Moda

Refashion ou como dar vida nova para roupas velhas!

Estes dias eu tirei do armário um vestido incrível, que tenho há mais de 20 anos. A estampa floral, além de linda, ainda é super atual. O tecido está perfeito (pasme!). É uma seda pura como há muitos anos eu não encontro em roupas por aí. Daí eu resolvi experimentar…. meu Deus! Como eu comprei um modelo assim? Não gostei de absolutamente nada!

Eu imagino que você já passou por isso também. Eu guardei muitas roupas só porque tem um tecido nobre ou são de uma marca muito conhecida. Bastou passar a estação de quando eu comprei que eu nunca mais usei a tal “roupa incrível”. Com exceção de alguns vestidos de casamento ou casacos de inverno, tudo ficou só ocupando espaço. 

Conversava com uma amiga sobre as semanas de moda, quando contei a história para ela. Já que agora temos um revival dos anos 80, perguntei se eu não poderia tirar do guarda-roupas umas roupas (não tão) novas? Gente… escavaram muito para relançar as pochetes! E as atuais fashionistas não calculam o impacto na auto-estima (no futuro) ao rever fotos usando calça baggy. 

Ficamos horas relembrando as roupas mais cafonas que já usamos. E aí ela me contou sobre alguns blogs que já segue que divulgam o conceito do Refashion. Eu já tinha falado aqui sobre repetir roupas e o upcycling, que é a reutilização criativa de materiais para transformá-los em algo novo e melhor. 

Refashion é uma forma de reciclagem para o melhor. Mas além de dar um novo valor, o Refashion ajuda a atualizar as roupas para o estilo atual e, assim, voltar a usá-las. Eu já tinha feito pequenas adaptações em peças para aproveitá-las mais tempo. Mas nunca tinha transformado completamente uma roupa em algo novo. 

Como fazer o Refashion?

Hoje em dia, uma dos principais desafios do refashion pode ser costurar. Fazer uma peça numa costureira pode custar bem caro. Isso quando não reclamam de ter de desmanchar uma parte da roupa para fazer uma costura. Saber costurar e usar uma máquina pode ajudar bastante. 

Para fazer projetos de Refashion você não precisa necessariamente saber costurar. Encontrei algumas ideias lindas de customização de camisetas ou calças, e que você só precisa de tesoura, linha e agulha. Pode, até, dar um toque extra adicionando pedrarias. 

Hoje eu selecionei os posts em que roupas foram totalmente modificadas. Algumas peças ficaram lindas. Dá só uma olhada. 

Vestido em casaco

Passo a passo para fazer a peça!

Vestido floral Rosa

Passo a passo para fazer a peça!

Saia azul

Passo a passo para fazer a peça!

Vestido jeans

Passo a passo para fazer esta peça!

Vestido super colorido

Passo a passo para fazer esta peça!

Vestido cinza e vermelho

Passo a passo para fazer esta peça!

Trench coat

Veja o passo a passo para fazer esta peça!

Outras ideias!

Mais sobre consumo consciente

Repetir roupas, upcycling e lowsumerism

2 Comentários
  1. eu amo transformar roupas, antigas em algo que se está usando, é fica muito bom, como cara de loja. obrigado, amei a matéria.

Comentar

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Woodstock, as roupas hippies e o novo estilo boho

A década de 60 foi uma época de grandes mudanças sociais e culturais. A moda refletiu toda a novidade, com roupas em novas linhas, cores e formas. O estilo hippie – que ganhou o mundo após o festival Woodstock – foi tão marcante que até hoje inspira estilistas. Mas agora está representado em outro estilo e se chama Boho. 

O nome é derivado da palavra “bohemian”, que em português significa boêmio. O boho representa um pouco mais do que um jeito de se vestir. É um estilo de vida, com mais liberdade, descontração e despreocupação. As roupas no estilo boho misturam várias influências, como hippie, cigana ou vintage, muitas delas em tecidos leves e mais fluídos.  

Para comemorar os 50 anos de um dos mais influentes festivais de música do mundo, fiz duas seleções. Para relembrar, encontrei fotos que mostram os estilos de roupas nos três dias do festival. E para fechar, fiz a minha seleção favorita de roupas no estilo boho. Venha ver!

As mulheres no Woodstock

Meus looks favoritos do estilo boh

Roupas para Dominiques

Boné ou chapéu: sabendo usar eles podem ser estilosos

A moda é não combinar roupas e sapatos

2 Comentários

Comentar

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

O desafio das Dominiques de comprar um simples sutiã

Quem imaginaria que comprar um simples sutiã tornaria-se um problemão para mulheres com mais de 50 anos? A dificuldade não é na compra em si, mas em achar um sutiã que seja adequado ao corpo de uma Dominique e B.O.N.I.T.O. Dá até a impressão que quem cria as peças acha que toda mulher mais velha é simples, recatada e do lar. Não, não e não. Quero me sentir confortável, bonita e sexy. Por que não? 

