Tag: Eventos

Carona Cultural é a chance de aproveitar os eventos de São Paulo e na melhor companhia!

Quantas vezes você quis ir ao teatro ou a um show musical, mas desistiu porque não tinha companhia? Isso não acontece apenas com você, não, te garanto. Tem marido que já não topa mais os eventos noturnos. Algumas amigas até têm vontade, mas por algum motivo não podem acompanhar. Outras vezes, simplesmente ninguém se interessa em ir. Já pensou em entrar em outra turma e garantir o passeio?

A paulista Andrea Curi Bauab observou essa carência e resolveu transformar em uma oportunidade de negócio. Ela criou a Carona Cultural, que organiza tudinho para você curtir os roteiros de São Paulo sem preocupação. Além da companhia, Andrea explica que outros motivos também desanimam muitas mulheres de aproveitar a cidade.  

Descomplicando a logística

Não basta querer ir, tem de organizar tudo e isso pode levar algum tempo. O trabalho começa na compra dos ingressos. Algumas vezes é complicado ir à bilheteria para retirar. Comprar pela internet também tem os seus percalços, não é? Outro empecilho é o transporte e a segurança. A ida pode ser mais fácil, com taxi ou aplicativo. Mas muitas vezes a volta é difícil, sem contar os riscos com a segurança.

Esse é um dos diferenciais do Carona Cultural. A Andrea organiza tudinho: a seleção dos melhores eventos, a compra dos ingressos e o transporte porta a porta, tudo com comodidade e segurança. Ela é muito criteriosa na seleção das atrações. Muitas vezes, assiste o espetáculo antes para ter a certeza que vai agradar o público do Carona Cultural.

Experiência na área cultural ela tem de sobra. Paulista de Jaú, seu pai foi Secretário de Cultura da cidade. Ela cresceu acompanhando toda a movimentação em sua cidade e em São Paulo. Também morou em Londres e Paris, onde pode ampliar o seu reportório na área cultural. Sempre garimpou bons espetáculos e era conhecida pelos amigos pelas boas dicas.

Mas era área não foi a sua primeira escolha profissional. Andrea trabalhou alguns anos no mercado financeiro até desistir e tirar um ano sábatico. Foi nesse período que ela teve a ideia de criar o Carona Cultural. Era a sua chance de unir a experiência com o que gosta de fazer. Depois de um tempo ela também criou o Carona Turística, para organizar viagens culturais, com roteiros diferenciados com foco cultural, histórico, artístico, arquitetônico e gastronômico.

Programação

Vale a pena conferir sempre a programação no site do Carona Cultural. A agenda é ampla e inclui teatro, música, ópera, dança, musical, artes plásticas, entre outros passeios. Você também pode acompanhar tudo pelo Facebook ou pela Instagram.

Dá uma olhada como foram alguns passeios:

Mais sobre eventos culturais:

Uma diferente exposição em Lisboa

Seja a primeira a comentar
  1. Avatar Maria Isabel disse:
    Seu comentário está aguardando moderação. Esta é uma pré-visualização, seu comentário ficará visível assim que for aprovado.

    Nossa isso é muito bom!

Comentar

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Infalível método para fugir dos compromissos chatos – Super 3S

Dominique - Método
Há um bom tempo adotei um método infalível para me livrar de eventos chatos que preciso dar o ar da graça, mas que me falta uma vontade monstro de comparecer.

Ter 51 anos tem lá suas vantagens, há menos constrangimento em dizer não. Não suporto mais cumprir social.

Quero ficar à vontade, dizer as besteiras de sempre, falar mal da vida alheia sem que ninguém me olhe como seu eu fosse o ET de Varginha. Tenho bebido bastante Activia e Johnny Walker para gente assim.

Vamos falar a verdade, meninas. Tem algo mais chato que batizado e formatura? Há ocasiões em que não posso simplesmente dar o ar da minha ausência. Os pais não deveriam convidar ninguém para estes eventos. O ser que é convidado fica na maior saia justa. Quando vai, exerce um fascínio pelo relógio, não desvia o olhar da ampulheta moderna como se pudesse fazer o tempo passar mais rápido.

