda Priscila Citera, que existe na psicologia a teoria da Cognição Indumentária, que trata sobre o efeito das roupas no nosso comportamento e na nossa cognição. A Priscila também é psicóloga e explicou que a roupa afeta as nossas habilidades cognitivas como por exemplo comportamento, sensação e pensamento. 

Dicas para escolher os looks do home office

Antes de mostrar a minha seleção de roupas para trabalhar de casa, quero fazer algumas recomendações. É super importante passar a mensagem de que estamos trabalhando e não de folga, além de escolher um look apropriado para cada profissão. Depois muitas experimentações, tenho algumas dicas para compartilhar:

  • tomar um banho faz diferença, sim! Além de ajudar a acordar, é uma atitude simbólica de começar o dia. Passo até perfume;
  • não faço um make completo, mas eu passo o básico da maquiagem. Vai que alguém marca em cima da hora um call? Passo um bom hidratante e um protetor no rosto. Sim! A luz também tem raios que prejudicam na nossa pele. Prefiro um batom mais neutro, em tons de nude, mas que apareça na tela;
  • não exagero nos acessórios, mas gosto de colocar um brinco mais delicado e até uma correntinha com pingente;
  • evito usar jeans porque apertam um pouco. Prefiro as peças em algodão e mais confortáveis;
  • evito colocar peças 100% poliéster, principalmente nos dias quentes;
  • prefiro usar peças de tecido plano, em vez de malha, porque tem um caimento melhor;
  • a cor faz toda a diferença na tela, durante os calls. Nunca uso listras ou xadrez porque causam um efeito na pessoa que está me vendo do outro lado da tela; 
  • não uso decote mais profundo e regata. Evita a preocupação de estar aparecendo a alça do sutiã ou ficar inapropriado;
  • resistir ao máximo a tentação de ficar de pijamas ou colocar aquela roupa “tipo hoje é dia de faxina”;
  • escolho até os sapatos. Evito ficar de chinelos de dedo. Prefiro usar uma sapatilha confortável.

Loungewear

Você já deve ter ouvido o nome Loungewear, né? É um conceito de moda comum no exterior e que está ganhando cada vez mais espaço por aqui. São roupas feitas com algodão fino e macio, super confortáveis e perfeitas para serem usadas em casa durante o home office. 

Até mesmo algumas grifes de luxo têm sua coleção de Loungewear. Algumas marcas criam roupas para ficar em casa e para dormir. São mais esportivas, mas são apropriadas para a minha profissão. Não sei se uma advogada ficaria bem fazendo um call com uma roupa loungewear, mas acredito que para diversas outras profissionais é possível sim. 

Minha seleção de 10 peças para inspirar

Sempre busco ideias de looks confortáveis, mas que eu me sinta bonita e elegante. Adoro pesquisa no Pinterest. Muitas vezes eu tenho as peças, só saber compor. Fico bem para trabalhar, fazer uma reunião online e, até, se precisar dar uma saidinha rápida de casa. Tenho evitado ao máximo, mas às vezes preciso ir ao supermercado ou farmácia, né.

16 Comentários
  1. Tenho 66 anos, usaria todos, gosto de me vestir, simples, bem..pena agora, estou acima do peso..mas nao me visto como velha.,Tanto que me dao máximo 50 anos

      1. Avatar Isa Claudia disse:
        Seu comentário está aguardando moderação. Esta é uma pré-visualização, seu comentário ficará visível assim que for aprovado.
        Parabéns, amei todos os looks, mostra que com peças simples e alguns acessórios podemos ficar elegantes,
      2. Super bacana e informativa este post , vou compartilhar com amigas que dão aula em faculdade de moda

      1. Avatar Oldeolanda Martins de Jesus disse:
        Seu comentário está aguardando moderação. Esta é uma pré-visualização, seu comentário ficará visível assim que for aprovado.
        Como comprar estes look
  2. Adorei as dicas usaria todas, as três primeiras fotos então me identifiquei totalmente. ótimo post para descontrair um pouco e pensar que mesmo em casa nossa imagem deve manter nossa postura de trabalho.

Comentar

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Uma receita saudável de granola

Eu sempre ouvi falar muito bem sobre a granola. Médicos e nutricionistas propagam os benefícios para a saúde. Já quem consome adiciona ainda mais vantagens como ser saborosa ou mesmo versátil, pois é possível combinar com diferentes alimentos. Mas eu levei muito tempo até adicionar a granola no meu dia a dia por alguns motivos. 

A granola é uma mistura de cereais, grãos integrais, frutas secas e oleaginosas. Também pode conter mel ou açúcar. É um alimento que reúne uma boa quantidade de nutrientes bons para nossa saúde e o funcionamento do organismo. Uma porção pequena de granola pode conter carboidratos bons, vitaminas, minerais e gorduras. 