Não é pedir muito. Sabemos que indústria de lingerie não presta muita atenção nas Dominiques nos seus lançamentos. As criações e as campanhas são sempre direcionadas para as mulheres mais jovens. São peças bonitas e gosto de muitas delas. Mas os modelos não levam em consideração as mudanças no corpo e formato dos seios das mulheres mais velhas. E é aí que começa o nosso desafio.

O melhor estilo de sutiã

O primeiro cuidado é com a gordurinha extra. É comum acontecer o aumento de peso, principalmente após a menopausa. O melhor modelo de sutiã deve ter uma tira lateral mais larga. A base alongada pode ser trabalhada, como nesse modelo em renda. 

Sutiã Dominique

Com a idade os seios ficam mais flácidos, porque o tecido perde a densidade e a elasticidade. Para as Dominiques com seios menores, um modelo com bojo que levante e separe pode ser uma boa opção. O bojo não precisa ter enchimento, pra aumentar o tamanho dos seios. A estrutura serve apenas pra moldar. 

sutiã roxo Dominique

Mas se você quiser dar um up também em volume, pode escolher um modelo que garanta a cobertura total dos seios, com um bojo mais volumoso. A dica aqui é comprar um sutiã que considere as duas medidas: das costas e do tamanho dos seios. E lembre: o bojo não pode apertar ou marcar os seios.  

sutiã roxo e dourado Dominique

As Dominiques com seios grandes podem optar por um modelo que dê sustentação, mas que não tenha nem bojo e nem enchimento. O sutiã pode ter um reforço interno pra garantir a firmeza. Alguns modelos têm aro, o que não agrada muitas mulheres. Uma opção com tecido duplo pode resolver. Se a alça for mais larga, melhor. Será mais confortáve. 

O sutiã em modelo triângulo é a dica coringa para a Dominique que quer se sentir sexy, mas também confortável. A lingerie ideal considera a somatória de base larga, bojo em tamanho adequado e o lindo decote.

A dica final para o sutiã ideal de uma Dominique é a cor. Sim, porque amamos cores e tecidos diferentes. Nada de modelos bege em tecido liso… que sem graça! Por isso, a seleção feita aqui só considerou sutiãs coloridos e, claro, o pretinho básico. Os sutiãs não são especiais para Dominiques, mas estão mais próximos do melhor modelo. As imagens são da loja Loungerie.

Mais sobre moda para Dominiques

Quais roupas ficam bem em uma Dominique?

Dicas e sugestões para o seu look praia

2 Comentários
  1. Exatamente o que faltava pra nós…mulheres Plus size.. as dificuldades são muitas…Obrigada por lembrar de nós…

  2. Obrigada.
    Finalmente alguém lembrou de nós. Abaixo a cor da pele, queremos cor, rendas e bordados.

Comentar

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

A moda é não combinar bolsas e sapatos!

Você sabe o significado da palavra elegância? Um deles é a “manifestação de gosto na opção do vestuário e na maneira requintada e discreta de usá-lo; bom gosto”. Hoje eu acordei pronta pra refutar algumas dessas certezas. Primeiro: gosto pra se vestir cada um tem o seu, certo? Eu posso até ter roupas requintadas, mas nada como o caro e o barato pra compor um guarda-roupas estiloso.

Nunca ninguém usou o adjetivo discreta para me qualificar. Simplesmente adoro usar acessórios grandes e coloridos. Então, por fim, me expliquem: o que seria ter um bom gosto? Acho que concordamos que é preciso atualizar o significado da palavra elegância. Urgente.

Tenho até a minha proposta: “é a liberdade na escolha do vestuário que melhor combina com a sua personalidade, misturando peças acessíveis e de grife, criando o seu próprio estilo”. O que acha, ficou melhor, né? Claro que será sempre o mix entre liberdade de escolha e ser apropriada. Se a ocasião pedir uma roupa mais formal, não tem problema!

Quebrar regras

Acho que hoje nós já conhecemos muito bem o nosso estilo. Mas estes dias uma discussão agitou o nosso Grupo da Dominique, no Facebook. (Você faz parte?) Uma Dominique contou que só usa bolsa e sapato combinado e compartilhou a dúvida: é frescura e não se usa mais?

Sabem qual foi a resposta campeã entre as Dominiques? Nada mais de usar conjuntinho, a moda agora é descombinar tudo. O importante é se sentir confortável. Muitas disseram que o importante mesmo é fazer o que se gosta e não o que é imposto. Teve até espaço pra quem gosta de combinar, afinal gosto é gosto, não é?

Vou confessar que posso usar bolsa e sapatos combinado, quando são preto ou marrom. Mas adoro misturar cores e estampas. Acho que dá o estilo que acho que combina comigo. Fiz uma seleção das melhores combinações – e as mais coloridas – de bolsas e sapatos!

Verde + Oncinha

Laranja + Dourado

Vermelho + Branco

Amarelo + Nude

Roxo + Verde

Azul + Preto

E aí, o que achou da minha seleção?

