Tag: Moda

Férias? Veja minhas dicas para ficar arrumadinha na praia

Dominique - Praia
É colega. Foi-se o tempo que a gente ia pra praia com Noskote no nariz, tomava sol, depois passava um Caladril nas costas, Neutrox no cabelo e saía de cara lavada pra rua paquerar com aquela saia curtiiiinhaaaa. Lembra? Ah! Foi-se o tempo…

Não dá mais, bela! Temos sim que dar um tapa no visual na praia. Não adianta reclamar!
A não ser que você realmente não ligue, seja imortal como Bruna Lombardi (você viu a foto dela de calcinha?) ou esteja numa praia deserta de verdade, deserta meeeesmooooo, só você e seus pensamentos, sem espelho inclusive.

Tá bom, tá bom. Estou exagerando.

Mas se nossa vida está mais complicada por um lado, por outro, sei que muitas coisas foram simplificadas.
Ir para praia hoje é muito mais simples e fácil do que quando éramos adolescentes.
E vamos combinar, estamos batendo um bolão. É só uma dica. Ou duas.

Conforto é importante. Importantíssimo. Eu, por exemplo, não consigo usar nada com cós ou zipper.
Nada que grude no meu corpo ou me aperte depois do banho.
Então abuso dos vestidinhos soltinhos de malha de enfiar pela cabeça.
Kaftans curtos e longos nos favorecem pra burro. Não marcam nada e, por vezes, até emagrecem.

Tudo roupa gostosinha, fresquinha e soltinha. Só cuidado com as roupas de linho e de algodão.
Apesar de frescas, elas armam e podem nos fazer parecer um balão de festa junina.
Eu, pelo menos, me sinto assim.

Mas aí vem o capítulo sutiã.

Afff, aperta tudo. Sem falar aqueles com aros.
Bom, nessas lojas de meia, tipo Lupo, Hope, etc, tem uns sutiãs supermacios que vestimos também pela cabeça, sem fecho, sem costura e sem aro.
Não apertam nada. Incomodam zero.
Também não sustentam lá grande coisa.

Vamos falar de cabelo?
Ah! Agora vai longe. Não sei o seu, mas o meu é só descer a serra que o danado parece que fermenta.
Cresce, se avoluma, encrespa.

Ok. Pode até ser bem bacana.
Mas e quando ele arrepia e espeta????
Parece uma vassoura de piaçava.

Solução? Claro que tem e passa longe do secador e da chapinha, né colega? Tá louca? Isso seria tortura chinesa!

Dominique - Praia

Vamos lá. Rabo de cavalo. Ou qualquer forma de cabelo preso.
Você estará queimada, linda!!!!
Passe um gel para ele não secar e ficar com a frentinha arrepiada. É tudo de bom.

Na verdade, quando faço rabo de cavalo, gosto de amarrar um lencinho, para dar volume perto do pescoço, sabe como é? (Veja ao lado).

Odeio a sensação de ter uma cabecinha lá em cima balançando. O volume do cabelo me faz muita falta.

Outra jeito de controlar a juba é com produto bom e com uma tiara ou faixa.

Com o cabelo ainda molhado, coloque uma tiara ou uma faixa esticando a maledeta da frentinha.
Aí, passe aqueles produtos caríssimos nas pontas e amasse.
Eles prometem tirar o tal do frizz e deixar os cachos bonitos.
Quando o cabelo estiver seco, tire a tiara. Vai cair bacaninha.
Mas vai continuar com cara de juba, tá?

Maquiagem é importante. Mas de noite use muito, muito, muito pouco. Vou repetir, muito pouco.

Tá bom. Eu sei…
De manhã acordamos com os cabelos completamente descontrolados, a cara amassada e eu pessoalmente evito o espelho.
Mas por que você acha que inventaram os óculos escuros?
Queridaaaaaa, é justamente para estas horas. Coloque e só tire às 20h00. Com sol ou chuva.

Sapatos. Adoooooooroooo andar descalça. Eu costumo tirar o sapato na hora que chego na praia e só volto a calçá-lo quando desço do meu carro em São Paulo. Demoro uns 3 dias para conseguir calçar algo que não não seja aberto atrás.