Mas eu nunca gostei da versão comercial, que a gente compra no supermercado. Como qualquer alimento industrializado, a gente sempre fica em dúvida se é mesmo tão saudável assim. Pode realmente não ser, dependendo da quantidade que tiver de gordura (saturadas ou trans), açúcar, sódio ou conservantes. Também não gosto de alimentos muito doces. 

Uma receita especial

Comentei sobre as minhas restrições com uma nutricionista, que compartilhou uma receita de granola muito fácil de fazer. Claro que fiz as minhas adaptações. Reduzi bastante a quantidade de açúcar. Eu me empolguei, quase comprei toda a loja de produtos naturais!

Olha só os ingredientes que eu escolhi. Você vai ver que a maioria deles usei apenas meia xícara, ou cerca de 50 gramas. Apenas a aveia em flocos que adicionei um pouco a mais, quase 2 xícaras inteiras. 

É preciso colocar um pouco de óleo para aglutinar tudo. Escolhi o óleo de coco. Foi a primeira vez que optei por esse ingrediente e, por mais que a vendedora tenha me “vendido” que não tem sabor de coco, eu achei que deixou um resquício pequeno sim. Usei frutas mais azedinhas, que eu amo, então adicionei apenas um pouquinho de mel para dar tom adocicado, mas não ficar açucarado demais. 

Modo de fazer

Depois de misturar tudo em um recipiente de plástico, adicionei o óleo de coco e o mel. Não ficou tão grudado assim, mas ok. Passei tudo de novo para uma forma para ir ao forno. Usei a temperatura média, que pode variar de fogão pra fogão. Não pode ser muito quente, tá. Ficou mais ou menos 20 minutos, porque eu não queria que ficasse torrado demais. 

Depois de torrado, deixei esfriar e só então misturei as frutas. Coloquei num pote plástico do tipo farinheira, para facilitar despejar. Essa minha receita deu mais ou menos uns 800 gramas de granola. Estou adorando. Muitas vezes como antes de ir para a academia ou no final da tarde, para dar aquela segurada na fome! Sabe que muitas vezes não fico com vontade de jantar?

Mais sobre Comida Light

O livro de receitas das Dominiques

Um lanchinho para chamar de seu

Avatar
Dominique

Nasceu em 1964. Ela tem 55 anos, mas em alguns posts terá 50, 56, 48, 45. Sabe porque? Por que Dominique representa toda uma geração de mulheres. Ela existe para dar vida e voz às experiências, alegrias, dores, e desejos de quem até pouco tempo atrás era invisível. Mas NÓS estamos aqui e temos muito o que compartilhar. Acompanhe!

Seja a primeira a comentar

Comentar

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

9 receitas deliciosas de sopa para esquentar no inverno

Dominique - Sopas

Muitas pessoas fazem boca torta quando se fala em sopa, pensam que é comida para doente. Mas tem tanta sopa supergostosa, saborosa e nutritiva que é uma bobagem associar sopa e chá à doença. Muito ao contrário, se você usar a criatividade, as sopas podem ser extremamente saudáveis, além  de serem uma refeição completa.

Pesquisei uma série de receitas e testei algumas, você não acredita no sucesso que fizeram!

E, ainda, coloquei minha imaginação em ebulição e acrescentei em algumas delas ingredientes que não faziam parte da lista. Ficaram ótimos.

Sem falar no inverno que está chegando (a Maspassa agradece!).

Espero que você goste.

Dominique - Creme de mandioquinha com carne seca

Creme de mandioquinha com carne seca

Ingredientes:

1kg de mandioquinha em pedaços
Sal e pimenta-do-reino a gosto
1 vidro de leite de côco (200ml)
1 cubo de caldo de legumes
2 colheres (sopa) de manteiga
1 cebola picada
500g de carne-seca dessalgada, cozida e desfiada
1 caixa de creme de leite (200g)
Cebolinha picada para polvilhar

Método tradicional para dessalgar a carne seca:

Pegue a carne seca (não é o charque), lave em água corrente, corte em cubos, coloque água (5 xícaras para 500 gramas), cubra com papel filme e deixe de molho por 24 horas.

No dia seguinte, tire a água que ficou de molho, coloque a carne em uma panela de pressão, cubra com água e deixe por 10 minutos até a pressão subir. Escorra a água da panela, coloque 3 xícaras de água com a carne e volte a panela para o fogo, deixando 10 minutos após subir a pressão.

Retire a panela do fogo, guarde a água para outras receitas e coloque os cubos da carne em uma batedeira ou liquidificador para ficar desfiada.

Método rápido para dessalgar a carne seca:

Coloque os cubos de carne em uma panela, cubra com água fria e acrescente duas colheres de sopa de sal. Leve ao fogo algo. Quando começar a formar bolhas na água e subir uma espuma branca, desligue o fogo. Mexa bem, retire a carne e jogue fora a água.

