Tag: cine pornô

Quer adicionar um pouco de ousadia no seu Carnaval? Tenho uma dica!

Acho que está muito claro para nós, Dominiques. No Carnaval, nós só fazemos o que tivermos vontade. Inclusive, eu contei neste post aqui o quanto já aproveitei (e até descansei) neste mais de 50 anos de folia. Estes dias uma amiga fez outra recomendação: adicionar uma pitada de ousadia nestes dias já animados. Fiquei super curiosa para saber como é ter um carnaval assim… mais ousado!!!

Antes de prosseguir uma pergunta importante!

Você confirma ter mais de 18 anos para ler esse conteúdo?

SIM | NÃO

Não aguentei, Dominiques, tive de fazer essa piada! Acima de tudo eu acho importante avisar: o que você lerá a partir daqui é ousado, beeeeem ousado! Será por sua conta e risco, ok?

Muitas de nós sempre tivemos curiosidade para assistir ou ler sobre pornografia. Mas poucas assistiram. Tirando o preconceito que nos impediu por anos, eu acho que outro motivo desanimador era o fato de os filmes estarem repletos de clichês. Não eram sobre o olhar do casal para a relação, mas uma produção filmada apenas pelo ponto de vista masculino e sobre o que excitava os homens. 

Mas, sem dúvida, a indústria do filme pornô mudou. Hoje temos a opção de assistir filmes com um teor mais erótico, além, é claro, mais ousadia e cenas explícitas. A maioria das produções é feita por mulheres, já que elas viram a oportunidade de explorar histórias sob o ponto de vista feminino. 

Os resultados são produções diferentes em diversos aspectos. Um exemplo é a escolha dos atores. Inclusive, muitas diretoras privilegiam as pessoas comuns. Sim, gente como a gente, com barriguinha e fora dos padrões convencionais. A história tem uma parte importante no filme, incorporando referências do nosso dia a dia. Nada de ir direto para os “finalmentes”. 

Aumento da audiência feminina

A audiência feminina sempre esteve presente. E agora chama a atenção. Um artigo da revista New York faz uma análise da pornografia no nosso tempo e traz dados sobre os acessos. Você imaginaria que as brasileiras representam 35% dos acessos do PornHub, o maior site pornô do mundo? Pois é… isso que a audiência feminina mundial é de 25%.

Acho que a gente teve uma boa ideia desta mudança com o sucesso da trilogia 50 Tons de Cinza. Eu particularmente não gostei… mas apenas assisti os filmes. Há alguma ousadia nas cenas e achei o ator lindo de morrer. Mas a história de uma moça virgem que encontra um homem lindo, rico, disponível e apaixonado não me convence! Nem na época dos romances Sabrina, viu!

Sendo mais explícito ou apenas sugestivo, eu bacana saber que temos a opção de assistir bons filmes pornôs, pensados e produzidos para nós. Além disso, pode ser um ótimo estímulo para o casamento. Que tal um pouco mais de ousadia entre vocês dois? De certa forma, eu também acho empoderador (detesto essa palavra!) retratar mulheres encarregadas de seus próprios corpos e desejos. Já passou da hora de isso acontecer, viu!

Encontrei três sites de filmes pornôs, dirigidos por diretoras mulheres. Todas elas têm a mesma proposta: uma produção que valoriza os desejos e vontades da mulher, sem estereótipos. São filmes e histórias que contrapõem os clichês do cinema pornô tradicional para adequá-los a uma visão feminina. 

Não são sites eróticos, são filmes pornográficos, ou seja, mostram sexo explícito. Além disso, se você não se sentir a vontade de assistir agora, não tem problema nenhum! Por outro lado, você já sabe que quando quiser matar a curiosidade tem dica por aqui. Quem sabe?

Sites pornô para mulheres

O Sssh.com  é um exemplo. O site, criado pela diretora de filmes canadense Angie Rowntree, considera a perspectiva da mulher nos filmes que produz. Ela se inspira nas fantasias e nos desejos compartilhados pelas próprias assinantes do site para criar. Desta forma, os filmes são apresentados da perspectiva feminina, com ênfase no prazer mútuo. O site é fechado para assinantes. No entanto, você pode pagar U$ 4,95 para um teste de dois dias. 