Mas gente, o importante mesmo é aproveitar, andar na areia, entrar no mar, tomar sol e ser feliz.

Sem neuras e sem nóias.

Não sei você, mas eu sou mais feliz na praia, de qualquer jeito. Aproveite!

Leia mais:

Natal mais divertido de toda minha vida – Graças ao Papai Noel!
Quem disse que roupa tem que ser branca no Reveillon?

Eliane Cury Nahas
Eliane Cury Nahas

Economista, trabalha com tecnologia digital desde 2001. Descobriu o gosto pela escrita quando se viu Dominique. Na verdade Dominique obrigou Eliane a escrever. Hoje ela não sabe se a economista conseguirá ter minutos de sossego sem a contadora de histórias a atormentá-la.

9 Comentários
  1. Me identifiquei muito!!!! Cabelo estilo juba, domesticado com faixa, chapéu, presilha.
    Cara amassada disfarçada com mega óculos de sol – no melhor estilo celebridade – mas com um bom rímel à prova d’água pra dar uma levantada. Vestidos soltos, ok.
    Só não combino com sutiã sem fecho, sem aro e sem bojo… mas isso não me incomoda!

    Bjs

  2. Adorei suas dicas,fiquei mais tranquila de também preferir vestidos soltinho
    Ufa ..nao estou sozinha!!

  3. Meu JEITINHO de curtir uma Praia.
    Tenho a sorte de morar a uma quadra do mar.Fica tudo mais fácil.
    Menos é mais.Valeu a dica.Feliz Ano Novo.bjs.

  4. Gostei você é muito realista nos comentários sem falar que é uma pessoa extrovertida e feliz parabéns

Comentar

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

A forma como você se apresenta é o seu primeiro discurso

Por: Jaqueline Damasceno

Olá Dominiques.

Eu Sou Jaqueline Damasceno, nasci em 1961 e a minha formação acadêmica é Direito. A cultura da moda e do design sempre foi alvo da minha paixão. Por isso, eu comecei a tomar novos rumos em 2012, quando busquei ampliar a minha formação nestas áreas.

Fiz os cursos de Consultoria de Imagem feminina e masculina, Coaching de Estilo, Fashion Business, Extensão Tecidos, Moda Contemporânea Brasileira e História da Arte na Espanha. Em 2016, nasceu a empresa JD Consultoria de Imagem e Estilo, onde exerço a função de Consultora de Imagem e Estilo.

A forma como nos vestimos diz muito mais sobre nós do que imaginamos.

Você sabia que 70% do impacto presencial, seja ele positivo ou negativo, será transmitido nos primeiros 30 segundos de suas apresentações? Por essa razão, é uma oportunidade maravilhosa para passarmos a mensagem que desejamos passar e o que realmente somos. Isso se encaixa, nos diversos papéis que exercemos na vida.

Nosso dia-a-dia requer diversidade e flexibilidade compatíveis com o que estamos fazendo. Portanto, é importante vestir-se adequadamente, de acordo com as suas proporções físicas, estilo e, principalmente, ajustado ao “papel” que se está exercendo naquele momento.

Isso tudo fará diferença na sua auto-estima e no seu desempenho, fazendo até com que as pessoas lhe compreendam melhor. Vale destacar também a importância na sua carreira profissional, em diversas ocasiões como em reuniões com o cliente, em uma entrevista ou até mesmo naquele momento de simplesmente fazer sucesso.

Na minha visão de Consultora de Imagem e Estilo, além de fazer toda a diferença, o resultado é completamente nítido.

Há uma outra pesquisa que nos mostra dados sobre uma avaliação pessoal que costumamos fazer conscientemente ou inconscientemente. Achei super interessante.

As pessoas avaliam umas as outras, em um primeiro contato da seguinte forma:

  • 55% é referente à sua aparência
  • 38% é referente ao seu tom de voz
  • 7 % é referente a suas propriedades intelectuais

Portanto, esses serão os conceitos analisados em uma primeira impressão. Todos terão a oportunidade de mostrar o seu conhecimento cultural, credibilidade, confiança e competência pessoal e/ou profissional, que na minha experiência entendo ser a mais importante depois desta sucinta apresentação.