Nos batizados, quando por um milagre entendo o que o padre fala, me dá uma real vontade de evaporar.

O padre grita:
– Renuncia a Satanás?
Eu me assunto e deixo escapar:
– O que é isso? Quem é esse Satanás?
E todo mundo responde
– Renuncio.
Duvido que alguém renuncie do fundo do coração. No fundo, bem lá no fundinho, a galera toda tem um ladinho diabólico.

Ah! A formatura. Um pagamento de promessa, principalmente se o formando tem o nome que começa com R. Jesus, me salve!

Um amigo foi à formatura de medicina da própria filha, não teve como escapar, inventar caspa na unha, urticária na orelha. O nome da filha começa com M, poderia ser pior e iniciar com Z.

Lá pelas tantas, na letra F, puft! Um apagão geral na cidade. A saga que era interminável conseguiu ser pior. O teatro inteiro esperou por mais de uma hora e a energia não voltou, mesmo com todas as preces e macumba. Ar condicionado desligado. Um calor senegalesco em dezembro. A cerimônia foi remarcada e começaram em outro dia partindo do zero, chamando o povo desde a letra A. Sofrimento em dose dupla.

E os 500 happy hours de final de ano, às vezes, dois numa única noite. Turma da faculdade, do escritório, do antigo emprego, das mães dos amigos dos filhos, dos vizinhos, do Papa Francisco, das amigas inseparáveis, das amigas da academia, das amigas do cabeleireiro, do voluntariado…

Filas homéricas em todos os bares, porque o mundo quer fazer happy hour antes do Natal. Tudo espremido entre o dia 01 e o dia 20 de dezembro. Pelamor que cansativo.

Por que não espaçar estes happy hours ao longo do ano? Além de matar a saudade, driblamos algumas noites sozinhas e fica tudo bem mais divertido.

Para evitar constrangimentos assim e mesmo dizendo mais “nãos”, ainda não consigo me ausentar completamente dessas roubadas.

Como está fora do meu controle ser uma criatura resignada, adotei o método 3 S: surgir, sorrir e sumir rapidamente.

Mesmo assim, às vezes não é suficiente. Dei uma turbinada no método e criei o 3S TURBO PLUS – surgir, sorrir e sumir mais rápido ainda.

Teste o método e me conte.

Uma saída elegante para nós, Dominiques!

Se não tem remédio, remediado está.

Leia mais:

O machismo está presente no trânsito, no salão e até nos palavrões!
Feriado só com mulheres? Nossa Senhora Aparecida que me salve!

Marot Gandolfi
Marot Gandolfi

JORNALISTA, EMPRESÁRIA, AMANTE DE GENTE DIVERTIDA E DE CACHORROS COM LEVE QUEDA PARA OS VIRALATAS.

3 Comentários
  1. Perfeito Margot! Triste é finalizar tendo que ir mesmo, né…! Mas ok! Faz parte! Vou de super turbo sssssss mega plus tb! Bjs Dominiques

Comentar

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

QUER MAIS CONTEÚDO ASSIM?
Receba nossas atualizações por email e leia quando quiser.
  Nós não fazemos spam e você pode se descadastrar quando quiser.
CADASTRO FEITO COM SUCESSO - OBRIGADO E ATÉ LOGO!
QUER MAIS CONTEÚDO ASSIM?
Receba nossas atualizações por email e leia quando quiser.
  Nós não fazemos spam e você pode se descadastrar quando quiser.
CADASTRO FEITO COM SUCESSO - OBRIGADO E ATÉ LOGO!
QUER MAIS CONTEÚDO ASSIM?
Receba nossas atualizações por email e leia quando quiser.
  Nós não fazemos spam e você pode se descadastrar quando quiser.
CADASTRO FEITO COM SUCESSO - OBRIGADO E ATÉ LOGO!
QUER MAIS CONTEÚDO ASSIM?
Receba nossas atualizações por email e leia quando quiser.
  Nós não fazemos spam e você pode se descadastrar quando quiser.