Tag: cores

Que cores combinam com cabelos brancos?

Encontrar as roupas e as cores que combinam com a gente, o nosso corpo e o estilo de vida é um desafio e tanto. De certa forma, é o que nos define esteticamente. Nós, Dominiques, demoramos um tempo para identificar. Acima de tudo, hoje em dia, já sabemos o que nos cai bem e nos deixa confortável. 

Talvez você tenha tido ajuda de um personal stylist. Muitas vezes se aventurou pelas lojas. Frequentemente errou compras. Sempre folheou revista de moda. Tudo isso para chegar a um resultado que agora te agrada. Tudo certo. 

Mas…. agora você passou dos 50 anos e adotou os cabelos brancos. Um novo estilo… Com o envelhecimento, o tom da nossa pele muda bastante sem aquele rosado característico da juventude. Os cabelos brancos também são diferente. E agora? As cores que você determinou para o seu estilo continuam funcionando com um novo tom de cabelo e pele? 

Renovação Technicolor

É, Dominique, talvez uma pequena atualização seja necessária. Mas nada de seguir regras muito rígidas. Longe disso, até porque o gradiente de cores é quase infinito. Ainda assim, tenho a certeza que vários tons vão combinar e você já tem peças no seu guarda-roupas pra compor o novo estilo. Portanto, a dica aqui é rever a sua paleta de cores para selecionar aquelas que nos deixam mais bonita com os novos cabelos brancos.

Recentemente, descobri o termo Coloração Pessoal, que é a análise das cores naturais do nosso tom de pele, olhos e cabelos. Quando usamos as cores certas, a combinação pode certamente iluminar o rosto e até suavizar os traços. Por outro lado, as cores erradas podem nos deixar mais abatidas e até mais velhas! Você conhecia? 

As cores das 4 estações

Uma dos métodos mais conhecidos para achar sua cor pessoa foi desenvolvido pela psicóloga Carole Jackson, nos anos 80, autora do livro “Colour Me Beautiful“. Ela desenvolveu a técnica das 4 estações, que determina qual é a paleta ideal para grupos de pessoas. 

É um pouco mais complexo do que isso, tá, mas resumindo as quatro estações da natureza são usadas para organizar e combinar diversas cores. Ao identificar a sua estação, você encontrará a paleta que combina melhor com a sua coloração natural. A descrição de cada uma delas é: 

  • verão: puro, claro e suave
  • inverno: puro, intenso e profundo
  • primavera: pura, clara e intensa
  • outono: puro, suave e profundo

Acho que essa imagem pode ajudar a visualizar o método:

O ideal é que a análise da sua colorimetria seja feita por um profissional, um especialista em moda. Ele fará a análise considerando rosto, olhos, sobrancelha e até mãos e pés. Além do tom, também é feita uma avaliação do subtom, ou seja, o que define a nossa pele como fria, neutra ou quente. 

Para te inspirar, resolvi fazer uma busca de looks em Dominiques com os cabelos brancos. Se você já adotou o branco, verá como a combinação correta das cores tem o poder de te deixar radiante. E para as mulheres que ainda estão com dúvidas, a seleção pode ajudar a visualizar que é possível valorizar seus pontos positivos, sem parecer mais velha. 

Seleção de looks

Escolhi uma paleta bem colorida para as roupas. Mas tenho de revelar que eu não sou adepta ao visual colorido. Tempos atrás, arrumando meu armário, me dei conta surpreendentemente de que tinha muitas peças preto, branco e azul! A partir daí eu comecei a variar as cores. Estou adorando!

Azul
Amarelo
Bege
Laranja
Rosa
Verde
Vermelho
P&B

Mas vale a pena mostrar também que podemos ficar incríveis usando apenas preto e branco!

Qual cor combina com qual cor?

Também achei no site The Whoot essa diagrama para combinar cores complementares. Achei bem útil!!!

Mais posts sobre moda

Ponchos – olha só que coisa legal

Roupas legais para fazer home office

Avatar
Dominique

Nasceu em 1964. Ela tem 55 anos, mas em alguns posts terá 50, 56, 48, 45. Sabe porque? Por que Dominique representa toda uma geração de mulheres. Ela existe para dar vida e voz às experiências, alegrias, dores, e desejos de quem até pouco tempo atrás era invisível. Mas NÓS estamos aqui e temos muito o que compartilhar. Acompanhe!