Costumo definir todo esse conteúdo como: “A forma como você se apresenta é o seu primeiro discurso.” Sempre!

* Jaqueline Damasceno é proprietária da JD Consultoria de Imagem e Estilo. Acompanhe aqui o Instagram.

Mais sobre o Estilo Dominique

As roupas e as cores da moda 2020

A moda é não combinar bolsas e sapatos

3 Comentários

Comentar

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

As cores e as roupas da moda temporada 2020

Há quantos anos não via uma coleção Primavera/Verão super colorida e com tons tão alegres e energizantes. Acho que desde a exagerada década de 80! Todo ano o Pantone Color Institute divulga a paleta de cores que vai direcionar as criações da indústria da moda. Eles também escolhem a cor do ano (já falamos dela aqui!). As cores da próxima estação foram divulgadas durante a semana de moda de Nova York, no início de setembro. 

Claro que a seleção também inclui alguns tons neutros. Mas desta vez o cinza ou o preto não estão lá. Adoro essas cores, mas sabe que estou gostando ainda mais da vivacidade do colorido? Só me lembrei de adjetivos positivos: entusiasmo, energia, vigor, brilho, intensidade e por aí vai… A gente tá precisando desse otimismo, não acha?

Olha a paleta de cores 2020

O Instituto pode determinar a cartela de cores, mas as tendências já estavam por aí na “moda de rua” ou o street style. É um movimento interessantes, não? O comportamento das pessoas inspira o Instituto que organiza tudo e direciona a indústria da moda. Que bom, porque já podemos apreciar as novas coleções bem coloridas de marcas. Para mostrar as tendências, selecionei algumas peças que achei a cara das Dominiques. Que tal esse roteiro completo para te inspirar para a Primavera/Verão 2020.

Mas antes de tudo, preciso comentar sobre o nome que eles dão para cada cor. Quanta inspiração. Vai navegando pelo post para você ver. Não acha?

  Flame Scarlet

View this post on Instagram

@parisfashionweek #houtecouture

A post shared by The Style Stalker (@thestylestalkercom) on

Saffron

https://www.instagram.com/p/B0qSrAbHuge/?utm_source=ig_web_copy_link

Biscay Green

Chive

https://www.instagram.com/p/B2SEOadAGa2/?utm_source=ig_web_copy_link

Faded Denin

https://www.instagram.com/p/B2Npc-QgOc0/?utm_source=ig_web_copy_link

Orange Peel

Coral Pink

View this post on Instagram

@cphfw @fundachristophersen @trinekjaer_

A post shared by The Style Stalker (@thestylestalkercom) on

E então? Gostaram?

Mais sobre Moda para Dominiques

Será Diane Lane um espelho para Dominiques?

O desafio de comprar um simples sutiã

Seja a primeira a comentar

Comentar

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Woodstock, as roupas hippies e o novo estilo boho

A década de 60 foi uma época de grandes mudanças sociais e culturais. A moda refletiu toda a novidade, com roupas em novas linhas, cores e formas. O estilo hippie – que ganhou o mundo após o festival Woodstock – foi tão marcante que até hoje inspira estilistas. Mas agora está representado em outro estilo e se chama Boho. 

O nome é derivado da palavra “bohemian”, que em português significa boêmio. O boho representa um pouco mais do que um jeito de se vestir. É um estilo de vida, com mais liberdade, descontração e despreocupação. As roupas no estilo boho misturam várias influências, como hippie, cigana ou vintage, muitas delas em tecidos leves e mais fluídos.  

Para comemorar os 50 anos de um dos mais influentes festivais de música do mundo, fiz duas seleções. Para relembrar, encontrei fotos que mostram os estilos de roupas nos três dias do festival. E para fechar, fiz a minha seleção favorita de roupas no estilo boho. Venha ver!

As mulheres no Woodstock

Meus looks favoritos do estilo boh

Roupas para Dominiques

Boné ou chapéu: sabendo usar eles podem ser estilosos

A moda é não combinar roupas e sapatos

2 Comentários

Comentar

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

O desafio das Dominiques de comprar um simples sutiã

Quem imaginaria que comprar um simples sutiã tornaria-se um problemão para mulheres com mais de 50 anos? A dificuldade não é na compra em si, mas em achar um sutiã que seja adequado ao corpo de uma Dominique e B.O.N.I.T.O. Dá até a impressão que quem cria as peças acha que toda mulher mais velha é simples, recatada e do lar. Não, não e não. Quero me sentir confortável, bonita e sexy. Por que não? 