Outros posts sobre moda

Bolsas para ser feliz

Ideias diferentonas para usar lenços.


6 Comentários
  1. Sempre fui adepta a não combinações. Acho que o estilo de cada um está em saber combinar o que você gosta e que fique bem em você.

    1. Sim gostei dessa descontrução não d tanto trabalho , qdo tem q procurar q sapato colocar hoje e aí correr atrás da bolsa ex: c/ aquela q estou em uso fuiiii

  2. Estas “des”combinações ficaram perfeitas! E assim usar bolsas e sapatos que mais gostamos com frequência, sem se preocupar em estar repetindo, um uso mais consciente de consumo.

Comentar

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Com que pijama eu vou… dormir?

O inverno está chegando… as noites estão mais frias. Que delícia dormir nesse friozinho, né? SÓ QUE NÃO! Quem passa ou passou pelo climatério ou a Maspassa (nome que demos pra menopausa, veja aqui) sabe que não é bem assim. Nada assim.

Pode até estar frio lá fora, mas o nosso corpo fica quente. De uma hora pra outra fica muito quente. Isso sem contar o suor excessivo. No verão, já virou rotina ter de acordar no meio da noite pra trocar a camisola porque a roupa ficou toda molhada. Isso com o quarto bem ventilado, viu.

Pijama ou cobertor?

Mas no inverno tudo fica um pouco mais complicado. Eu não troco o pijama e já deito na cama. Fico um pouco mais no sofá vendo um filme ou resolvendo alguma coisa. Como dentro de casa é frio, fico de pijama. Se estou sozinha, uso uma manta leve pra me cobrir. E mesmo assim dá pra sentir calor no meio da noite.

Pra quem tem uma companhia pra dormir, a administração é outra. Tenho uma amiga que há anos decretou o uso de dois edredons separados na cama de casal. Nada de cobertor único. Cada um tem o seu, da quentura que gosta. Claro que o marido usa cobertor, enquanto ela dorme com uma colcha de piquet bem levinha. E acabaram as brigas!

Vivendo e escutando outras Dominiques passarem por esses problemas eu cheguei a uma conclusão. Não tem pijamas apropriados para a gente à venda nas lojas. Alguns são quentes demais, pra quem sente frio. Outros são apropriados apenas para o verão. Você concorda comigo?

Eu dei uma circulada nas lojas física e online. Tirando algumas marcas que custam os olhos da cara, não encontrei opções interessantes. Em geral, os tecidos são flanela ou algodão mais pesado. Eu exclui aqueles modelos em elanca que parem pijamas da minha avó, tá! Também não gostei muito das estampas. Estão infantis, não estão?

Pijamas dos sonhos!

Aí eu fui para o Pinterest (amo!) e fiz uma busca por pijamas leves. Achei tantas opções legais que estou quase comprando e mandando entregar aqui no Brasil. Salvei tudo em uma pastinha, aqui. Será que eu acho por aqui? Compraria fácil esses pijamas!

Veja se não tem tudo o que eu precisamos. São tipo um kit, com opções variadas de peças. Alguns tem calça curta e comprida, alcinha, manga comprida e robe. Além da variedade de peças, que posso montar conforme a temperatuda, gostei dos estilos e estampas. Chiques na medida, uns são sexy outros mais casuais. Dá pra aproveitar em qualquer estação.

Cada pijama é de uma loja diferente. Tem o link para as lojas na pastinha lá no Pinterest, aqui.

Mais posts sobre a Maspassa

O Manto da Invisibilidade

Menopausa is a bitch.

12 dicas para lidar com os calores

3 Comentários
  1. Nossa. Eu amei esses pijamas Dominique onde eu encontro? Queria comprar pra revender.

  2. Boa tarde Dominique, adorei o post de pijamas. E realmente é muito difícil achar algo que realmente se adeque a está passagem da menopausa ainda mais aqui no Mato Grosso do Sul. Eu uso baby Doll de liganete, que é bem fininha e fresca.

Comentar

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

QUER MAIS CONTEÚDO ASSIM?
Receba nossas atualizações por email e leia quando quiser.
  Nós não fazemos spam e você pode se descadastrar quando quiser.
CADASTRO FEITO COM SUCESSO - OBRIGADO E ATÉ LOGO!
QUER MAIS CONTEÚDO ASSIM?
Receba nossas atualizações por email e leia quando quiser.
  Nós não fazemos spam e você pode se descadastrar quando quiser.
CADASTRO FEITO COM SUCESSO - OBRIGADO E ATÉ LOGO!
QUER MAIS CONTEÚDO ASSIM?
Receba nossas atualizações por email e leia quando quiser.
  Nós não fazemos spam e você pode se descadastrar quando quiser.
CADASTRO FEITO COM SUCESSO - OBRIGADO E ATÉ LOGO!
QUER MAIS CONTEÚDO ASSIM?
Receba nossas atualizações por email e leia quando quiser.
  Nós não fazemos spam e você pode se descadastrar quando quiser.