Seja a primeira a comentar

Comentar

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Galerias em Lisboa – um belo passeio

Foi uma amiga de uma amiga que apresentou Luíza Teixeira de Freitas, curadora de arte em Lisboa. Como é bom ter amigas queridas que têm outras amigas tão queridas quanto…

Bem..Ela, a Luíza, é uma simpática jovem brasileira que mora em Portugal desde sempre. Casada com português, não é de se admirar que seja bilingue. Fala perfeitamente o “brasileiro” e o luso português.

A uma semana da famosa exposição madrilenha ARCO, que é um tipo de SP_Arte, ArteRIO , etc. as galerias lisboetas estão todas em efervescente movimento. De empacotamento. Todas marcarão presença junto aos espanhóis. Mesmo com pressa e meio que na correria foram imensamente gentis conosco.

Acho que consideraram aquela turminha de mulheres um treino para o que vão passar no stand. Explicaram rapidamente o que tinham de mais importante, e aprofundaram-se apenas quando mostrávamos interesse.

Aqui a lista das galerias que visitamos e algumas obras que gostei.

Galeria Madragoa

Simpática galeria situada como o próprio nome diz, no bairro Madragoa.Um sobrado onde todos o recantos são aproveitados e onde você menos espera está uma instalação, uma foto, uma pequena escultura.

Fomos ver a exposição de Joanna Piotrowska polonesa nascida em 1985.

Na série de fotografias Enclosures, mostra o interior de jaulas, as do zoo, e outros objetos utilizados pelos animais em cativeiro, revelando a forte projeção do ser humano sobre o conceito de natureza, a intenção de domesticar disfarçada sob o aparente respeito pelo mundo selvagem, a perpetuação do exercício de domínio humano.

Joanna Piotrowska
Stainless steel, double sided mirror II
2019
Galeria e Galerista

Galeria 3 + 1.

Situada em uma arborizada praça no bairro Príncipe Real, essa galeria com nome numérico,  tem como objetivo promover a obra de artistas emergentes portugueses e internacionais, com propostas arrojadas que ilustram a diversidade da prática artística contemporânea.

Estão expondo as obras de Claire de Santa Coloma, artista argentina, nascida em 1983, cuja prática artística é baseada sobretudo na Escultura mas o seu trabalho também inclui desenhos e composições em papel.

O que mais gostei de suas obras é que todas foram feitas para tocar, mexer e interagir. Geralmente eu não consigo ver só com os olhos, teeeenho que tocar. Então foi o rio correndo pro mar..

Obra da artista Claire de Santa Coloma. A arte que podemos interagir.
Foto de Bruno Lopes

Galeria Pedro Cera

Próxima a linda e icônica Basílica da Estrela, essa galeria traz uma exposição voltada a mulher.

Marinella Senatore, italiana nascida em 1977, é formada em música, artes plásticas e cinema. É uma artista multidisciplinar e sua arte é caracterizada por uma forte dimensão coletiva e participativa. O trabalho de Senatore une formas de resistência, cultura popular, dança e música, eventos de massa e ativismo, repensando a natureza política das formações coletivas fazendo seu público pensar em potenciais de mudanças sociais. 

Numa primeira vista, pessoalmente, e sempre pessoalmente, não gostei da obra desta artista. Até me deparar com 5 desenhos (ou gravuras – não sei exatamente a técnica). Fiquei encantada com as formas femininas, todas sem rosto, mas em ação. Apesar da falta de identidade o que não faltava aquelas mulheres era atitude. Obviamente essa é uma interpretação minha. Gostaria de voltar a essa exposição para ver novamente as obras que inicialmente não gostei, com outro olhar.

Não é maravilhoso?
Aqui uma visão geral da exposição

Galeria Cristina Guerra

Acho que é a maior galeria de todas que visitamos. Isso em si não quer dizer muita coisa, porém quando os grandes espaços estão preenchidos com coisas que me fazem brilhar os olhos, passam a ser maiores ainda. Mais uma vez, essa é minha opinião pessoal, sempre pessoal. Não bastasse de cara ter me encantado com as cores vivas das obras expostas, gostei da galerista. Ahhh, mas isso é assunto para outro texto.

A exposição é de Mariana Gomes, Portuguesa do Faro, nascida em 1983, é artista plástica.

“Apesar das cores vibrantes e das formas/manchas trepidantes, estas pinturas, estão longe de serem inocentes. Pelo contrário, são ardilosas. Comportam-se como organismos vivos, autossuficientes, capazes de determinar a sua própria completude, com maior ou menor saturação de marcas e matéria. ” – Trecho de resenha do site Umbigo Magazine

As cores de Mariana Gomes me encantam
Não eram só azuis. Mas amo todos os tons dessa cor.