Modo de fazer o creme de mandioquinha com carne seca

Cozinhe a mandioquinha em água e sal até amaciar. Deixe amornar e bata metade no liquidificador com a própria água do cozimento. Junte o leite de côco e o caldo de legumes por 2 minutos. Reserve.

Em fogo médio, aqueça uma panela com a manteiga e frite a cebola até murchar. Junte a carne e refogue por 3 minutos.

Separe um pouco da carne para decorar. Despeje a mandioquinha batida e a restante sem bater na panela e cozinhe até ferver. Misture o creme de leite, sal, pimenta e desligue. Transfira para sopeiras, decore com a carne desfiada e polvilhe com cebolinha.

Dominique - Sopa de mandioquinha com carne

Sopa de mandioquinha com músculo

Ingredientes:

350g de músculo ou paleta em cubos pequenos
2 colheres (sopa) de azeite
1 litro de água
1 folha de louro
3 xícaras (chá) de mandioquinha em cubos
2 xícaras de cenoura em rodelas
Sal
Pimenta
1 cebola grande picadinha
2 dentes de alho picados
Cebolinha.

Modo de fazer sopa de mandioquinha com músculo:

Aqueça o azeite, coloque a carne temperada com sal e deixe dourar. Acrescente a cebola e o alho, refogue. Adicione o louro, a mandioquinha, cenoura e tempere com sal e pimenta. Cubra com água e deixe cozinhar. Finalize com a cebolinha.

Dominique - Sopa de Feijão

Sopa de grão de bico com linguiça

Ingredientes:

2 xícaras (chá) de grão de bico
4 colheres (sopa) de azeite
300g de linguiça toscana aferventada em rodelas
1 cebola picada
2 dentes de alho picados
1 talo de salsão picado
1 colher (café) de cominho em pó
1 tomate picado
2 litros de água
1 cubo de caldo de carne
2 batatas em cubos
1 cenoura em rodelas
Sal, cheiro-verde picado, páprica picante e noz-moscada ralada a gosto

Modo de fazer:

Deixe o grão de bico de molho por 3 horas. Escorra e reserve.

Em uma panela de pressão, em fogo médio, aqueça o azeite e frite a linguiça até dourar. Retire e reserve.

Na mesma panela, refogue a cebola, o alho, o salsão, o cominho e o tomate por 3 minutos.

Junte a água, o caldo de carne, o grão-de-bico escorrido, tampe e cozinhe, em fogo baixo, por 15 minutos, após iniciada a pressão. Desligue, deixe a pressão sair naturalmente e abra a panela. Retire metade do grão de bico com o caldo do cozimento, reservando um pouco para decorar e bata no liquidificador até ficar cremoso. Reserve.

Volte a panela ao fogo médio e cozinhe os legumes, o caldo batido, sal, páprica e noz-moscada até a batata e a cenoura amaciarem.

Desligue e acrescente a calabresa e o grão-de-bico reservados. Polvilhe com cheiro-verde.

Dominique - Sopa de Legumes

Sopa de legumes

Ingredientes: 

2 batatas grandes em cubos
6 xícaras (chá) de caldo de legumes
1 xícara (chá) de vinho branco seco
250 g de cogumelos frescos
2 dentes de alho amassados
4 colheres (sopa) de azeite
Salsa
Sal
pimenta do reino
noz moscada
1 cebola em cubos

Modo de fazer:

Refogue o alho e a batata. Cozinhe no caldo de legumes com um pouco de sal e depois bata no liquidificador.

Refogue a cebola, acrescente os cogumelos e o vinho branco. Deixe evaporar. Tempere com sal, pimenta e noz moscada. Junte com a batata batida e finalize com salsa picada.

Dominique - Sopa de Feijão

Sopa de feijão

Ingredientes: 

300 g de feijão (tipo carioca)
2 litros de água quente
3 colheres de sopa de azeite
1 cebola média cortada em cubos pequenos
1 dente de alho grande picado
200 g de carne magra (tipo músculo) cortada em cubos pequenos
½ cenoura cortada em cubos pequenos
½ chuchu cortado em cubos pequeno
½ abobrinha (tipo brasileira) cortada em cubos pequenos
Sal
Salsa

Modo de fazer: 

Deixe o feijão de molho em 1 litro de água quente por 30 minutos. Despeje o feijão com a água em uma panela de pressão, acrescente mais 1 litro de água quente e deixe cozinhar por aproximadamente 35 minutos ou até que esteja bem cozido.

No liquidificador bata metade dos grãos, volte para a panela e reserve.