Outra descoberta foi o site XConfessions, da diretora Erika Lust, uma das pioneiras do cinema pornô. Ela também escolhe as fantasias anônimas compartilhadas por seus seguidores e produz curta-metragens e filmes. Suas produções não mostram apenas como é o sexo, mas contam histórias sobre desejo e a interação do casal. O site também tem textos – ou confissões – para ler (em inglês). Das três dicas, esse site é o mais ousado deles.

O site Bright Desire é uma opção bacana para quem quer ousar vendo filmes pornôs, mas prefere cenas mais leves. Essa é a proposta da diretora, buscar inspiração nas fantasias enquanto entrega um filme que explora a conexão e a intimidade do casal. Além disso, escolhe atores parecidos conosco, com estilos e corpos comuns!

Mais sobre sexo para Dominiques:

O mundo é sexo! Sexo em Paris então?

Massagem tântrica para melhorar o sexo

Seja a primeira a comentar

Comentar

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

O mundo é sexo! Sexo em Paris, então! Veja esta lista.

Banner_O mundo é sexoEu tenho um amigo, daqueles que temos desde a adolescência, onde a intimidade é tanta que podemos falar e conversar com pudor zero. Isso é tão bom e tão essencial na minha vida!

Bem, mas o tema não é sobre a amizade. Eu perguntei a ele o que ele havia achado de meu novo livro. Estava ansiosíssima, porque ele é daqueles que fala mesmo se for uma porcaria e, também, ele é uma das únicas pessoas que pode dizer isto sem que eu fique braba! Hahaha!

– James, o que você achou do livro?

– Falta sexo! O mundo é movido a sexo!

– …hummmm

É claro que, imediatamente, escrevi um capítulo inteiro sobre o tema! Quer saber? Eu ia falar se você quisesse saber para comprar o livro, mas, como uma Dominique simpática, vou postar aqui o tal capítulo, tá?

Paris é uma cidade que inspira romance, já muito sabido por motivos óbvios. Mas ela também inspira, e muito, o sexo! Porquoi pas?

A prostituição em Paris, por exemplo, está presente há 1.200 anos e, diferente dos dias de hoje, era muito mais importante. Prostitutas tornavam-se amantes fixas de reis, aristocratas e tinham um status quo bem mais interessante do que nos dias de hoje. Fato é que é uma das únicas profissões que subsistem, porque aquele meu amigo disse tudo: O mundo é sexo.

Obviamente nem todo mundo tem o costume ou hábito de pagar pelo serviço. Por isto, uma vez em Paris, longe dos olhos de conhecidos, entregue ao momento e a aventura, inspirado pelos cenários da cidade é natural que o corpo relaxe do estresse com menos rotina, pressão e ainda com menos expectativas e cobranças em um novo ambiente trazendo uma sensação de libertação. Aliado ao anonimato, liberdade e ao estímulo de um novo ambiente podemos ter certas sensações e impulsos, ne´est ce pas? Assim fica mais fácil a entrega a novos prazeres.

Bem, uma pesquisa publicada no jornal francês, Le Fígaro, feita com 2.007 parisienses acima dos 18 anos revela que: um a cada dois homens e uma a cada seis mulheres já fizeram sexo com mais de uma pessoa ao mesmo tempo; 68% dos entrevistados costumam ter uma noite de amor sem compromisso, contra 50% das mulheres; muitos disseram não saber nem ao menos o nome da pessoa com quem saiu.

Paris também é a cidade da infidelidade, onde 58% dos homens e 36% das mulheres admitiram já ter sido infiel ao cônjuge, sendo que alguns ainda admitem que são infiéis constantemente. A metade dos entrevistados admite já ter experimentado sexo sadomasoquista. Wow!!!

Interna_O mundo é sexoSeja você adepto, curioso ou debutante, eis uma listinha e um roteirinho básico na cidade da luz vermelha, que nunca dorme, além de aplicativos mais utilizados pelos adeptos.

Se for falar de um bairro, o mais libertino de todos não é mais Pigalle, e sim o Marais. Dizem que mais da metade dos bares tem um salão aos fundos onde o sexo rola livremente e gente de toda a Europa vem somente para isto.