Leia também:

Galeria Brisa em Lisboa

Eliane Cury Nahas
Eliane Cury Nahas

Economista, trabalha com tecnologia digital desde 2001. Descobriu o gosto pela escrita quando se viu Dominique. Na verdade Dominique obrigou Eliane a escrever. Hoje ela não sabe se a economista conseguirá ter minutos de sossego sem a contadora de histórias a atormentá-la.

Seja a primeira a comentar

Comentar

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

As tendências em cores de esmalte para a próxima estação

Com o verão chegando, saem de cena os sapatos fechados e entram as sandálias abertas. Conheço quem adora, como também quem detesta! Mas uma coisa é certa: se você deixar os pés à mostra tem de estar com as unhas perfeitas. Eu adoro pintar as unhas do pé. E não sei o porquê, mas acho que o calor e o verão combinam com esmalte vermelho vivo. 

Hoje em dia há tantas cores diferentes de esmalte que estou disposta a variar um pouco. Na realidade eu tenho alguns limites neste experimentar. Não combina comigo, por exemplo, os tons em azul ou verde. Acho bonito…. mas nas mãos de outra pessoa. (Podia tentar um dia, hein?) Também não gosto de esmalte lilás. Gosto é gosto, não é mesmo?

Para descobrir quais são as cores de esmalte tendência para 2019/2020, pesquisei no site de cinco marcas. Vou compartilhar aqui as novidades, mas também quero saber a sua opinião. Qual é a sua cor favorita?

Minha seleção de esmaltes

A Colorama lançou a coleção “Qual sua vibe?”. Eu tenho outra pergunta: quem cria os nomes dos esmaltes? Alguns deles são muito divertidos, como o “fazendo a fitness”ou “dieta hoje não”. A tendência de cores fortes e vibrantes está nas roupas, acessórios e nos esmaltes. Adorei esses tons.

Eu me surpreendi (para o bem!) com os esmaltes da marca Dailus. Acho que a marca oferece cores lindas e um produto com ótima durabilidade. A fórmula também é 100% vegana. Olha só quantos tons diferentes de Nude?

É quase uma unanimidade. Os esmaltes da Vult têm ótima durabilidade e um preço camarada. Pena que não todas as manicures que têm uma boa variedade de cores desta marca. Acho que esmalte dourado combina com festas de final de ano!

Não costumo usar os esmaltes da Impala, mas eu gostei de algumas cores da nova coleção. É uma parceria da marca com a atriz Juliana Paes. Tem um verniz gloss que dá um brilho bem bonito. Esse dourado mais aberto está lindo.

A Risqué tem uma variedade grande de cores. É difícil escolher as minhas preferidas. Mas eu gostei muito da coleção Mistura Brasileira, com uma variedade de tons nude, inclusive alguns mais escuros. Combina com praia e verão!

Nas minhas pesquisas, eu ainda descobri outra tendência.  Você já ouviu falar de unhas Skittles? Sim, mesmo nome que aquela balinha super doce e colorida. A ideia aqui é pintar uma unha de cada cor. Pode ser tudo colorido ou um degradê com a mesma família de cores. Não sei se usaria. E você, teria coragem de fazer essa ousadia no verão?

https://www.instagram.com/p/B0wubqtHxQ7/?utm_source=ig_web_copy_link

Mais tendências para 2020

As cores e as roupas da moda na temporada 2020

A forma como você se apresenta é seu primeiro discurso

Seja a primeira a comentar

Comentar

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

As cores e as roupas da moda temporada 2020

Há quantos anos não via uma coleção Primavera/Verão super colorida e com tons tão alegres e energizantes. Acho que desde a exagerada década de 80! Todo ano o Pantone Color Institute divulga a paleta de cores que vai direcionar as criações da indústria da moda. Eles também escolhem a cor do ano (já falamos dela aqui!). As cores da próxima estação foram divulgadas durante a semana de moda de Nova York, no início de setembro. 

Claro que a seleção também inclui alguns tons neutros. Mas desta vez o cinza ou o preto não estão lá. Adoro essas cores, mas sabe que estou gostando ainda mais da vivacidade do colorido? Só me lembrei de adjetivos positivos: entusiasmo, energia, vigor, brilho, intensidade e por aí vai… A gente tá precisando desse otimismo, não acha?

Olha a paleta de cores 2020

O Instituto pode determinar a cartela de cores, mas as tendências já estavam por aí na “moda de rua” ou o street style. É um movimento interessantes, não? O comportamento das pessoas inspira o Instituto que organiza tudo e direciona a indústria da moda. Que bom, porque já podemos apreciar as novas coleções bem coloridas de marcas. Para mostrar as tendências, selecionei algumas peças que achei a cara das Dominiques. Que tal esse roteiro completo para te inspirar para a Primavera/Verão 2020.