Em outra panela, aqueça o azeite, doure a cebola e o alho, acrescente a carne e cozinhe por 15 minutos. Em seguida cozinhe os legumes até ficarem macios. Acrescente a carne com os legumes cozidos ao feijão, adicione o sal, misture e deixe ferver. Finalize com salsa picada.

Dominique - Sopa com omelete

Sopa com omelete

Ingredientes:

2 colheres (sopa) de azeite de oliva
100 gramas de bacon picado
1 cebola pequena
2 tomate sem pele e sem sementes cortado em cubos
1 cenoura cortada em cubos
300 gramas de mandioquinha cortada em cubos
2 talos de salsão (ou aipo) cortados em pedaços
750 caldo de legumes
3 ovo
2 colheres (sopa) de leite
1 colher (chá) de margarina
150 gramas de macarrão para sopa cozido
1 colher (sopa) de salsa (ou salsinha) picada
sal a gosto
pimenta-do-reino a gosto

Modo de fazer:

Em uma panela aqueça o azeite e doure o bacon. Retire o bacon e reserve.

Na mesma panela refogue a cebola e o tomate. Junte a cenoura, a mandioquinha, o salsão e aos poucos acrescente o caldo de legumes fervente e cozinhe até os legumes ficarem bem macios.

Bata os ovos com o leite, o sal e a pimenta. Em uma frigideira grande e antiaderente aqueça margarina e faça a omelete fina. Deixe dourar dos dois lados e corte em pedaços.

Sirva a sopa bem quente com o macarrão e os pedaços da omelete.

Salpique a salsa e o bacon reservado.

Dominique - Caldo de Milho

Caldo de milho

Ingredientes:

5 espigas de milho
1 unidade de gengibre com 7 cm aproximadamente
1 colher (sopa) de azeite de oliva
1 colher (sopa) de cebola ralada
2 xícaras (chá) de leite quente
sal a gosto
noz moscada a gosto 

Modo de preparo:

Descasque e rale o gengibre, depois reserve. Cozinhe o milho em água com sal até que fique macio.

Com uma faca, corte o milho das espigas e bata no liquidificador com 1/2 xícara (chá) da água do cozimento.

Aqueça o azeite e refogue a cebola até ficar transparente e junte o gengibre.

Adicione o milho, mexa e acrescente o leite. Cozinhe até engrossar.

Tempere com o sal e a noz moscada e sirva imediatamente.

Dominique - Sopa de tomate com maça e curry

Sopa de tomate, maçã e curry

Ingredientes:

1 kg de tomate maduro
1/2 colher (chá) de curry (ou caril)
2 unidades de maçã grandes
200 ml de creme de leite light ou iogurte desnatado
5 pitadas de sal

Modo de fazer:

Em uma panela, coloque o caldo de legumes, o tomate e o curry deixando cozinhar.

Retire da panela, bata no liquidificador e passe por uma peneira. Retorne para a panela, acrescente o creme de leite light e o sal.

Sirva em tigelinhas decorando com um cubo de maçã espetada em palito longo. Fica um charme!

Dominique - Sopa de Carne

Sopa de carne

Ingredientes:

500 gramas de músculo
5 tomates sem pele
4 colheres de manteiga
Azeite
Pimenta
Sal
Cebola
Queijo ralado

Modo de fazer:

Faça um refogado com os tomates e a carne no azeite. Acrescente 2 litros de água, sal, pimenta e deixe ferver até a carne ficar macia. Acrescente a manteiga e mexa bem. Sirva quente e rale o queijo na hora (dá muito mais sabor).

Você conhece alguma receita de sopa perfeita para o inverno? Coloca nos comentários!

Leia Mais:

Não quer assistir aos jogos da copa? Tem um monte de opções legais!
O dia que ela viu a lua sem entrar na Apolo 11 – Um conto bem picante

1 Comentário

Comentar

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

QUER MAIS CONTEÚDO ASSIM?
Receba nossas atualizações por email e leia quando quiser.
  Nós não fazemos spam e você pode se descadastrar quando quiser.
CADASTRO FEITO COM SUCESSO - OBRIGADO E ATÉ LOGO!
QUER MAIS CONTEÚDO ASSIM?
Receba nossas atualizações por email e leia quando quiser.
  Nós não fazemos spam e você pode se descadastrar quando quiser.
CADASTRO FEITO COM SUCESSO - OBRIGADO E ATÉ LOGO!
QUER MAIS CONTEÚDO ASSIM?
Receba nossas atualizações por email e leia quando quiser.
  Nós não fazemos spam e você pode se descadastrar quando quiser.
CADASTRO FEITO COM SUCESSO - OBRIGADO E ATÉ LOGO!
QUER MAIS CONTEÚDO ASSIM?
Receba nossas atualizações por email e leia quando quiser.
  Nós não fazemos spam e você pode se descadastrar quando quiser.