Le Berveley – Cinema pornô com filmes em 35mm onde na maioria das vezes o público acaba interagindo. Li em algum lugar que era mais ou menos uma projeção em 3D (se é que me entende!). Diariamente das 10h às 22h. 14, rue de la Ville Neuve, 75002

Le Club 41 – Para os novatos e mais pudicos (mas nem tanto) dizem que devem ser iniciados em algo menos escandaloso. O Club 41 cobra 22 euros por um drinque, mas em compensação o sexo é free, com quem você quiser, a dois ou em grupo. Começa à meia-noite! 41, Rue Quincampoix, 75004

Le Keller – É preciso alertar que este clube é de sadomasoquistas, apesar de você não ser obrigado a nada e nem poder obrigar ninguém a fazer o que não quer, mas avisar sobre o que se trata se faz mais do que necessário. Não, não precisa levar seus instrumentos de tortura, porque eles são fornecidos lá mesmo. Só pedem que respeitem o dress code que é ultra sexy, roupas e calças de couro e tal… A entrada custa 10 a 13 euros com direito a uma cerveja. A diversão em questão é freeabre às 21h. 14, rue Keller – 75011

Les Chandelles – Swing Chique – Tudo começa em um jantar em casal e depois escolher as salas de festa e os quartos de amor. Tudo muito chique e bonito. Jantar excelente em sistema de buffet. Você pode fazer o que quiser desde que permita e que a outra pessoa ou outras também consintam. Se estiver sozinho ou sozinha terá que pagar 110 euros para entrar. Se for em casal somente pagarão pelo consumo. Começa às 22h30 e aos domingos a partir das 16h (tipo matiné!!!!).  1, rue Thérèse, 750011.

Folies Pigalle – Balada ao ritmo “tecno” a casa acolhe a todos: heteros, homos, travestis e afins e todo mundo se diverte junto a começar na noite anterior até ao meio-dia do dia seguinte! Ali dentro tudo pode acontecer! 1. place Pigalle – 75009

Digamos que está ali em Paris, sozinha, como não quer nada, mas querendo alguns bons momentos de aventura sem compromisso. Está jogada lá em sua cama de hotel e mexendo no seu celular… Só clicar e ver se tem alguém disponível (com o seu perfil) pensando na mesma coisa e decidir se você vai ou ele vem…  Prontinho! Tá arranjada uma festinha!

Happn – com 3 milhões de usuários e bem utilizado pelos franceses; também usado para “ménage à trois”!

YesforLov – Antes da festinha, não deixe de passar por esta loja diferente de tudo o que você já viu em termos de cremes e brinquedinhos!

American Dream – Agora, se o seu negócio é só mesmo divertir-se de forma picante, porém light, sem se comprometer, eu aconselho dar uma espiada na mistura de strip-tease feminino, masculino e outros e todo o tipo de performances entre um drinque e outro com boa comida Tex-Mex, Bar de Sushi e mais de mil metros de pura diversão! 21, Rue Daunou, 75002

Amiga, na boa, sai desse sofá enquanto há vida! Vamos?

Quer mais? Só no livro! Baixe agora mesmo!

Guia da Boa Viagem Paris Legal 

 

Leia mais:

Ele pediu para a espoca ser garota de programa – Apimentando a relação

E subimos ao paraíso – 2o andar da Boutique Sensual

 

 

Cynthia Camargo
Cynthia Camargo

Formada em Comunicação Social pela ESPM (tendo passeado também pela FAAP, UnB e ECA), abriu as asas quando foi morar em Brasilia, Los Angeles e depois Paris. Foi PR do Moulin Rouge e da Printemps na capital francesa. Autora do livro Paris Legal, ed. Best Seller e do e-book Paris Vivências, leva grupos a Paris há 20 anos ao lado do mestre historiador João Braga. Cynthia também promove encontros culturais em São Paulo.

Seja a primeira a comentar

Comentar

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

QUER MAIS CONTEÚDO ASSIM?
Receba nossas atualizações por email e leia quando quiser.
  Nós não fazemos spam e você pode se descadastrar quando quiser.
CADASTRO FEITO COM SUCESSO - OBRIGADO E ATÉ LOGO!
QUER MAIS CONTEÚDO ASSIM?
Receba nossas atualizações por email e leia quando quiser.
  Nós não fazemos spam e você pode se descadastrar quando quiser.
CADASTRO FEITO COM SUCESSO - OBRIGADO E ATÉ LOGO!
QUER MAIS CONTEÚDO ASSIM?
Receba nossas atualizações por email e leia quando quiser.
  Nós não fazemos spam e você pode se descadastrar quando quiser.
CADASTRO FEITO COM SUCESSO - OBRIGADO E ATÉ LOGO!
QUER MAIS CONTEÚDO ASSIM?
Receba nossas atualizações por email e leia quando quiser.
  Nós não fazemos spam e você pode se descadastrar quando quiser.