Mas antes de tudo, preciso comentar sobre o nome que eles dão para cada cor. Quanta inspiração. Vai navegando pelo post para você ver. Não acha?

  Flame Scarlet

View this post on Instagram

@parisfashionweek #houtecouture

A post shared by The Style Stalker (@thestylestalkercom) on

Saffron

https://www.instagram.com/p/B0qSrAbHuge/?utm_source=ig_web_copy_link

Biscay Green

Chive

https://www.instagram.com/p/B2SEOadAGa2/?utm_source=ig_web_copy_link

Faded Denin

https://www.instagram.com/p/B2Npc-QgOc0/?utm_source=ig_web_copy_link

Orange Peel

Coral Pink

View this post on Instagram

@cphfw @fundachristophersen @trinekjaer_

A post shared by The Style Stalker (@thestylestalkercom) on

E então? Gostaram?

Mais sobre Moda para Dominiques

Será Diane Lane um espelho para Dominiques?

O desafio de comprar um simples sutiã

Seja a primeira a comentar

Comentar

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Passo a passo para montar um lindo arranjo natalino


Pensando em dar uma dica para decorar sua mesa de Natal e sair do lugar comum, pedimos para a Manu, da Fatto Manu, ensinar a montar um arranjo de flores diferente e bacanudo.

Ela sugeriu um arranjo tropical e ensinou aqui o passo a passo para você brilhar na noite natalina.

Material:

    • Tesoura
    • Plástico para proteção de mesa (usamos papel celofane)
    • Plástico para forrar (usamos papel celofane)
    • Cachepot (usamos um de 24 cm x 12 cm e 9 cm de altura) – pode ser qualquer recipiente que tenha em casa)
    • Esponja floral (encontrado em gardens ou lojas de jardinagem)
    • Balde com água
    • Arame (encontrado em loja de jardinagem)
    • Sementes de eucalipto
    • Bolinhas de Natal
    • Um pouco de folhagem
    • 3 flores de gloriosa
    • Spray dourado

Modo de fazer:

*Proteja sua bancada, pois vamos fazer um pouquinho de sujeira.

1. Encha um balde com água e deixe a esponja afundar sozinha – esta é uma dica de profissional*. A esponja floral deve ser colocada sobre a água e esperar que ela afunde sozinha. Nunca afunde a esponja ou jogue água sobre ela. Desta forma, sua esponja vai ficar molhada por inteiro, permitindo maior duração ao arranjo.

2. Forre seu cachepot com plástico ou celofane.

3. Corte a esponja floral do tamanho certo do seu recipiente . Dica: pode usar arame ou uma faca.

4 . Coloque a esponja no recipiente.

5. Comece a cortar as folhagens e espetar na sua esponja floral. Inicie pelas bordas e depois preencha o resto). O objetivo é dar um bonito acabamento nas laterais e criar um volume no centro.

6. Espete as flores de forma homogênea. Aqui nos usamos 3 flores na frente e 3 flores atrás.

7. Pinte seus galinhos de semente. Usamos papel celofane para protegem a bancada.

8. Corte os galinhos no tamanho certo e espete entre as flores e no meio do arranjo.

9. Coloque 3 bolinhas de Natal em um arame. Se preferir, escolha o enfeite que quiser e espete no arranjo.

Pronto! Seu arranjo tropical de Natal está finalizado. Gostou?

Leia mais:

Aprenda a fazer um lindo rato marcador de página – AMIGURUMI
O passo a passo da minha caixinha de chita

Seja a primeira a comentar

Comentar

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

QUER MAIS CONTEÚDO ASSIM?
Receba nossas atualizações por email e leia quando quiser.
  Nós não fazemos spam e você pode se descadastrar quando quiser.
CADASTRO FEITO COM SUCESSO - OBRIGADO E ATÉ LOGO!
QUER MAIS CONTEÚDO ASSIM?
Receba nossas atualizações por email e leia quando quiser.
  Nós não fazemos spam e você pode se descadastrar quando quiser.
CADASTRO FEITO COM SUCESSO - OBRIGADO E ATÉ LOGO!
QUER MAIS CONTEÚDO ASSIM?
Receba nossas atualizações por email e leia quando quiser.
  Nós não fazemos spam e você pode se descadastrar quando quiser.
CADASTRO FEITO COM SUCESSO - OBRIGADO E ATÉ LOGO!
QUER MAIS CONTEÚDO ASSIM?
Receba nossas atualizações por email e leia quando quiser.
  Nós não fazemos spam e você pode se descadastrar quando quiser.