Não é pedir muito. Sabemos que indústria de lingerie não presta muita atenção nas Dominiques nos seus lançamentos. As criações e as campanhas são sempre direcionadas para as mulheres mais jovens. São peças bonitas e gosto de muitas delas. Mas os modelos não levam em consideração as mudanças no corpo e formato dos seios das mulheres mais velhas. E é aí que começa o nosso desafio.

O melhor estilo de sutiã

O primeiro cuidado é com a gordurinha extra. É comum acontecer o aumento de peso, principalmente após a menopausa. O melhor modelo de sutiã deve ter uma tira lateral mais larga. A base alongada pode ser trabalhada, como nesse modelo em renda. 

Sutiã Dominique

Com a idade os seios ficam mais flácidos, porque o tecido perde a densidade e a elasticidade. Para as Dominiques com seios menores, um modelo com bojo que levante e separe pode ser uma boa opção. O bojo não precisa ter enchimento, pra aumentar o tamanho dos seios. A estrutura serve apenas pra moldar. 

sutiã roxo Dominique

Mas se você quiser dar um up também em volume, pode escolher um modelo que garanta a cobertura total dos seios, com um bojo mais volumoso. A dica aqui é comprar um sutiã que considere as duas medidas: das costas e do tamanho dos seios. E lembre: o bojo não pode apertar ou marcar os seios.  

sutiã roxo e dourado Dominique

As Dominiques com seios grandes podem optar por um modelo que dê sustentação, mas que não tenha nem bojo e nem enchimento. O sutiã pode ter um reforço interno pra garantir a firmeza. Alguns modelos têm aro, o que não agrada muitas mulheres. Uma opção com tecido duplo pode resolver. Se a alça for mais larga, melhor. Será mais confortáve. 

O sutiã em modelo triângulo é a dica coringa para a Dominique que quer se sentir sexy, mas também confortável. A lingerie ideal considera a somatória de base larga, bojo em tamanho adequado e o lindo decote.

A dica final para o sutiã ideal de uma Dominique é a cor. Sim, porque amamos cores e tecidos diferentes. Nada de modelos bege em tecido liso… que sem graça! Por isso, a seleção feita aqui só considerou sutiãs coloridos e, claro, o pretinho básico. Os sutiãs não são especiais para Dominiques, mas estão mais próximos do melhor modelo. As imagens são da loja Loungerie.

Mais sobre moda para Dominiques

Quais roupas ficam bem em uma Dominique?

Dicas e sugestões para o seu look praia

2 Comentários
  1. Exatamente o que faltava pra nós…mulheres Plus size.. as dificuldades são muitas…Obrigada por lembrar de nós…

  2. Obrigada.
    Finalmente alguém lembrou de nós. Abaixo a cor da pele, queremos cor, rendas e bordados.

Comentar

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

QUER MAIS CONTEÚDO ASSIM?
Receba nossas atualizações por email e leia quando quiser.
  Nós não fazemos spam e você pode se descadastrar quando quiser.
CADASTRO FEITO COM SUCESSO - OBRIGADO E ATÉ LOGO!
QUER MAIS CONTEÚDO ASSIM?
Receba nossas atualizações por email e leia quando quiser.
  Nós não fazemos spam e você pode se descadastrar quando quiser.
CADASTRO FEITO COM SUCESSO - OBRIGADO E ATÉ LOGO!
QUER MAIS CONTEÚDO ASSIM?
Receba nossas atualizações por email e leia quando quiser.
  Nós não fazemos spam e você pode se descadastrar quando quiser.
CADASTRO FEITO COM SUCESSO - OBRIGADO E ATÉ LOGO!
QUER MAIS CONTEÚDO ASSIM?
Receba nossas atualizações por email e leia quando quiser.
  Nós não fazemos spam e você pode se descadastrar quando quiser.